Inicio / Notícias / desenvolvimento
Notícia
Centro de Turismo abriga história, arte, cultura e informações turísticas
Localizado no centro de Aracaju, local é um dos pontos turísticos culturais importantes do estado
Segunda-Feira, 20 de Janeiro de 2020

Conhecido pela diversidade e pela expressão da sergipanidade, com rica concentração de artesanato, o Centro de Turismo agrega valor aos atrativos turísticos sergipanos no Centro de Aracaju. Localizado próximo a Catedral Metropolitana, o prédio tombado como patrimônio histórico é dividido entre o Centro de Informações Turísticas, o Museu do Artesanato e Centro Comercial.  

Prestes a completar 110 anos da sua construção, o prédio que já foi escola, faculdade e logo após foi transformado em Centro de Turismo, apresenta uma ótima estrutura, devido às reformas realizadas pelo Governo do Estado ao decorrer dos anos. A mais recente irá completar dois anos no mês de fevereiro, na qual foram investidos R$ 1.537.826,50 provindos do Programa de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur/SE). Os recursos foram destinados à revitalização, acessibilidade e questões de funcionamento e segurança do local.

A gerente de atenção ao turista do estado, Cleuza Albuquerque revela que o prédio possui uma importância arquitetônica e histórica, uma vez que  une elementos do romantismo com o neoclássico na transição do século XIX para o XX.  Cleuza frisa que há 44 anos o prédio é de posse do estado e é dividido de uma maneira pensada para melhor servir ao turista. 

“Atualmente existem o Ponto de informações turísticas, responsável por orientar os visitantes em como se locomover na cidade e indicar pontos de apoio, assim como apresentá-los os pontos turísticos do estado. Existe ainda o Museu do Artesanato de Sergipe, que expõe um rico acervo, composto pelo trabalho de artistas e artesãos sergipanos. São peças feitas em madeira, cerâmica, palha, renda e bordado e existem 29 boxes que comercializam artesanato como rendas, pinturas, souvenirs e outros”, informa.

Os comerciantes e artesãos do local são de grande importância para o seu funcionamento, pois são pessoas que trabalham e se dedicam ao Centro de Turismo há mais de 40 anos, tornando o local bastante acolhedor. Sempre pacientes e dispostos a compartilhar suas experiências. Como comerciante Josefa Oliveira que conta um dos grandes interesses dos turistas que vão ao Centro de Turismo.  “Muitos querem saber da renda irlandesa, que é uma técnica bem difícil, mas algumas das artesãs aqui também produzem”, explica.

Já a comerciante e artesã, Hortência Melo, fala da procura das obras do artista Beto Pezão, conhecido pela sua marca registrada, afinal, suas peças possuem o pé muito maior que o resto do corpo e são conhecidas internacionalmente, em países como a Argentina, Chile e Portugal. O Centro de informações turísticas funciona de segunda a sábado das 7:30 às 11:30 e das 13:00 às 17:00. Já o Centro comercial funciona das 8h às 18h de segunda a sábado e aos domingos das 8h às 12h.

Notícia
/ Notícias / desenvolvimento

Centro de Turismo abriga história, arte, cultura e informações turísticas
Localizado no centro de Aracaju, local é um dos pontos turísticos culturais importantes do estado
Segunda-Feira, 20 de Janeiro de 2020

Conhecido pela diversidade e pela expressão da sergipanidade, com rica concentração de artesanato, o Centro de Turismo agrega valor aos atrativos turísticos sergipanos no Centro de Aracaju. Localizado próximo a Catedral Metropolitana, o prédio tombado como patrimônio histórico é dividido entre o Centro de Informações Turísticas, o Museu do Artesanato e Centro Comercial.  

Prestes a completar 110 anos da sua construção, o prédio que já foi escola, faculdade e logo após foi transformado em Centro de Turismo, apresenta uma ótima estrutura, devido às reformas realizadas pelo Governo do Estado ao decorrer dos anos. A mais recente irá completar dois anos no mês de fevereiro, na qual foram investidos R$ 1.537.826,50 provindos do Programa de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur/SE). Os recursos foram destinados à revitalização, acessibilidade e questões de funcionamento e segurança do local.

A gerente de atenção ao turista do estado, Cleuza Albuquerque revela que o prédio possui uma importância arquitetônica e histórica, uma vez que  une elementos do romantismo com o neoclássico na transição do século XIX para o XX.  Cleuza frisa que há 44 anos o prédio é de posse do estado e é dividido de uma maneira pensada para melhor servir ao turista. 

“Atualmente existem o Ponto de informações turísticas, responsável por orientar os visitantes em como se locomover na cidade e indicar pontos de apoio, assim como apresentá-los os pontos turísticos do estado. Existe ainda o Museu do Artesanato de Sergipe, que expõe um rico acervo, composto pelo trabalho de artistas e artesãos sergipanos. São peças feitas em madeira, cerâmica, palha, renda e bordado e existem 29 boxes que comercializam artesanato como rendas, pinturas, souvenirs e outros”, informa.

Os comerciantes e artesãos do local são de grande importância para o seu funcionamento, pois são pessoas que trabalham e se dedicam ao Centro de Turismo há mais de 40 anos, tornando o local bastante acolhedor. Sempre pacientes e dispostos a compartilhar suas experiências. Como comerciante Josefa Oliveira que conta um dos grandes interesses dos turistas que vão ao Centro de Turismo.  “Muitos querem saber da renda irlandesa, que é uma técnica bem difícil, mas algumas das artesãs aqui também produzem”, explica.

Já a comerciante e artesã, Hortência Melo, fala da procura das obras do artista Beto Pezão, conhecido pela sua marca registrada, afinal, suas peças possuem o pé muito maior que o resto do corpo e são conhecidas internacionalmente, em países como a Argentina, Chile e Portugal. O Centro de informações turísticas funciona de segunda a sábado das 7:30 às 11:30 e das 13:00 às 17:00. Já o Centro comercial funciona das 8h às 18h de segunda a sábado e aos domingos das 8h às 12h.