Notícias

Quarta-Feira, 31 de Janeiro de 2024 ás 10:00:00
Sergipe registra crescimento de 13,7% na geração de empregos em 2023
Em 2023, Sergipe subiu dez posições no estoque de emprego, passando a ocupar a 13ª colocação no ranking nacional; Radar do Emprego, pesquisa divulgada pelo Observatório de Sergipe, aponta que o estado fechou 2023 com um saldo positivo de 13.380 postos de trabalho, 1.620 a mais que em 2022

Dados do Radar do Emprego - boletim divulgado mensalmente pelo Observatório de Sergipe - apontam um crescimento de 13,7% no saldo de postos de trabalho formais no ano de 2023. Em 2023, foram 13.380 novos empregos gerados, 1.620 a mais que no ano de 2022, quando foram registrados 11.760. Em 2023, o estado de Sergipe subiu dez posições no ranking do estoque de emprego, passando a ocupar a 13ª colocação nacional.

Na avaliação do secretário de Estado do Trabalho, Emprego e Empreendedorismo, Jorge Teles, o bom desempenho obtido não é surpresa, mas, sim, é o resultado de todo o trabalho que tem sido desenvolvido pelo Governo do Estado na atração de novas indústrias, no fortalecimento do turismo, na qualificação da mão de obra e dinamização da economia sergipana. “O Governo de Sergipe tem recebido todos os empresários, dialogado, construído um ambiente de negócios, um ambiente institucional que dê tranquilidade para o empresário investir no estado de Sergipe e gerar novos postos de trabalho”, destacou Teles.

O setor que mais gerou emprego foi o de Serviços, com um saldo positivo de 6.521 postos de trabalho, seguido do Comércio, com 3.016, da Indústria, com 2.260, e por fim, a Construção, com 1.919.

O estoque total de empregos em dezembro de 2023, ou seja, o total de pessoas com carteira assinada, foi de 310.182. As informações são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), que também forneceu dados referentes ao saldo de emprego em Sergipe no mês de dezembro, além do acumulado do ano. Considerando a série histórica, esse é o melhor resultado que Sergipe já alcançou.

De acordo com o secretário, Sergipe se destaca também na variação de empregos, onde o estado, no mês de dezembro, teve o terceiro melhor resultado do Brasil e o segundo melhor do Nordeste. “Nós estamos crescendo acima da média do Brasil e do Nordeste na geração de emprego em renda e, sem dúvida nenhuma, o fato de o estado Sergipe ser hoje um canteiro de obras – o governo está realizando ações e obras em todo o estado – também impactam nesse resultado”, ressaltou o gestor.

Avaliação positiva

Neste ano de 2024, o Observatório de Sergipe ganha maior atuação com a Subsecretaria de Estudos e Pesquisas, vinculada à Secretaria Especial de Planejamento, Orçamento e Inovação (Seplan) - secretaria criada neste mês de janeiro pelo Governo do Estado.

O subsecretário de Estudos e Pesquisas, Ciro Brasil, destacou o resultado dos dados divulgados pelo Radar Sergipe. “Foi um ano positivo, porque, além de superarmos o desempenho de 2022, tivemos crescimento em quatro dos cinco grandes setores da economia. Muitos empregos em serviços, comércio e indústria, além da construção se destacando como setor que proporcionalmente mais gerou empregos”, explicou.

Para o secretário da Seteem, sem dúvida nenhuma 2023 foi um ano para entrar na história na geração de emprego e renda em Sergipe e, também, preparou as bases para que o ano de 2024 seja ainda melhor. “Porque o Governo do Estado vai intensificar, ainda mais, as políticas públicas para geração de emprego e renda para o sergipano. Porque como bem diz o governador Fabio Mitidieri: o maior programa social que ele pode construir é o emprego digno para o sergipano”, completou Jorge Teles.