Inicio / Notícias / educacao_cultura_esportes
Notícia
Seleção Brasileira masculina de vôlei sentado realiza último treino em Sergipe
A presença das seleções brasileiras de Vôlei Sentado no Estado de Sergipe é uma promoção do Governo do Estado de Sergipe, por meio da Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc) e da Superintendência Especial de Esportes (Supee)
Segunda-Feira, 25 de Janeiro de 2021

A Seleção Brasileira de Vôlei Sentado realizou os últimos treinos da primeira fase de preparação em Sergipe. O treino final foi realizado em Aracaju, na quadra do Colégio Master na sexta-feira(22). A seleção masculina já retornou para São Paulo, e no domingo(24), foi a vez da Seleção Brasileira feminina, que durante uma semana treinará em terras sergipanas, seguindo o mesmo roteiro da equipe masculina. 

Esta é a primeira fase de treinamento dessas seleções, que se preparam para representar o Brasil na Paralimpíada 2021, que será realizada em de Tóquio, capitão do Japão, entre os dias 24 de agosto e 5 de setembro. Todas as outras fases serão desenvolvidas no moderno Centro de Treinamento Paralímpico, na cidade de São Paulo (SP). A presença das seleções brasileiras de Vôlei Sentado no Estado de Sergipe é uma promoção do Governo do Estado de Sergipe, por meio da Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc) e da Superintendência Especial de Esportes (Supee).

Para o presidente da Confederação Brasileira de Voleibol para Deficientes (CBVD), o sergipano Ângelo Alves Neto, foi uma excelente opção iniciar os treinamentos em Sergipe. Depois as seleções voltam a São Paulo, onde seguem a programação até o embarque para Tóquio.

“É muito importante a gente iniciar essa fase de treinamento com o calor dos sergipanos. A ideia foi nossa, pois a CBVD disse que só iniciaria os treinos em fevereiro. Então procurei a superintendente de Esportes, Maria Dantas, que imediatamente abraçou a ideia, e aqui estamos, aproveitando toda a estrutura do ginásio Chico do Cantagalo, em Itabaiana. Um ginásio moderno, que não fica nada a dever às grandes praças de esportes do Brasil. Estamos voltando agora depois de uma parada. Mas os atletas renderam bem. Pudemos ver que o pessoal está muito bem preparado e com o desejo de conquistar um pódio em Tóquio. Esse é o nosso grande objetivo”, comentou.

Entre os selecionados, a presença de um sergipano, Kleber Mello, que treina com dedicação e diz que a expectativa para chegar a Tóquio e conquistar uma medalha é muito grande. “A minha expectativa primeiro é treinar bastante, fazer o que o professor manda, alcançar os objetivos para acertar o passe, a defesa, o ataque, somar juntamente com a equipe. Mas eu quero dar o meu melhor dentro de quadra, para alcançar os objetivos e assim, somar. Com fé em Deus, irei para Tóquio e representarei Sergipe lá. Quero trazer essa tão sonhada medalha”, disse.

O técnico da seleção, Célio Cesar Mediato, avaliou como positiva a presença da seleção em solo sergipano, dando início à caminhada rumo a Tóquio. “A gente já esperava retornar os treinamentos o quanto antes. A nossa última fase de treinamentos foi no dia 17 de março de 2020. No dia seguinte estourou a pandemia, e o Brasil virou um caos, infelizmente. Aqui está sendo muito proveitoso, ginásio muito bom, o carinho de todos vocês. Está sendo maravilhoso e muito produtivo. Nossa expectativa é fazer o melhor trabalho possível para conseguir conquistar uma medalha.  A nossa equipe ainda não tem medalhas em paraolimpíadas, só o feminino tem, mas nós temos três medalhas em mundiais, então a gente precisa medalhar em Tóquio”, concluiu.

Notícia
/ Notícias / educacao_cultura_esportes

Seleção Brasileira masculina de vôlei sentado realiza último treino em Sergipe
A presença das seleções brasileiras de Vôlei Sentado no Estado de Sergipe é uma promoção do Governo do Estado de Sergipe, por meio da Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc) e da Superintendência Especial de Esportes (Supee)
Segunda-Feira, 25 de Janeiro de 2021

A Seleção Brasileira de Vôlei Sentado realizou os últimos treinos da primeira fase de preparação em Sergipe. O treino final foi realizado em Aracaju, na quadra do Colégio Master na sexta-feira(22). A seleção masculina já retornou para São Paulo, e no domingo(24), foi a vez da Seleção Brasileira feminina, que durante uma semana treinará em terras sergipanas, seguindo o mesmo roteiro da equipe masculina. 

Esta é a primeira fase de treinamento dessas seleções, que se preparam para representar o Brasil na Paralimpíada 2021, que será realizada em de Tóquio, capitão do Japão, entre os dias 24 de agosto e 5 de setembro. Todas as outras fases serão desenvolvidas no moderno Centro de Treinamento Paralímpico, na cidade de São Paulo (SP). A presença das seleções brasileiras de Vôlei Sentado no Estado de Sergipe é uma promoção do Governo do Estado de Sergipe, por meio da Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc) e da Superintendência Especial de Esportes (Supee).

Para o presidente da Confederação Brasileira de Voleibol para Deficientes (CBVD), o sergipano Ângelo Alves Neto, foi uma excelente opção iniciar os treinamentos em Sergipe. Depois as seleções voltam a São Paulo, onde seguem a programação até o embarque para Tóquio.

“É muito importante a gente iniciar essa fase de treinamento com o calor dos sergipanos. A ideia foi nossa, pois a CBVD disse que só iniciaria os treinos em fevereiro. Então procurei a superintendente de Esportes, Maria Dantas, que imediatamente abraçou a ideia, e aqui estamos, aproveitando toda a estrutura do ginásio Chico do Cantagalo, em Itabaiana. Um ginásio moderno, que não fica nada a dever às grandes praças de esportes do Brasil. Estamos voltando agora depois de uma parada. Mas os atletas renderam bem. Pudemos ver que o pessoal está muito bem preparado e com o desejo de conquistar um pódio em Tóquio. Esse é o nosso grande objetivo”, comentou.

Entre os selecionados, a presença de um sergipano, Kleber Mello, que treina com dedicação e diz que a expectativa para chegar a Tóquio e conquistar uma medalha é muito grande. “A minha expectativa primeiro é treinar bastante, fazer o que o professor manda, alcançar os objetivos para acertar o passe, a defesa, o ataque, somar juntamente com a equipe. Mas eu quero dar o meu melhor dentro de quadra, para alcançar os objetivos e assim, somar. Com fé em Deus, irei para Tóquio e representarei Sergipe lá. Quero trazer essa tão sonhada medalha”, disse.

O técnico da seleção, Célio Cesar Mediato, avaliou como positiva a presença da seleção em solo sergipano, dando início à caminhada rumo a Tóquio. “A gente já esperava retornar os treinamentos o quanto antes. A nossa última fase de treinamentos foi no dia 17 de março de 2020. No dia seguinte estourou a pandemia, e o Brasil virou um caos, infelizmente. Aqui está sendo muito proveitoso, ginásio muito bom, o carinho de todos vocês. Está sendo maravilhoso e muito produtivo. Nossa expectativa é fazer o melhor trabalho possível para conseguir conquistar uma medalha.  A nossa equipe ainda não tem medalhas em paraolimpíadas, só o feminino tem, mas nós temos três medalhas em mundiais, então a gente precisa medalhar em Tóquio”, concluiu.