SETUR
Secretaria de Estado do Turismo

Notícias

Turismo religioso é importante indutor do desenvolvimento regional em Sergipe
Estado possui importantes manifestações religiosas que atraem turistas de várias partes; política integrada do Governo de Sergipe busca fortalecer e aquecer destinos que atraem fiéis de várias partes do estado e do país
Domingo, 12 de Março de 2023

O Governo de Sergipe, preocupado em diversificar as atrações turísticas ofertadas pelo estado, tem investido em projetos que fomentam o turismo religioso. A Romaria do Senhor dos Passos, que acontece no município de São Cristóvão, durante a Quaresma, é uma das celebrações religiosas mais tradicionais do estado. Interrompida durante o período da pandemia, agora em 2023 voltou a acontecer e atraiu um público em torno de 100 mil pessoas, ampliando a perspectiva de novos mercados, empregos e movimentando, de forma significativa, a economia regional.

E para fortalecer ainda mais o turismo religioso na quarta cidade mais antiga do país, o Governo de Sergipe está executando a obra do ‘Caminho Santa Dulce dos Pobres’, que deve atrair milhares de turistas ao município. O percurso ligará Aracaju ao Centro Histórico de São Cristóvão. O roteiro compreenderá cerca de 17 km, e está previsto para ser iniciado na Paróquia Irmã Dulce dos Pobres, no bairro Aruana, em Aracaju, com ponto de chegada no Convento do Carmo, em São Cristóvão, onde a religiosa morou por mais de um ano. Com investimentos de R$ 13.974.557,00 e executada por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano e Infraestrutura (Sedurbi), a previsão é que a obra seja concluída no mês de dezembro.

Silvana Silva dos Santos é um dos milhares romeiros que se dirigiram a São Cristóvão, no último final de semana. De Lagarto, ela percorreu a pé, durante 16 horas, o trajeto até o Centro de São Cristóvão. Para ela, participar de eventos religiosos como a Romaria do Senhor dos Passos representa um ato, sobretudo, de devoção e fé. “É a primeira vez que participo e estou encantada. É uma romaria muito bonita e emocionante. Vale a pena participar, com certeza”, frisou a romeira, que fez questão de dizer que não foi pagar nenhuma promessa. “Não vim pedir nada, só agradecer”

Realizada há mais de 200 anos, a Romaria do Senhor dos Passos sempre ocorre no período quaresmal, em preparação para a Páscoa, e é uma das maiores manifestações religiosas do Nordeste, iniciada depois que a imagem do santo foi encontrada num rio próximo a São Cristóvão. Em 2015, passou a ser reconhecida como Patrimônio Cultural de Natureza Imaterial do Estado de Sergipe. Segundo o frei Pedro Rangel, pároco da Paróquia Nossa Senhora da Vitória, em São Cristóvão, o que motiva essas pessoas a participarem da manifestação religiosa é a crença em Cristo. “É algo penitencial onde as pessoas confiam a sua vida ao sacrifício de Cristo. As pessoas olham para o Cristo, confortam os seus sofrimentos e pedem a ele, que carregou a cruz por amor para nos salvar, a força para carregar as cruzes do dia a dia. É uma romaria que atrai muita gente por conta da imagem do Senhor dos Passos”, disse o frei.

Há 19 anos, Edivânia Fontes dos Santos organiza um grupo que sai de Lagarto, na região centro-sul do estado, para a Romaria do Senhor dos Passos. Ela conta que, no início, eram 18 romeiros. Hoje, o grupo já conta com 88. “É muito gratificante para mim, a cada dia eu tenho mais motivação para organizar toda a parte de segurança, alimentação e escolta. Muitas pessoas novas estão participando, com vontade de agradecer ao Senhor dos Passos pelo tempo que a gente passou em casa, com saúde, é a sede de vivenciar a parte católica”, contou Edivânia, moradora do povoado Várzea dos Cágados.

Economia aquecida

A circulação de romeiros e turistas, durante o período de evento, movimenta e aquece a economia local. Todo esse potencial despertou o interesse do comerciante de artigos religiosos Gilberto Gabriel da Silva, morador do município de Dois Riachos, em Alagoas. Para o empreendedor, que trabalha há mais de oito anos comercializando artigos religiosos, a Romaria do Senhor dos Passos é a oportunidade adquirir uma renda extra.

“Percorro festas religiosas comercializando artigos religiosos e imagens de santos. Já participei da festa de Divina Pastora, Nossa Senhora Aparecida, Nossa Senhora da Gloria e Propriá. Participarei das festas religiosas que tiver, porque atrai muita gente e é a oportunidade da ter uma renda a mais. Essa já é a quinta vez que venho para festa do Senhor dos Passos. É uma festa muito boa. A expectativa é muita positiva porque as pessoas participam das celebrações e aproveitam para adquirir os nossos produtos”, expôs.

A Romaria vem crescendo e hoje se consagra como uma das maiores do Nordeste é o que aponta a presidente da Fundação de Cultura do município de São Cristóvão, Paola Santana. “É fundamental para gerar economia criativa no município, para que entre dinheiro na cidade. A gente garante a realização desse evento por entender a importância para a cidade e para proporcionar um acolhimento também”.

Para o prefeito de São Cristóvão, Marcos Santana, a Romaria do Senhor dos Passos, assim como a Procissão do Fogaréu, Corpus Christi e Santa Dulce dos Pobres, apresenta grande potencial de atração turística para a região. “Nós da administração municipal não olvidamos esforços para fazermos investimentos elevados, inclusive não somente na festa propriamente dita, mas também na infraestrutura, criação de espaços que potencializem ainda mais a festa. No caso específico do Senhor dos Passos, o investimento direto da prefeitura foi de mais de R$ 220 mil para que aconteça o evento religioso, além do que a gente disponibiliza com toda a estrutura do município como SMTT, Secretaria de Saúde, Secretaria de Assistência Social, inclusive, com atividades que vão além daquilo que é o objetivo do evento”, declarou.

Os turistas que visitam o município de São Cristóvão pela sua tradição religiosa, receberam, na última semana, o Mirante do Cristo Redentor totalmente revitalizado. Construído no início do século 20, o monumento foi revitalizado, num investimento de mais de R$ 2,6 milhões, que contemplou a construção de um restaurante panorâmico, e área de um mirante, com escadaria. “É um equipamento novo, como nunca antes aqui, e que tem como objetivo também atrair o público, não somente o turista religioso, como também o turista que vem apreciar o local. Então é mais um equipamento do turismo aqui em São Cristóvão que a gente está requalificando”, destacou o gestor.

Outros roteiros religiosos

O ‘Caminho Santa Dulce dos Pobres’ também deve atrair muitos turistas a São Cristóvão. A obra, executada pelo Governo do Estado, está na fase de terraplanagem e, de acordo com a Diretoria de Obras, Habitação e Regularização Fundiária da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano e Infraestrutura (Sedurbi), a próxima etapa estará voltada para o início da implantação de 73.577,00 mil m² de pavimentação em paralelepípedo.

Ciente da importância dessas manifestações, a Secretaria de Estado do Turismo (Setur) tem o papel essencial de proporcionar o apoio e o fomento necessários para a realização e a divulgação de eventos com foco no turismo religioso. Por isso, nesse início de gestão, a Setur tem dialogado com os municípios onde há eventos religiosos com potencial turístico.

Para o secretário de Estado do Turismo, Marcos Franco, os benefícios do turismo religioso são evidenciados no desenvolvimento local e no aquecimento do setor em Sergipe. “Temos cidades históricas onde o poder das manifestações religiosas atrai milhares de fiéis a cada ano, a exemplo de Divina Pastora e Laranjeiras. Destaque para São Cristóvão que celebra a Romaria do Senhor dos Passos. Ali, romeiros de diversos municípios sergipanos e até de outros estados professam a fé católica com um misto de respeito e alegria diante das tradições religiosas”.

Outro roteiro de turismo religioso que está sendo negociado pelo Governo de Sergipe, por meio da Setur, é em Carmópolis, junto com a prefeita de Carmópolis, Esmeralda Cruz, e o vice-prefeito, Hyago França, para alinhar alguns pontos do empreendimento ‘Cidade Bíblica’, que será voltado ao turismo religioso naquele município do leste sergipano. Em parceria com o Grupo AMMalls, o evento vai fomentar o turismo não apenas na região, mas, também, em todo o estado. "Buscamos, assim, trazer mais visibilidade a esses eventos por meio de fomento e da orientação técnica”, explicou o secretário de Estado do Turismo, Marcos Franco.

Ainda segundo o secretário, o objetivo é que os eventos tenham uma proposta mais mercadológica, que consiga movimentar a cadeia produtiva e a economia do turismo, além de todos os serviços associados à atividade, seja de forma direta ou indireta. “Para tanto, estamos iniciando essas tratativas, fazendo levantamentos e diagnósticos para, ainda em março, apresentar o calendário de eventos, dando destaque também para essa atividade religiosa, junto com o trabalho técnico da Secretaria”, acrescentou Marcos Franco.

Laranjeiras

Município com um rico calendário religioso, Laranjeiras chama a atenção para a Semana Santa, Festa de Reis e a tradicional Festa do Padroeiro Sagrado Coração de Jesus. Além das festividades voltadas ao catolicismo, há celebrações ligadas às religiões de matrizes africanas, muito fortes também em Laranjeiras.

Para o secretário municipal da Cultura de Laranjeiras, Plácido Lira, toda forma de turismo, desde que bem planejada e explorada, é importante. “Laranjeiras tem várias potencialidades, dentre as quais o turismo religioso que já está sendo trabalhado com vistas a oferecer um bom produto aos nossos turistas, criando oportunidades de emprego e renda. Com isso, aqueceremos a nossa economia, pois fazer turismo é fazer negócio”, disse. Ele informou também que a prefeitura vai trabalhar em conjunto com a Fecomércio/SE, por meio do projeto ‘Vai Turismo’, visando explorar o turismo religioso em Laranjeiras. “Temos as parcerias com a Setur, com os órgãos do Sistema S e as prefeituras de São Cristóvão, Itabaianinha e Tobias Barreto, também inseridas no projeto”, informou.

O secretário municipal destacou também que o turismo de Laranjeiras será impulsionado com a construção de um restaurante escola do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) e de um hotel escola do Serviço Social do Comercio (Sesc).

Divina Pastora

O turismo religioso no município de Divina Pastora, no leste do estado, é marcado pela tradicional peregrinação, que sai de Riachuelo ao município e acontece no mês de outubro, com destino ao Santuário de Divina Pastora (padroeira de Sergipe), construído no século XIX e tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico (Iphan).

Com o objetivo de fomentar ainda mais o turismo religioso na região, o Governo do Estado executa a reforma da praça localizada no centro do município. O local acolhe, anualmente, milhares de romeiros que participam da peregrinação, considerada Patrimônio Imaterial de Sergipe.

Para a prefeita Divina Pastora, Clara Rollemberg, fomentar o turismo religioso é também uma forma de promover o desenvolvimento local. “Divina Pastora é a casa da Padroeira do Estado de Sergipe. É aqui que milhares de devotos se dirigem para pagar suas promessas, agradecer, louvar. Por isso, a prefeitura está investindo o máximo para melhorar a infraestrutura do município. Vale salientar o quanto a parceria do Governo de Sergipe está sendo importante. A praça central, ao lado do Santuário, está sendo completamente reestruturada pelo Estado, com idealização do Projetar-SE. Enfim, nós estamos aos poucos melhorando, com o objetivo de proporcionar bem-estar para as pessoas, e, no âmbito geral, a maior manifestação católica de Sergipe”, destacou.