Notícias

Segunda-Feira, 10 de Junho de 2024 às 20:15:00
Semac instala comitê para discutir e acompanhar funcionamento do sistema de logística reversa em Sergipe
A logística reversa é caracterizada por um conjunto de ações que viabilizam a coleta e a restituição dos resíduos sólidos ao setor empresarial

Foi instalado nesta segunda-feira, 10, pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente, Sustentabilidade e Ações Climáticas (Semac), o Comitê do Sistema de Logística Reversa, instrumento que tem como finalidades discutir e acompanhar o funcionamento do 'Sergipe Recicla', sistema de Logística Reversa do Estado. A primeira reunião ordinária deliberou sobre o regimento interno, ampliação da representação no colegiado, entre outros assuntos de ordem técnica.

A logística reversa é caracterizada por um conjunto de ações, procedimentos e meios destinados a viabilizar a coleta e a restituição dos resíduos sólidos ao setor empresarial, para reaproveitamento, em seu ciclo ou em outros  ciclos produtivos, ou para outra destinação final ambientalmente adequada. Em Sergipe, esse instrumento vem sendo consolidado a partir do sistema de Logística Reversa ‘Sergipe Recicla', instituído por meio do decreto o decreto nº 525, de 13 de dezembro de 2023, que estabelece as diretrizes para a implementação, a estruturação e a operacionalização do sistema de logística reversa de embalagens em geral.

A secretária de Estado do Meio Ambiente, Deborah Dias, é presidente do comitê, e explica que o colegiado visa ainda promover a articulação de políticas públicas, com o objetivo de tornar convergentes suas ações para a integração de entes públicos e privados. “O intuito maior desse trabalho é fomentar a sensibilização em torno do correto descarte de embalagens de vidro, papel, papelão, plástico e metal. Dando um destino ambientalmente adequado, sobretudo estimulando a reciclagem, reduzimos consideravelmente o impacto desses resíduos sobre a natureza”, declarou.

O promotor de Justiça e diretor do Centro Operacional de Apoio aos Recursos Hídricos do Ministério Público de Sergipe (MPSE), Sandro da Costa, destacou o avanço que representa a publicação do decreto estadual, bem como o processo para consolidação do sistema de Logística Reversa. “Deixo registrado nosso elogio ao Estado de Sergipe, especificamente à Secretaria de Estado do Meio Ambiente por ter abraçado esse processo, e fazê-lo como uma oportunidade histórica de política pública para Sergipe”, concluiu.

Durante a reunião, os representantes destacaram os principais pontos para operação do sistema, levando em consideração ajustes de customização, como a criação da identidade visual, detalhes relacionados à programação, entre outros comandos.