Inicio / Notícias / educacao_cultura_esportes
Notícia
Formação Continuada entre colaboradores fortalece a qualificação profissional em Educação Especial
Quinta-Feira, 13 de Agosto de 2020

A Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura, por meio do Centro de Referência em Educação Especial (Creese), vinculado ao Departamento de Apoio ao Sistema Educacional (Dase), dará continuidade à Formação Continuada realizada entre os colaboradores da instituição e iniciada em julho deste ano. 

Nos dias 19 e 26 de agosto, o Creese dará continuidade ao quarto e último encontro sob o tema “Classificação Internacional de Funcionalidade (CIF) enquanto instrumento na avaliação biopsicossocial”, ministrada pelo professor e psicólogo do Creese, Anderson Xavier. O encontro ocorre semanalmente, às quartas-feiras, no horário das 8h às 11h, por meio do Google Meet. 

As atividades da formação versam sobre os aspectos na avaliação biopsicossocial com deficiência e/ou na dificuldade de aprendizagem dos alunos matriculados na Rede Estadual Pública de Ensino de Sergipe, e acontecerá até outubro deste ano, de modo que a ação objetiva tratar de possibilidades em meio ao que todos vivem em virtude da pandemia do novo coronavírus.

O diretor do Creese, Anderson Araujo, salienta que neste momento está direcionando a atenção à formação e ao diálogo com os colaboradores da unidade, sob a perspectiva de qualificação profissional dos colaboradores que atuam no centro de referência. Em encontros anteriores, o professor e psicólogo Anselmo Francisco de Oliveira promoveu reflexões acerca dos impedimentos nas funções e na estrutura do corpo (possibilidades físicas), fatores socioambientais (onde e como vive), aspectos psicológicos e pessoais (desejos próprios), limitação no desempenho de atividades e restrição de participação, como a acessibilidade.

“Em função da pandemia e do trabalho remoto, o Creese se reinventa e dá vazão à formação continuada, tendo seus próprios colaboradores como debatedores das experiências e formação compartilhada”, disse o diretor. 

 

 

Notícia
/ Notícias / educacao_cultura_esportes

Formação Continuada entre colaboradores fortalece a qualificação profissional em Educação Especial
Quinta-Feira, 13 de Agosto de 2020

A Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura, por meio do Centro de Referência em Educação Especial (Creese), vinculado ao Departamento de Apoio ao Sistema Educacional (Dase), dará continuidade à Formação Continuada realizada entre os colaboradores da instituição e iniciada em julho deste ano. 

Nos dias 19 e 26 de agosto, o Creese dará continuidade ao quarto e último encontro sob o tema “Classificação Internacional de Funcionalidade (CIF) enquanto instrumento na avaliação biopsicossocial”, ministrada pelo professor e psicólogo do Creese, Anderson Xavier. O encontro ocorre semanalmente, às quartas-feiras, no horário das 8h às 11h, por meio do Google Meet. 

As atividades da formação versam sobre os aspectos na avaliação biopsicossocial com deficiência e/ou na dificuldade de aprendizagem dos alunos matriculados na Rede Estadual Pública de Ensino de Sergipe, e acontecerá até outubro deste ano, de modo que a ação objetiva tratar de possibilidades em meio ao que todos vivem em virtude da pandemia do novo coronavírus.

O diretor do Creese, Anderson Araujo, salienta que neste momento está direcionando a atenção à formação e ao diálogo com os colaboradores da unidade, sob a perspectiva de qualificação profissional dos colaboradores que atuam no centro de referência. Em encontros anteriores, o professor e psicólogo Anselmo Francisco de Oliveira promoveu reflexões acerca dos impedimentos nas funções e na estrutura do corpo (possibilidades físicas), fatores socioambientais (onde e como vive), aspectos psicológicos e pessoais (desejos próprios), limitação no desempenho de atividades e restrição de participação, como a acessibilidade.

“Em função da pandemia e do trabalho remoto, o Creese se reinventa e dá vazão à formação continuada, tendo seus próprios colaboradores como debatedores das experiências e formação compartilhada”, disse o diretor.