Inicio / Notícias / governo
Notícia
Belivaldo se despede do governo entregando novos trechos da Orla Sul
"Dei tudo de mim, fiz o que tinha ao meu alcance, enfrentei a quebradeira do Estado, enfrentei a pandemia, cheguei para resolver e resolvi”, diz Belivaldo em ato
Quinta-Feira, 29 de Dezembro de 2022

Em seu último ato como governador de Sergipe, antes da transmissão oficial do cargo em 1º de janeiro de 2023, Belivaldo Chagas entregou na tarde desta quinta-feira (29), ao lado do governador eleito Fábio Mitidieri, os serviços de adequação urbanística dos trechos 3B, 3C, 3D, 3E, 3F e 3G da Orla Sul. O mais novo cartão-postal de Aracaju se tornou ainda mais majestoso com os novos trechos que contabilizam investimentos de R$ 27,2 milhões em uma extensão de 9,12km. 

Em seu discurso de despedida, Belivaldo destacou os investimentos realizados para potencializar o turismo e gerar desenvolvimento econômico e social para o estado. “Esse é mais um momento extremamente importante de uma obra que ajuda a desenvolver o turismo em nosso estado. A Orla Sul foi uma das primeiras obras que meu governo abarcou e que tivemos a ousadia de fazê-la com recursos do Tesouro do Estado. Assumi o compromisso que faria e hoje estamos entregando 95% da Orla Sul totalmente reconstruída. Esse novo cartão-postal, que atrai turistas para Sergipe, terá uma parte a ser finalizada, que ficará a cargo do governador Fábio Mitidieri, que concluirá com o dinheiro em caixa que estamos deixando. Dei tudo de mim, fiz o que tinha ao meu alcance, enfrentei a quebradeira do Estado, enfrentei a pandemia, cheguei para resolver e resolvi”, afirmou Belivaldo Chagas.

O Trecho 3B tem início nas proximidades do Bar Maré Mansa e se estende até o bar Tropicaliente, compreendendo 1.450 m, com investimento de R$ 4.737.201,79. Já os Trechos 3C, 3D e 3E têm início nas proximidades do Bar Tropicaliente e se estende até o condomínio Morada da Praia I, contemplando um conjunto de 11 bares. São 3.121,00 m, num investimento de R$ 10 milhões. Por fim, os Trechos 3F e 3G têm início nas proximidades do condomínio Morada da Praia I e se estende até av. Dr. José Domingos Maia, sendo 4.549,00 m, com investimento de R$ 12,5mihões.  

Juntos, os trechos entregues nesta quinta-feira (3B ao 3G) somam um investimento de R$ 27.237.201,8, e uma extensão de 9,12 km. Já quando somados também aos trechos entregues anteriormente (01, 02 e 3A) são R$ 54.807.201,79 em investimentos em infraestrutura já entregues à população. Juntos, os trechos 1, 2, 3A, 3B, 3C, 3D, 3E, 3F e 3G possuem extensão de 14,026 km.

O projeto de urbanização da Orla Sul tem a condução da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade (Sedurbs) e da Companhia Estadual de Habitação e Obras Públicas (Cehop), em parceria com a Secretaria de Estado do Turismo (Setur). No local, o secretário de Estado do Turismo, Sales Neto, ressaltou a importância do empreendimento para ampliação da infraestrutura turística do estado. "Essa é uma obra que o governador Belivaldo Chagas priorizou e consegue fazer, praticamente, com recursos próprios. É uma Orla entregue aos sergipanos, mas também aos turistas que vão ter um equipamento de lazer com calçadão, ciclovia, equipamentos esportivos, sendo um diferencial de Sergipe. Um equipamento muito importante para o desenvolvimento do estado", garantiu o secretário.

A gestão e manutenção dos equipamentos urbanos ficarão a cargo da Prefeitura de Aracaju, por meio de termo de cessão de administração. Representando o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira, o presidente da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb), Luiz Roberto, ressaltou o novo momento da capital sergipana, com a entrega de mais uma etapa da Orla. "Em nome do prefeito de Aracaju e de todos os aracajuanos, a nossa palavra é de gratidão por essa belíssima obra, que modifica toda a estrutura da Orla de Atalaia, da rodovia Inácio Barbosa, tudo o que foi colocado à disposição do município de Aracaju, com recursos próprios do Governo do Estado e que vai incrementar cada vez mais o turismo da região, atraindo para Aracaju, turistas e recursos".

Intervenções

O Trecho 3B tem entre as principais intervenções: readequações geométricas na rodovia para ordenamento e melhoria do tráfego; implantação de ciclovia e calçadas para ordenamento dos modais; implantação de bolsões de estacionamento a leste da via; inserção de pequenos equipamentos para serviços urbanos; criação de deck para piquenique e kitesurf; recuperação ambiental e paisagística através da inserção de espécies vegetais; passarela de concreto; implantação de barreiras protetivas da faixa de areia do tráfego de veículos. 

Já os Trechos 3C, 3D e 3E passaram por implantação de ciclovia e calçadas para ordenamento dos modais; implantação de bolsões de estacionamento pavimentados com piso intertravado de concreto; implantação de barreiras protetivas da isolando a faixa de areia do tráfego de veículos; construção de posto policial, salva vidas, estação para PCD, sanitários, quiosques para piqueniques e descanso, quadra poliesportiva, parquinho e espaço PET; iluminação pública ornamental; drenagem pluvial da rodovia; ambientes da Edificação Arquibancadas; quadra(área de jogos); vestiário masculino e feminino; banheiro para portadores de necessidades especiais; depósito; cantina; bilheteria; sala de administração e salas de aquecimento. 

Nos Trechos 3F e 3G também foram feitas a implantação de ciclovia e calçadas para ordenamento dos modais; implantação de bolsões de estacionamento pavimentados com piso intertravado de concreto e paralelepípedo; implantação de barreiras protetivas da isolando a faixa de areia do tráfego de veículos; criação de posto policial, salva vidas, estação para PCD, sanitários, quiosques para piqueniques e descanso, espaço para práticas esportivas, parquinho e espaço PET; iluminação pública e decorativa; drenagem pluvial da rodovia. 

O secretário de Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade, Ubirajara Barreto, comemorou a entrega e já almeja ver Aracaju obter o título de capital com a maior Orla do país. "São vários serviços contemplados nessa inauguração, parte de ciclovias, calçadas e de equipamentos públicos, bem como a parte de contenção. Se for contemplado o que o prefeito Edvaldo Nogueira nos falou, que é ligar essa Orla ao Shopping Riomar, teremos a maior Orla e mais bonita do Brasil. A ideia é ter uma Orla a partir da Orlinha do bairro Industrial, passando pela região dos Mercados, avenida Ivo do Prado, avenida Beira Mar, Shopping Riomar, Orlinha da Coroa do Meio, Orla da Atalaia e, agora, a Orla Sul, chegando aos quase 40 km de extensão com acessibilidade, ciclovias e calçadas, um equipamento público da mais alta utilidade e uma ação bem significante para o turismo sergipano", disse.

Para o governador eleito Fábio Mitidieri, a Orla Sul vai trazer mais recursos para o estado, que, segundo ele, está pronto e saneado. "Quero agradecer ao governador Belivaldo Chagas, porque estou recebendo um estado pronto e saneado. Estou muito feliz de participar de um momento como esse, porque essa obra tem relevância para o nosso turismo, como foi citado pelos secretários, mas também pelo carinho, o zelo, o cuidado com o que ele sempre tratou a coisa pública, fazendo contas para que o dinheiro sobrasse para outras obras. Hoje, podemos dizer que o Estado está preparado, temos fornecedor querendo vender para o Estado, pois sabe que recebe e o nosso compromisso é  de manter a boa gestão, o compromisso com as políticas públicas e, ao mesmo tempo, trazer os investimentos que a gente precisa para gerar emprego e renda para o nosso povo".

Orla Sul

Com investimentos na ordem de R$ 85 milhões, provenientes, na sua maioria, de recursos do Tesouro Estadual, o projeto da Orla Sul se inicia a partir da intersecção da Avenida Santos Dumont com a Rua Deputado Clóvis Rollemberg, no bairro Atalaia, seguindo a faixa litorânea da Rodovia SE-100 (Inácio Barbosa) até o Farol do Mosqueiro, no limite com o município de Itaporanga D'Ajuda, totalizando 17 km, correspondentes aos trechos 1, 2, 3A, 3B, 3C, 3D, 3E, 3F, 3G, 3H e 4.

No valor também está inclusa a reestruturação da Rodovia SE-100, no acesso às praias do litoral sul de Aracaju, que vai do final da Rua Deputado Clóvis Rollemberg até a Praia do Viral, no limite com o município de Itaporanga D'Ajuda, com extensão de aproximadamente 17 km e onde estão sendo investidos R$ 10.237.334,16, por meio do programa Pró-Rodovias I.

O dono de bar Enilson dos Santos garante que fará melhorias em seu estabelecimento para acompanhar a valorização que o local vai ter com a entrega da Orla Sul. "Quando cheguei aqui, há quase 40 anos, só tinha piçarra, então comecei a trabalhar e, agora, eu vejo nessa Orla uma valorização para a gente, que trará melhorias e potencializa o turismo local. Estou muito alegre com essa construção", afirmou.

Quem também comemorou a melhoria no local foi o músico Abraão Gonzaga, que nas horas vagas aproveita para praticar atividade física no novo local. "Só pelo fato de colocar asfalto nesse trecho, já deu uma outra cara para o local. A via era mais estreita e era perigoso transitar por aqui, tanto eu quanto outros ciclistas evitavam passar por aqui por essa questão, agora está uma maravilha para fazer atividade física, para passear, favorecendo a prática esportiva de todos", salientou o ciclista.

Notícia
/ Notícias / governo

Belivaldo se despede do governo entregando novos trechos da Orla Sul
"Dei tudo de mim, fiz o que tinha ao meu alcance, enfrentei a quebradeira do Estado, enfrentei a pandemia, cheguei para resolver e resolvi”, diz Belivaldo em ato
Quinta-Feira, 29 de Dezembro de 2022

Em seu último ato como governador de Sergipe, antes da transmissão oficial do cargo em 1º de janeiro de 2023, Belivaldo Chagas entregou na tarde desta quinta-feira (29), ao lado do governador eleito Fábio Mitidieri, os serviços de adequação urbanística dos trechos 3B, 3C, 3D, 3E, 3F e 3G da Orla Sul. O mais novo cartão-postal de Aracaju se tornou ainda mais majestoso com os novos trechos que contabilizam investimentos de R$ 27,2 milhões em uma extensão de 9,12km. 

Em seu discurso de despedida, Belivaldo destacou os investimentos realizados para potencializar o turismo e gerar desenvolvimento econômico e social para o estado. “Esse é mais um momento extremamente importante de uma obra que ajuda a desenvolver o turismo em nosso estado. A Orla Sul foi uma das primeiras obras que meu governo abarcou e que tivemos a ousadia de fazê-la com recursos do Tesouro do Estado. Assumi o compromisso que faria e hoje estamos entregando 95% da Orla Sul totalmente reconstruída. Esse novo cartão-postal, que atrai turistas para Sergipe, terá uma parte a ser finalizada, que ficará a cargo do governador Fábio Mitidieri, que concluirá com o dinheiro em caixa que estamos deixando. Dei tudo de mim, fiz o que tinha ao meu alcance, enfrentei a quebradeira do Estado, enfrentei a pandemia, cheguei para resolver e resolvi”, afirmou Belivaldo Chagas.

O Trecho 3B tem início nas proximidades do Bar Maré Mansa e se estende até o bar Tropicaliente, compreendendo 1.450 m, com investimento de R$ 4.737.201,79. Já os Trechos 3C, 3D e 3E têm início nas proximidades do Bar Tropicaliente e se estende até o condomínio Morada da Praia I, contemplando um conjunto de 11 bares. São 3.121,00 m, num investimento de R$ 10 milhões. Por fim, os Trechos 3F e 3G têm início nas proximidades do condomínio Morada da Praia I e se estende até av. Dr. José Domingos Maia, sendo 4.549,00 m, com investimento de R$ 12,5mihões.  

Juntos, os trechos entregues nesta quinta-feira (3B ao 3G) somam um investimento de R$ 27.237.201,8, e uma extensão de 9,12 km. Já quando somados também aos trechos entregues anteriormente (01, 02 e 3A) são R$ 54.807.201,79 em investimentos em infraestrutura já entregues à população. Juntos, os trechos 1, 2, 3A, 3B, 3C, 3D, 3E, 3F e 3G possuem extensão de 14,026 km.

O projeto de urbanização da Orla Sul tem a condução da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade (Sedurbs) e da Companhia Estadual de Habitação e Obras Públicas (Cehop), em parceria com a Secretaria de Estado do Turismo (Setur). No local, o secretário de Estado do Turismo, Sales Neto, ressaltou a importância do empreendimento para ampliação da infraestrutura turística do estado. "Essa é uma obra que o governador Belivaldo Chagas priorizou e consegue fazer, praticamente, com recursos próprios. É uma Orla entregue aos sergipanos, mas também aos turistas que vão ter um equipamento de lazer com calçadão, ciclovia, equipamentos esportivos, sendo um diferencial de Sergipe. Um equipamento muito importante para o desenvolvimento do estado", garantiu o secretário.

A gestão e manutenção dos equipamentos urbanos ficarão a cargo da Prefeitura de Aracaju, por meio de termo de cessão de administração. Representando o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira, o presidente da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb), Luiz Roberto, ressaltou o novo momento da capital sergipana, com a entrega de mais uma etapa da Orla. "Em nome do prefeito de Aracaju e de todos os aracajuanos, a nossa palavra é de gratidão por essa belíssima obra, que modifica toda a estrutura da Orla de Atalaia, da rodovia Inácio Barbosa, tudo o que foi colocado à disposição do município de Aracaju, com recursos próprios do Governo do Estado e que vai incrementar cada vez mais o turismo da região, atraindo para Aracaju, turistas e recursos".

Intervenções

O Trecho 3B tem entre as principais intervenções: readequações geométricas na rodovia para ordenamento e melhoria do tráfego; implantação de ciclovia e calçadas para ordenamento dos modais; implantação de bolsões de estacionamento a leste da via; inserção de pequenos equipamentos para serviços urbanos; criação de deck para piquenique e kitesurf; recuperação ambiental e paisagística através da inserção de espécies vegetais; passarela de concreto; implantação de barreiras protetivas da faixa de areia do tráfego de veículos. 

Já os Trechos 3C, 3D e 3E passaram por implantação de ciclovia e calçadas para ordenamento dos modais; implantação de bolsões de estacionamento pavimentados com piso intertravado de concreto; implantação de barreiras protetivas da isolando a faixa de areia do tráfego de veículos; construção de posto policial, salva vidas, estação para PCD, sanitários, quiosques para piqueniques e descanso, quadra poliesportiva, parquinho e espaço PET; iluminação pública ornamental; drenagem pluvial da rodovia; ambientes da Edificação Arquibancadas; quadra(área de jogos); vestiário masculino e feminino; banheiro para portadores de necessidades especiais; depósito; cantina; bilheteria; sala de administração e salas de aquecimento. 

Nos Trechos 3F e 3G também foram feitas a implantação de ciclovia e calçadas para ordenamento dos modais; implantação de bolsões de estacionamento pavimentados com piso intertravado de concreto e paralelepípedo; implantação de barreiras protetivas da isolando a faixa de areia do tráfego de veículos; criação de posto policial, salva vidas, estação para PCD, sanitários, quiosques para piqueniques e descanso, espaço para práticas esportivas, parquinho e espaço PET; iluminação pública e decorativa; drenagem pluvial da rodovia. 

O secretário de Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade, Ubirajara Barreto, comemorou a entrega e já almeja ver Aracaju obter o título de capital com a maior Orla do país. "São vários serviços contemplados nessa inauguração, parte de ciclovias, calçadas e de equipamentos públicos, bem como a parte de contenção. Se for contemplado o que o prefeito Edvaldo Nogueira nos falou, que é ligar essa Orla ao Shopping Riomar, teremos a maior Orla e mais bonita do Brasil. A ideia é ter uma Orla a partir da Orlinha do bairro Industrial, passando pela região dos Mercados, avenida Ivo do Prado, avenida Beira Mar, Shopping Riomar, Orlinha da Coroa do Meio, Orla da Atalaia e, agora, a Orla Sul, chegando aos quase 40 km de extensão com acessibilidade, ciclovias e calçadas, um equipamento público da mais alta utilidade e uma ação bem significante para o turismo sergipano", disse.

Para o governador eleito Fábio Mitidieri, a Orla Sul vai trazer mais recursos para o estado, que, segundo ele, está pronto e saneado. "Quero agradecer ao governador Belivaldo Chagas, porque estou recebendo um estado pronto e saneado. Estou muito feliz de participar de um momento como esse, porque essa obra tem relevância para o nosso turismo, como foi citado pelos secretários, mas também pelo carinho, o zelo, o cuidado com o que ele sempre tratou a coisa pública, fazendo contas para que o dinheiro sobrasse para outras obras. Hoje, podemos dizer que o Estado está preparado, temos fornecedor querendo vender para o Estado, pois sabe que recebe e o nosso compromisso é  de manter a boa gestão, o compromisso com as políticas públicas e, ao mesmo tempo, trazer os investimentos que a gente precisa para gerar emprego e renda para o nosso povo".

Orla Sul

Com investimentos na ordem de R$ 85 milhões, provenientes, na sua maioria, de recursos do Tesouro Estadual, o projeto da Orla Sul se inicia a partir da intersecção da Avenida Santos Dumont com a Rua Deputado Clóvis Rollemberg, no bairro Atalaia, seguindo a faixa litorânea da Rodovia SE-100 (Inácio Barbosa) até o Farol do Mosqueiro, no limite com o município de Itaporanga D'Ajuda, totalizando 17 km, correspondentes aos trechos 1, 2, 3A, 3B, 3C, 3D, 3E, 3F, 3G, 3H e 4.

No valor também está inclusa a reestruturação da Rodovia SE-100, no acesso às praias do litoral sul de Aracaju, que vai do final da Rua Deputado Clóvis Rollemberg até a Praia do Viral, no limite com o município de Itaporanga D'Ajuda, com extensão de aproximadamente 17 km e onde estão sendo investidos R$ 10.237.334,16, por meio do programa Pró-Rodovias I.

O dono de bar Enilson dos Santos garante que fará melhorias em seu estabelecimento para acompanhar a valorização que o local vai ter com a entrega da Orla Sul. "Quando cheguei aqui, há quase 40 anos, só tinha piçarra, então comecei a trabalhar e, agora, eu vejo nessa Orla uma valorização para a gente, que trará melhorias e potencializa o turismo local. Estou muito alegre com essa construção", afirmou.

Quem também comemorou a melhoria no local foi o músico Abraão Gonzaga, que nas horas vagas aproveita para praticar atividade física no novo local. "Só pelo fato de colocar asfalto nesse trecho, já deu uma outra cara para o local. A via era mais estreita e era perigoso transitar por aqui, tanto eu quanto outros ciclistas evitavam passar por aqui por essa questão, agora está uma maravilha para fazer atividade física, para passear, favorecendo a prática esportiva de todos", salientou o ciclista.