Inicio / Notícias / saude
Notícia
V Jornada da Prematuridade discute boas práticas e atenção ao neonatal
O evento que prossegue ao longo desta quinta-feira, 18, acontece em alusão ao Novembro Roxo, mês da prematuridade
Quinta-Feira, 17 de Novembro de 2022

Teve início na quarta-feira, 16, a V Jornada da Prematuridade, realizada pela Secretaria de Estado de Saúde, através da Maternidade Nossa Senhora de Lourdes (MNSL). O evento que prossegue ao longo desta quinta-feira, 18, acontece em alusão ao Novembro Roxo, mês da prematuridade.

A Jornada contou com a participação de servidores da saúde de Sergipe e representantes do Ministério da Saúde e da Fiocruz. A coordenadora de ações nacionais da Fiocruz, Maria Gomes, disse que Sergipe é tido como exemplo no âmbito de maternidade, através da Nossa Senhora de Lourdes, apresentando as melhores práticas de gestão.

“A Jornada espelha essas boas práticas, revelando um caminho bem acertado para que Sergipe continue a cuidar bem de suas crianças”, ressaltou a representante da Fiocruz. Também a representante do Ministério da Saúde, Ana Paula Caramschi, observou que a MNSL é uma entidade que apoia e ajuda o SUS, despontando hoje no país, como uma das maiores referências no Método Canguru, que promove o desenvolvimento do bebê pele a pele com os pais. “A MNSL dá ao bebê o direito de se desenvolver pele a pele. Isso faz toda diferença na vida do recém-nascido. A melhor incubadora para o bebê é a mãe e o pai. Isso já é provado cientificamente”, assegurou Ana Paula. Ela enfatizou que Sergipe vem colaborando com o Ministério da Saúde na melhoria de práticas para a atenção materna.

A gerente da UTI Neonatal da MNSL, Monique Daniela Cabral, atentou que a expectativa da Jornada é alcançar o maior número possível de pessoas integradas a promover as boas práticas ligadas ao neonatal. “Queremos passar as pessoas presentes todas as evidências ligadas ao período neonatal. Que todos fiquem saciados de conhecimento no tema”, afirmou Monique.

A superintendente da Maternidade Nossa Senhora de Lourdes, Lourivania Prado, atentou que cada jornada trás algo novo e de grande relevância com relação a importância de se compreender e trabalhar a prematuridade dentro das boas práticas. “Esse é um momento de repensar as ações, com humanização, visando levar à sociedade uma reflexão sobre a importância do tema e os profissionais de saúde sobre a qualidade da assistência”, disse.

Homenagem

Lourivania Prado, fez ainda, uma homenagem a médica Carline Rabelo de Oliveira, que deu início no estado a todo um trabalho voltado as boas práticas para prematuridade. Carline foi homenageada in memoriam com uma placa de honra.

Notícia
/ Notícias / saude

V Jornada da Prematuridade discute boas práticas e atenção ao neonatal
O evento que prossegue ao longo desta quinta-feira, 18, acontece em alusão ao Novembro Roxo, mês da prematuridade
Quinta-Feira, 17 de Novembro de 2022

Teve início na quarta-feira, 16, a V Jornada da Prematuridade, realizada pela Secretaria de Estado de Saúde, através da Maternidade Nossa Senhora de Lourdes (MNSL). O evento que prossegue ao longo desta quinta-feira, 18, acontece em alusão ao Novembro Roxo, mês da prematuridade.

A Jornada contou com a participação de servidores da saúde de Sergipe e representantes do Ministério da Saúde e da Fiocruz. A coordenadora de ações nacionais da Fiocruz, Maria Gomes, disse que Sergipe é tido como exemplo no âmbito de maternidade, através da Nossa Senhora de Lourdes, apresentando as melhores práticas de gestão.

“A Jornada espelha essas boas práticas, revelando um caminho bem acertado para que Sergipe continue a cuidar bem de suas crianças”, ressaltou a representante da Fiocruz. Também a representante do Ministério da Saúde, Ana Paula Caramschi, observou que a MNSL é uma entidade que apoia e ajuda o SUS, despontando hoje no país, como uma das maiores referências no Método Canguru, que promove o desenvolvimento do bebê pele a pele com os pais. “A MNSL dá ao bebê o direito de se desenvolver pele a pele. Isso faz toda diferença na vida do recém-nascido. A melhor incubadora para o bebê é a mãe e o pai. Isso já é provado cientificamente”, assegurou Ana Paula. Ela enfatizou que Sergipe vem colaborando com o Ministério da Saúde na melhoria de práticas para a atenção materna.

A gerente da UTI Neonatal da MNSL, Monique Daniela Cabral, atentou que a expectativa da Jornada é alcançar o maior número possível de pessoas integradas a promover as boas práticas ligadas ao neonatal. “Queremos passar as pessoas presentes todas as evidências ligadas ao período neonatal. Que todos fiquem saciados de conhecimento no tema”, afirmou Monique.

A superintendente da Maternidade Nossa Senhora de Lourdes, Lourivania Prado, atentou que cada jornada trás algo novo e de grande relevância com relação a importância de se compreender e trabalhar a prematuridade dentro das boas práticas. “Esse é um momento de repensar as ações, com humanização, visando levar à sociedade uma reflexão sobre a importância do tema e os profissionais de saúde sobre a qualidade da assistência”, disse.

Homenagem

Lourivania Prado, fez ainda, uma homenagem a médica Carline Rabelo de Oliveira, que deu início no estado a todo um trabalho voltado as boas práticas para prematuridade. Carline foi homenageada in memoriam com uma placa de honra.