Inicio / Notícias / saude
Notícia
PlanificaSUS: Sergipe retoma organização da Atenção Especializada em rede com Atenção Primária à Saúde
Foi dada sequência na implantação do projeto nas regiões de saúde de Lagarto e Itabaiana
Quarta-Feira, 05 de Janeiro de 2022

Em 2021, Sergipe avançou no PlanificaSUS, entrando no ciclo II do projeto com o objetivo de melhorar os serviços de saúde para avançar a assistência ao usuário do SUS de forma qualificada e integrada entre Atenção Primária e Ambulatorial Especializada. Em Sergipe, o trabalho é voltado à organização da linha de cuidado materno-infantil.

O PlanificaSUS, projeto de Planificação da Atenção à Saúde, é voltado para a organização e integração da Atenção Primária à Saúde (APS) e da Atenção Especializada (AE), que atendem os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). O projeto foi retomado de forma gradativa mediante qualificação dos profissionais, num processo de educação permanente, monitoramento, avaliação e identificação de indicadores, com objetivo de qualificar o processo de trabalho das gestões e das equipes de saúde pública, para que sejam mais eficientes e resolutivas às necessidades da população.

Neste ano, em Sergipe foi dada sequência na implantação do projeto nas regiões de saúde de Lagarto e Itabaiana. A região de Lagarto, contempla os municípios Poço Verde, Riachão do Dantas, Salgado, Simão Dias, Lagarto e Tobias Barreto. Fazem parte da região de Itabaiana os municípios Areia Branca, Campo do Brito, Carira, Frei Paulo, Itabaiana, Macambira, Malhador, Moita Bonita, Pedra Mole, Pinhão, Ribeirópolis, São Domingos, São Miguel do Aleixo e Nossa Senhora Aparecida.

O projeto é realizado em parceria com o Ministério da Saúde, Conselho Nacional de Secretários de Estado da Saúde (Conass), Hospital Albert Einstein e conta, ainda, com o apoio integral da Secretaria de Estado da Saúde (SES/ Sergipe) e as Secretarias Municipais de Saúde (SMS) em sua implantação.

A coordenadora Estadual da Atenção Primária à Saúde, Fernanda Barreto Aragão, conta que o ano de 2021 marca o projeto com o avanço para a etapa cinco, momento em que é trabalhado a organização da Atenção Especializada em rede com Atenção Primária à Saúde. Nesta fase do projeto, os profissionais da Atenção Especializada se integram para discutir um cuidado compartilhado com a Atenção Primária à Saúde. Além disso, a coordenadora explica que o objetivo é expandir o PlanificaSUS para as Unidades Básicas de Saúde das regiões de Saúde Lagarto e Itabaiana.

“A etapa cinco é voltada para qualificar o processo de trabalho das gestões e das equipes de saúde, para que sejam mais eficientes e resolutivas às necessidades da população, pensando na lógica da integração em rede. Além disso, temos novidades, que são as unidades em expansão, a proposta é expandir o PlanificaSUS para todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS) desses município”, disse Fernanda.

O diretor da Atenção Primária à Saúde (DAPS), João Paulo Brito, ressalta que o cuidado do usuário compartilhado entre a Atenção Primária à Saúde e a Atenção Especializada busca qualidade e resolutividade na assistência à saúde da população.

“É importante demarcar os papéis institucionais dentro do arranjo federativo brasileiro, destacando que a execução dos serviços de saúde estão sob responsabilidade das secretarias municipais com o apoio e cooperação da secretaria estadual. Quando falamos da composição da rede serviço materno-infantil, o Planifica visa promover uma integração e uma mudança no modelo de cuidado. A condução desse processo é por essência uma construção de articulação, negociação, de mobilização e muita capacitação. Estamos em uma agenda forte de capacitação, de como devemos acolher as gestantes, como estratificar riscos e nessa estratificação de riscos como fazer os devidos encaminhamentos para os serviços que vão acolher essas gestantes a partir de um modelo essencial distinto”, salienta.

A cada nova etapa a Secretaria estadual e demais apoiadores realizaram oficinas de planejamento, alinhamento pré-tutorial, Workshop, oficina tutorial e oficinas de monitoramento, voltados aos gestores dos municípios. Com a pandemia da Covid-19, os trabalhos foram realizados de forma híbrida, com momentos presenciais e outros remotos. O workshop de abertura do novo triênio envolveu gestores e técnicos da Secretaria de Estado da Saúde e dos municípios que compõem as Regiões de Saúde de Lagarto e Itabaiana. Contou também com a presença da assessora técnica do CONASS, Maria José Evangelista, e do coordenador nacional do PlanificaSUS pelo Hospital Albert Einstein, Marcio Paresque.

Notícia
/ Notícias / saude

PlanificaSUS: Sergipe retoma organização da Atenção Especializada em rede com Atenção Primária à Saúde
Foi dada sequência na implantação do projeto nas regiões de saúde de Lagarto e Itabaiana
Quarta-Feira, 05 de Janeiro de 2022

Em 2021, Sergipe avançou no PlanificaSUS, entrando no ciclo II do projeto com o objetivo de melhorar os serviços de saúde para avançar a assistência ao usuário do SUS de forma qualificada e integrada entre Atenção Primária e Ambulatorial Especializada. Em Sergipe, o trabalho é voltado à organização da linha de cuidado materno-infantil.

O PlanificaSUS, projeto de Planificação da Atenção à Saúde, é voltado para a organização e integração da Atenção Primária à Saúde (APS) e da Atenção Especializada (AE), que atendem os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). O projeto foi retomado de forma gradativa mediante qualificação dos profissionais, num processo de educação permanente, monitoramento, avaliação e identificação de indicadores, com objetivo de qualificar o processo de trabalho das gestões e das equipes de saúde pública, para que sejam mais eficientes e resolutivas às necessidades da população.

Neste ano, em Sergipe foi dada sequência na implantação do projeto nas regiões de saúde de Lagarto e Itabaiana. A região de Lagarto, contempla os municípios Poço Verde, Riachão do Dantas, Salgado, Simão Dias, Lagarto e Tobias Barreto. Fazem parte da região de Itabaiana os municípios Areia Branca, Campo do Brito, Carira, Frei Paulo, Itabaiana, Macambira, Malhador, Moita Bonita, Pedra Mole, Pinhão, Ribeirópolis, São Domingos, São Miguel do Aleixo e Nossa Senhora Aparecida.

O projeto é realizado em parceria com o Ministério da Saúde, Conselho Nacional de Secretários de Estado da Saúde (Conass), Hospital Albert Einstein e conta, ainda, com o apoio integral da Secretaria de Estado da Saúde (SES/ Sergipe) e as Secretarias Municipais de Saúde (SMS) em sua implantação.

A coordenadora Estadual da Atenção Primária à Saúde, Fernanda Barreto Aragão, conta que o ano de 2021 marca o projeto com o avanço para a etapa cinco, momento em que é trabalhado a organização da Atenção Especializada em rede com Atenção Primária à Saúde. Nesta fase do projeto, os profissionais da Atenção Especializada se integram para discutir um cuidado compartilhado com a Atenção Primária à Saúde. Além disso, a coordenadora explica que o objetivo é expandir o PlanificaSUS para as Unidades Básicas de Saúde das regiões de Saúde Lagarto e Itabaiana.

“A etapa cinco é voltada para qualificar o processo de trabalho das gestões e das equipes de saúde, para que sejam mais eficientes e resolutivas às necessidades da população, pensando na lógica da integração em rede. Além disso, temos novidades, que são as unidades em expansão, a proposta é expandir o PlanificaSUS para todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS) desses município”, disse Fernanda.

O diretor da Atenção Primária à Saúde (DAPS), João Paulo Brito, ressalta que o cuidado do usuário compartilhado entre a Atenção Primária à Saúde e a Atenção Especializada busca qualidade e resolutividade na assistência à saúde da população.

“É importante demarcar os papéis institucionais dentro do arranjo federativo brasileiro, destacando que a execução dos serviços de saúde estão sob responsabilidade das secretarias municipais com o apoio e cooperação da secretaria estadual. Quando falamos da composição da rede serviço materno-infantil, o Planifica visa promover uma integração e uma mudança no modelo de cuidado. A condução desse processo é por essência uma construção de articulação, negociação, de mobilização e muita capacitação. Estamos em uma agenda forte de capacitação, de como devemos acolher as gestantes, como estratificar riscos e nessa estratificação de riscos como fazer os devidos encaminhamentos para os serviços que vão acolher essas gestantes a partir de um modelo essencial distinto”, salienta.

A cada nova etapa a Secretaria estadual e demais apoiadores realizaram oficinas de planejamento, alinhamento pré-tutorial, Workshop, oficina tutorial e oficinas de monitoramento, voltados aos gestores dos municípios. Com a pandemia da Covid-19, os trabalhos foram realizados de forma híbrida, com momentos presenciais e outros remotos. O workshop de abertura do novo triênio envolveu gestores e técnicos da Secretaria de Estado da Saúde e dos municípios que compõem as Regiões de Saúde de Lagarto e Itabaiana. Contou também com a presença da assessora técnica do CONASS, Maria José Evangelista, e do coordenador nacional do PlanificaSUS pelo Hospital Albert Einstein, Marcio Paresque.