Inicio / Notícias / seguranca-publica
Notícia
Novos policiais penais concluem curso de formação e estão aptos para atuar no sistema prisional
A primeira turma composta por 45 pessoas foi homenageada em solenidade na Escola Penitenciária Profº Acrisio Cruz (EGESP)
Segunda-Feira, 13 de Janeiro de 2020

Os candidatos aprovados no concurso do sistema prisional encerraram na última sexta-feira (10), o curso de formação e a tornaram-se oficialmente policiais penais. A primeira turma composta por 45 pessoas foi homenageada em solenidade na Escola Penitenciária Profº Acrisio Cruz (EGESP).

Durante a solenidade de encerramento do curso de formação, o diretor de Relações Sindicais do Sindicato dos Agentes Penitenciários e Servidores da Sejuc (Sindpen), Sergio Henrique, destacou que a primeira turma de policiais penais representa o pontapé inicial para a melhora do sistema prisional."Nós do Sindpen vemos com muito entusiasmo essa formação, pois é fruto da luta de muitos guerreiros que reivindicaram ao longo de 17 anos, a chegada de novos concursados para oxigenar a carreira e também para diminuir o déficit de efetivo no estado. Eles são muito bem-vindos, chegaram em boa hora. O sindicato tem nesse momento um marco com a chegada desses servidores que por certo serão os primeiros de outros que virão para fortalecer os efetivos e para melhorar a categoria como um todo", disse o diretor.

Para a participante e aluna destaque do curso de formação, Anny Lima, as cinco semanas trouxeram bastante aprendizado e segurança. "Iniciamos o curso praticamente zerados. Todos estavam apreensivos e com medo, mas o curso foi extremamente importante para que desenvolvamos o melhor trabalho possível. Fomos preparados para todas as situações que encontraremos. Nossa segurança é muito maior porque fomos capacitados por instrutores totalmente qualificados", destacou.

O corregedor da Sejuc, Luis Roberto Freitas Silva, representou o secretário da pasta, Cristiano Barreto, que foi convocado para uma reunião com o Governador e não pôde comparecer na solenidade. "Parabenizo a escola, todos vocês e o sindicato. Esse final é a prova da união de todos. Espero que vocês assumam com responsabilidade a profissão que escolheram. Contamos com todos vocês para continuar mudando o sistema prisional do estado de Sergipe. Vocês são a primeira turma dos Policiais Penais, a responsabilidade é muito grande. Foram bem treinados pelos melhores agentes de segurança dessa casa", disse o corregedor.

Notícia
/ Notícias / seguranca-publica

Novos policiais penais concluem curso de formação e estão aptos para atuar no sistema prisional
A primeira turma composta por 45 pessoas foi homenageada em solenidade na Escola Penitenciária Profº Acrisio Cruz (EGESP)
Segunda-Feira, 13 de Janeiro de 2020

Os candidatos aprovados no concurso do sistema prisional encerraram na última sexta-feira (10), o curso de formação e a tornaram-se oficialmente policiais penais. A primeira turma composta por 45 pessoas foi homenageada em solenidade na Escola Penitenciária Profº Acrisio Cruz (EGESP).

Durante a solenidade de encerramento do curso de formação, o diretor de Relações Sindicais do Sindicato dos Agentes Penitenciários e Servidores da Sejuc (Sindpen), Sergio Henrique, destacou que a primeira turma de policiais penais representa o pontapé inicial para a melhora do sistema prisional."Nós do Sindpen vemos com muito entusiasmo essa formação, pois é fruto da luta de muitos guerreiros que reivindicaram ao longo de 17 anos, a chegada de novos concursados para oxigenar a carreira e também para diminuir o déficit de efetivo no estado. Eles são muito bem-vindos, chegaram em boa hora. O sindicato tem nesse momento um marco com a chegada desses servidores que por certo serão os primeiros de outros que virão para fortalecer os efetivos e para melhorar a categoria como um todo", disse o diretor.

Para a participante e aluna destaque do curso de formação, Anny Lima, as cinco semanas trouxeram bastante aprendizado e segurança. "Iniciamos o curso praticamente zerados. Todos estavam apreensivos e com medo, mas o curso foi extremamente importante para que desenvolvamos o melhor trabalho possível. Fomos preparados para todas as situações que encontraremos. Nossa segurança é muito maior porque fomos capacitados por instrutores totalmente qualificados", destacou.

O corregedor da Sejuc, Luis Roberto Freitas Silva, representou o secretário da pasta, Cristiano Barreto, que foi convocado para uma reunião com o Governador e não pôde comparecer na solenidade. "Parabenizo a escola, todos vocês e o sindicato. Esse final é a prova da união de todos. Espero que vocês assumam com responsabilidade a profissão que escolheram. Contamos com todos vocês para continuar mudando o sistema prisional do estado de Sergipe. Vocês são a primeira turma dos Policiais Penais, a responsabilidade é muito grande. Foram bem treinados pelos melhores agentes de segurança dessa casa", disse o corregedor.