Inicio / Notícias / inclusao-social
Notícia
Acolhidos pela Casa de Passagem Estadual visitam Oceanário de Aracaju
No total, 12 pessoas acolhidas pela instituição puderam conhecer o Projeto Tamar, através de palestra educativa, e conhecer os animais que habitam nos aquários e tanques do espaço
Terça-Feira, 13 de Agosto de 2019

Na manhã desta terça-feira (13), os acolhidos da Casa de Passagem Estadual realizaram um passeio especial ao Oceanário de Aracaju. No total, 12 pessoas acolhidas pela instituição puderam conhecer o Projeto Tamar, através de palestra educativa, e conhecer os animais que habitam nos aquários e tanques do espaço. O equipamento é administrado pela secretaria de Estado da Inclusão, Assistência Social e do Trabalho (Seit), e se destina a abrigamento temporário de pessoas em situação de rua ou em trânsito, em situação de vulnerabilidade social.

A coordenadora da Casa de Passagem, Jainne Oliveira, conta que esta foi a primeira atividade externa do grupo. “Esse passeio foi pensado com o intuito de conscientizá-los em relação ao meio ambiente e, com essa atividade externa, fazer com que eles se sintam integrados ao ambiente. Nós insistimos muito para que eles viessem, pois às vezes eles não se sentem parte da sociedade e é muito importante que eles se sintam acolhidos em outros locais”, afirma.

O Projeto Tamar, que criou e mantém o Oceanário de Aracaju, tem como principal objetivo o trabalho de educação ambiental junto às comunidades, como explica o educador ambiental Wesley Daltro. “Periodicamente, trazemos vários grupos para fazer essa visita e conhecer as partes principais do nosso projeto, contando a nossa história, a história dos animais. Temos aqui espécies de tartarugas marinhas, tubarões, crustáceos, arraias, entre outros animais. A nossa ferramenta principal é a educação ambiental e é muito gratificante, porque sentimos que através do nosso trabalho de conscientização, estamos deixando uma sementinha na consciência de cada um que nos visita”, conta.

Um dos acolhidos da Casa de Passagem e que participou do passeio foi o alagoano José Maciel da Conceição, que ficou maravilhado ao ver os animais. “Ainda não conhecia o Oceanário, só via esses animais na televisão. Para mim, esse passeio foi uma benção, porque a natureza é linda, uma dádiva. Eu gostei muito. Temos que preservar a natureza, não podemos jogar lixo na praia. Com esse passeio, eu tive a oportunidade de poder conhecer animais que não tinha visto ainda de perto”, conta.

O baiano Jucival dos Santos está há dois meses em Aracaju e elogia o acolhimento e o apoio dado pela Casa de Passagem. “Já conhecia o Projeto Tamar da Praia do Forte, mas é a primeira vez que venho no Oceanário de Aracaju. Eu admiro muito esse tipo de ação que preserva a vida marinha, pois eu sou pescador e filho de pescadores e sei que temos que preservar a natureza. Agradeço muito por essa oportunidade dada através da Casa de Passagem, que nos dá um suporte absoluto. Estou muito feliz em estar aqui”, disse.