Inicio / Notícias / saude
Notícia
Case atende mais de 24 mil pacientes com entrega domiciliar no primeiro quadrimestre do ano
Foram 25.740 kits de ostomia levados aos pacientes em suas casas e 23.321 entregas de medicamentos e insumos, segundo dados da unidade gerida pela Secretaria de Estado da Saúde
Quarta-Feira, 09 de Junho de 2021

O Centro de Atenção à Saúde de Sergipe (Case) atendeu no primeiro quadrimestre deste ano 24.749 pacientes com a execução do serviço de entrega domiciliar a usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) que residem no município de Aracaju. Foram 25.740 kits de ostomia levados aos pacientes em suas casas e 23.321 entregas de medicamentos e insumos, segundo dados da unidade gerida pela Secretaria de Estado da Saúde (SES).

O serviço de entrega domiciliar de medicamentos e insumos foi implantado em Aracaju em 2008, para garantir que pacientes transplantados, renais crônicos, idosos e pessoas com necessidades especiais que não podiam ir à unidade, não sofressem interrupção no tratamento. Com a pandemia, o serviço foi ampliado para todos os usuários do Case que moram na capital com o objetivo de evitar aglomerações, prevenir a transmissão da Covid-19 e garantir a biossegurança dos pacientes.  

Quanto aos usuários do interior do Estado cadastrados no Centro de Atenção à Saúde, eles continuam a se utilizar do Serviço de Atendimento ao Preposto, instalado nos municípios sergipanos para servir de intermediário entre o Case e o usuário. O Preposto retira o medicamento e o entrega ao paciente. 

Notícia
/ Notícias / saude

Case atende mais de 24 mil pacientes com entrega domiciliar no primeiro quadrimestre do ano
Foram 25.740 kits de ostomia levados aos pacientes em suas casas e 23.321 entregas de medicamentos e insumos, segundo dados da unidade gerida pela Secretaria de Estado da Saúde
Quarta-Feira, 09 de Junho de 2021

O Centro de Atenção à Saúde de Sergipe (Case) atendeu no primeiro quadrimestre deste ano 24.749 pacientes com a execução do serviço de entrega domiciliar a usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) que residem no município de Aracaju. Foram 25.740 kits de ostomia levados aos pacientes em suas casas e 23.321 entregas de medicamentos e insumos, segundo dados da unidade gerida pela Secretaria de Estado da Saúde (SES).

O serviço de entrega domiciliar de medicamentos e insumos foi implantado em Aracaju em 2008, para garantir que pacientes transplantados, renais crônicos, idosos e pessoas com necessidades especiais que não podiam ir à unidade, não sofressem interrupção no tratamento. Com a pandemia, o serviço foi ampliado para todos os usuários do Case que moram na capital com o objetivo de evitar aglomerações, prevenir a transmissão da Covid-19 e garantir a biossegurança dos pacientes.  

Quanto aos usuários do interior do Estado cadastrados no Centro de Atenção à Saúde, eles continuam a se utilizar do Serviço de Atendimento ao Preposto, instalado nos municípios sergipanos para servir de intermediário entre o Case e o usuário. O Preposto retira o medicamento e o entrega ao paciente.