Inicio / Notícias / seguranca-publica
Notícia
Documentário "Ser bombeiro" estreia nesta quinta-feira, 9
Filme traz as experiências e os sentimentos daqueles que escolheram a missão de ser bombeiro militar
Terça-Feira, 07 de Dezembro de 2021

Cem anos é uma data emblemática e difícil de ser alcançada por seres humanos e, também, por instituições, mas o Corpo de Bombeiros Militar de Sergipe (CBM/SE) chegou a esse marco histórico. E, em homenagem aos guerreiros do fogo, da água, da terra e do ar, as assessorias de comunicação da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) e do Corpo de Bombeiros apresentam o documentário "Ser bombeiro".

A estreia acontece nesta quinta-feira (9), no Teatro Tobias Barreto, no bairro Inácio Barbosa, em Aracaju. O documentário traz as experiências e os sentimentos daqueles que escolheram a nobre missão de ser herói diante dos quatro elementos essenciais da natureza, a missão de ser bombeiro militar.

O filme também faz um resgate histórico dos momentos pelos quais o Corpo de Bombeiros passou junto ao crescimento da capital sergipana e, também, do estado de Sergipe, trazendo acontecimentos marcantes para a corporação e para a população sergipana.

O coordenador do núcleo audiovisual da SSP, Sivirino Júnior, revelou que o documentário possibilitou aprofundar a visão sobre a dedicação dos bombeiros militares de Sergipe. “Foram quatro meses de intensa produção, um verdadeiro mergulho em busca da essência do ser bombeiro. Nas mais de 100 horas de gravação, pude confirmar que os homens e mulheres que compõem o CBMSE, são apaixonados pelo que fazem e é essa paixão que o documentário buscou representar”, destacou.

O comandante do Corpo de Bombeiros de Sergipe, Alexandre José, destacou que o documentário é uma obra inédita e que deixará um legado para as próximas gerações da corporação. “Entendemos que esse documentário imortaliza e deixa registrado boa parte dos acontecimentos históricos da nossa corporação desde sua criação, em 1920, até os dias atuais. O documentário deixa para a posteridade informações valiosíssimas referente ao crescimento e a evolução da corporação em Sergipe”, assinalou.

Notícia
/ Notícias / seguranca-publica

Documentário "Ser bombeiro" estreia nesta quinta-feira, 9
Filme traz as experiências e os sentimentos daqueles que escolheram a missão de ser bombeiro militar
Terça-Feira, 07 de Dezembro de 2021

Cem anos é uma data emblemática e difícil de ser alcançada por seres humanos e, também, por instituições, mas o Corpo de Bombeiros Militar de Sergipe (CBM/SE) chegou a esse marco histórico. E, em homenagem aos guerreiros do fogo, da água, da terra e do ar, as assessorias de comunicação da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) e do Corpo de Bombeiros apresentam o documentário "Ser bombeiro".

A estreia acontece nesta quinta-feira (9), no Teatro Tobias Barreto, no bairro Inácio Barbosa, em Aracaju. O documentário traz as experiências e os sentimentos daqueles que escolheram a nobre missão de ser herói diante dos quatro elementos essenciais da natureza, a missão de ser bombeiro militar.

O filme também faz um resgate histórico dos momentos pelos quais o Corpo de Bombeiros passou junto ao crescimento da capital sergipana e, também, do estado de Sergipe, trazendo acontecimentos marcantes para a corporação e para a população sergipana.

O coordenador do núcleo audiovisual da SSP, Sivirino Júnior, revelou que o documentário possibilitou aprofundar a visão sobre a dedicação dos bombeiros militares de Sergipe. “Foram quatro meses de intensa produção, um verdadeiro mergulho em busca da essência do ser bombeiro. Nas mais de 100 horas de gravação, pude confirmar que os homens e mulheres que compõem o CBMSE, são apaixonados pelo que fazem e é essa paixão que o documentário buscou representar”, destacou.

O comandante do Corpo de Bombeiros de Sergipe, Alexandre José, destacou que o documentário é uma obra inédita e que deixará um legado para as próximas gerações da corporação. “Entendemos que esse documentário imortaliza e deixa registrado boa parte dos acontecimentos históricos da nossa corporação desde sua criação, em 1920, até os dias atuais. O documentário deixa para a posteridade informações valiosíssimas referente ao crescimento e a evolução da corporação em Sergipe”, assinalou.