Notícias
Notícias
Segunda-Feira, 06 de Fevereiro de 2023 ás 15:30:00
Diretores de escolas estaduais do Baixo São Francisco alinham gestão pedagógica e administrativa
Encontros serviram para promover a integração das equipes diretivas e planejar ações com foco no alcance das metas para o sucesso dos alunos da rede estadual

A série de encontros com diretores das 319 escolas da rede estadual de ensino de Sergipe foi finalizada nesta segunda-feira, 6, com a participação dos 34 diretores das escolas do baixo São Francisco. Na abertura do encontro, o secretário de Estado da Educação e da Cultura, Zezinho Sobral, destacou que, junto com ele, todos os gestores são secretários na condução e possuem um denominador comum: o sucesso do aluno. Na programação, apresentaram-se as equipes da Seduc, a exemplo dos departamentos de Recursos Humanos, do Financeiro, de Apoio ao Sistema Educacional, de Educação, entre outros.

A importância de promover a integração da equipe foi ressaltada pelo secretário Zezinho Sobral, neste quinto encontro com diretores de escolas. “Somos 320 secretários de Educação. Estamos unidos no processo de trabalho de conhecimento, de nivelamento, de avaliação e propostas da rede. É momento de planejar, estabelecer metas em conjunto com os diretores e focar no aluno. Todos os diretores são professores concursados e efetivos da rede. E integração e harmonia fazem parte do nosso caminhar”, disse.

O gestor agradeceu em nome dos alunos a cada um dos diretores. “Agradeço a todos pelo compromisso com a Educação de Sergipe e por terem participado deste processo seletivo na disposição de servir. Somos construtores de um projeto de gestão, de consciência, de responsabilidade”, destacou.

Dentre os diretores presentes, o professor Gilcleverton Gois de Barros, pela segunda vez diretor da Escola Estadual Graccho Cardoso, em Propriá, ressaltou a importância de uma reforma nessa unidade escolar e disse que perseguirá o cumprimento do plano de gestão posto em prática em 2019, mas que teve de ser reestruturado por conta da pandemia. “A reforma da escola será uma das metas. Proporemos a continuidade do Plano de Gestão. Já mapeamos os alunos em situação de risco, a criação de turmas do Prosic e da Ejaem e avançaremos na condução da melhoria da distorção idade/série”, ressaltou.

O diretor da Regional do Baixo São Francisco, sediada em Propriá, Max Cardoso Silva, afirmou que continuará orientando os diretores de escolas a focarem nos índices pedagógicos e no crescimento das notas de avaliação interna.

Segundo ele, serão desenvolvidas ações do Plano de Gestão que até então passou por reformulações por conta da pandemia, além de inovar a gestão com práticas motivacionais. “Vamos levar ações motivacionais justamente para evitar a evasão escolar e o abandono, tornando a escola atraente”, disse.

Compartilhe            
Notícia
/ Notícias / educacao_cultura_esportes

Diretores de escolas estaduais do Baixo São Francisco alinham gestão pedagógica e administrativa
Encontros serviram para promover a integração das equipes diretivas e planejar ações com foco no alcance das metas para o sucesso dos alunos da rede estadual
Segunda-Feira, 06 de Fevereiro de 2023 ás 15:30:00

A série de encontros com diretores das 319 escolas da rede estadual de ensino de Sergipe foi finalizada nesta segunda-feira, 6, com a participação dos 34 diretores das escolas do baixo São Francisco. Na abertura do encontro, o secretário de Estado da Educação e da Cultura, Zezinho Sobral, destacou que, junto com ele, todos os gestores são secretários na condução e possuem um denominador comum: o sucesso do aluno. Na programação, apresentaram-se as equipes da Seduc, a exemplo dos departamentos de Recursos Humanos, do Financeiro, de Apoio ao Sistema Educacional, de Educação, entre outros.

A importância de promover a integração da equipe foi ressaltada pelo secretário Zezinho Sobral, neste quinto encontro com diretores de escolas. “Somos 320 secretários de Educação. Estamos unidos no processo de trabalho de conhecimento, de nivelamento, de avaliação e propostas da rede. É momento de planejar, estabelecer metas em conjunto com os diretores e focar no aluno. Todos os diretores são professores concursados e efetivos da rede. E integração e harmonia fazem parte do nosso caminhar”, disse.

O gestor agradeceu em nome dos alunos a cada um dos diretores. “Agradeço a todos pelo compromisso com a Educação de Sergipe e por terem participado deste processo seletivo na disposição de servir. Somos construtores de um projeto de gestão, de consciência, de responsabilidade”, destacou.

Dentre os diretores presentes, o professor Gilcleverton Gois de Barros, pela segunda vez diretor da Escola Estadual Graccho Cardoso, em Propriá, ressaltou a importância de uma reforma nessa unidade escolar e disse que perseguirá o cumprimento do plano de gestão posto em prática em 2019, mas que teve de ser reestruturado por conta da pandemia. “A reforma da escola será uma das metas. Proporemos a continuidade do Plano de Gestão. Já mapeamos os alunos em situação de risco, a criação de turmas do Prosic e da Ejaem e avançaremos na condução da melhoria da distorção idade/série”, ressaltou.

O diretor da Regional do Baixo São Francisco, sediada em Propriá, Max Cardoso Silva, afirmou que continuará orientando os diretores de escolas a focarem nos índices pedagógicos e no crescimento das notas de avaliação interna.

Segundo ele, serão desenvolvidas ações do Plano de Gestão que até então passou por reformulações por conta da pandemia, além de inovar a gestão com práticas motivacionais. “Vamos levar ações motivacionais justamente para evitar a evasão escolar e o abandono, tornando a escola atraente”, disse.