Inicio / Notícias / saude
Notícia
80% dos atendimentos no Hospital da Criança teriam resultibilidade nas Unidades Básicas de Saúde
O Hospital da Criança foi criado pelo Governo do Estado com o intuito de desafogar o Huse João Alves Filho e ampliar a oferta de atendimento pediátrico em Sergipe
Quarta-Feira, 23 de Novembro de 2022

O Hospital da Criança Dr. José Machado de Souza, equipamento da Secretaria Estadual de Saúde, chama a atenção da população quanto ao fluxo correto a seguir quando necessário atendimento médico. Ocorre que, 80% dos atendimentos da unidade pediátrica teriam resolutividade nas Unidades Básicas de Saúde, o que faria com que o fluxo fosse otimizado e os serviços prestados com maior rapidez.

De acordo com Catharina Costa, superintende do hospital, inicialmente a procura deve iniciar pela rede de atenção básica dos municípios, já que a unidade hospitalar é de baixa e média complexidade. Com isso, ao início dos primeiros sintomas deve buscar o posto de saúde mais próximo à residência do paciente, evitando a superlotação hospitalar e a demora no atendimento.

“Se tratando de um hospital de baixa complexidade, onde 80% dos atendimentos tem resolução com o atendimento médico de consultório sem necessidade de internação ou exames complementares, fica claro que a população deve primeiro buscar o atendimento no posto de saúde antes de buscar o serviço de urgência. Quando o paciente, que deveria ir pra rede básica vem por hospital, gera sobrecarga na porta, atraso no atendimento e prejudica os que realmente precisam do atendimento de urgência”, explicou.

Ainda de acordo com a superintendente, o Hospital da Criança recebe pacientes de todo Estado, mas 85% do atendimento se concentra na região metropolitana. Ela destaca também que a unidade só realiza cirurgias de urgência, principalmente, através de regulação.

“A região da grande Aracaju demanda 85% de todo o atendimento ocorrido na unidade, principalmente a capital. É importante sinalizar que a unidade só realiza cirurgias de urgência. Os pacientes vêm tanto pela porta da unidade, que são chamamos de demanda espontânea, quanto por regulação vindos de outro serviço”, concluiu.

O Hospital da Criança foi criado pelo Governo do Estado com o intuito de desafogar o Huse João Alves Filho e ampliar a oferta de atendimento pediátrico em Sergipe. A unidade recebe pacientes de 29 dias de vida a 12 anos, 11 meses e 29 dias de baixa e média complexidade para pediatria, ortopedia pediátrica e cirurgias. Os casos de alta complexidade são encaminhados para o Huse.

Notícia
/ Notícias / saude

80% dos atendimentos no Hospital da Criança teriam resultibilidade nas Unidades Básicas de Saúde
O Hospital da Criança foi criado pelo Governo do Estado com o intuito de desafogar o Huse João Alves Filho e ampliar a oferta de atendimento pediátrico em Sergipe
Quarta-Feira, 23 de Novembro de 2022

O Hospital da Criança Dr. José Machado de Souza, equipamento da Secretaria Estadual de Saúde, chama a atenção da população quanto ao fluxo correto a seguir quando necessário atendimento médico. Ocorre que, 80% dos atendimentos da unidade pediátrica teriam resolutividade nas Unidades Básicas de Saúde, o que faria com que o fluxo fosse otimizado e os serviços prestados com maior rapidez.

De acordo com Catharina Costa, superintende do hospital, inicialmente a procura deve iniciar pela rede de atenção básica dos municípios, já que a unidade hospitalar é de baixa e média complexidade. Com isso, ao início dos primeiros sintomas deve buscar o posto de saúde mais próximo à residência do paciente, evitando a superlotação hospitalar e a demora no atendimento.

“Se tratando de um hospital de baixa complexidade, onde 80% dos atendimentos tem resolução com o atendimento médico de consultório sem necessidade de internação ou exames complementares, fica claro que a população deve primeiro buscar o atendimento no posto de saúde antes de buscar o serviço de urgência. Quando o paciente, que deveria ir pra rede básica vem por hospital, gera sobrecarga na porta, atraso no atendimento e prejudica os que realmente precisam do atendimento de urgência”, explicou.

Ainda de acordo com a superintendente, o Hospital da Criança recebe pacientes de todo Estado, mas 85% do atendimento se concentra na região metropolitana. Ela destaca também que a unidade só realiza cirurgias de urgência, principalmente, através de regulação.

“A região da grande Aracaju demanda 85% de todo o atendimento ocorrido na unidade, principalmente a capital. É importante sinalizar que a unidade só realiza cirurgias de urgência. Os pacientes vêm tanto pela porta da unidade, que são chamamos de demanda espontânea, quanto por regulação vindos de outro serviço”, concluiu.

O Hospital da Criança foi criado pelo Governo do Estado com o intuito de desafogar o Huse João Alves Filho e ampliar a oferta de atendimento pediátrico em Sergipe. A unidade recebe pacientes de 29 dias de vida a 12 anos, 11 meses e 29 dias de baixa e média complexidade para pediatria, ortopedia pediátrica e cirurgias. Os casos de alta complexidade são encaminhados para o Huse.