Inicio / Notícias / inclusao-social
Notícia
NAT e Coopeds concluem mais um recrutamento de Técnicos de Enfermagem para atuação em ‘home care’
Na ocasião, 20 senhas foram distribuídas, e dez técnicos selecionados para a etapa de treinamento, a ser realizada na próxima terça-feira (20)
Terça-Feira, 13 de Agosto de 2019

Durante a manhã desta terça-feira (13), o Núcleo de Apoio ao Trabalho da Secretaria de Estado da Inclusão, Assistência Social e do Trabalho (NAT/Seit), em parceria com a Cooperativa Domiciliar Sergipana (Coopeds), realizou mais uma seleção de Técnicos em Enfermagem para atuação em ‘home care’ (atendimento domiciliar). Na ocasião, 20 senhas foram distribuídas, e dez técnicos selecionados para a etapa de treinamento, a ser realizada na próxima terça-feira (20)

Segundo a gerente de Intermediação de Mão de Obra do NAT, Éricka Menezes, a seleção beneficia não só os trabalhadores que necessitam desse serviço, como as instituições que precisam dessa mão de obra. “Essa parceria do NAT com a Coopeds tem sido bastante proveitosa porque movimenta o nosso banco de dados, facilitando a indicação e encaminhamento aos órgãos que solicitam esses serviços. Estamos oferecendo essa ação de maneira recorrente, pois a necessidade de contratação de novos profissionais é uma demanda cada vez maior”, afirmou. 

A seleção é feita pela equipe técnica da Coopeds logo após a distribuição de senhas, às 8h. O candidato é submetido a uma prova teórica e, caso selecionado, é chamado para uma entrevista. Após o treinamento, que iniciará na semana seguinte, o candidato passa por uma prova prática para por em exercício os assuntos aprendidos. 

De acordo com a enfermeira e coordenadora do Coopeds, Izabella Andrade, a experiência de trabalho não é um critério crucial para a contratação, pois os candidatos selecionados passarão por um treinamento realizado pela equipe técnica da Cooperativa. “Após o processo de seleção, nós realizamos um treinamento, para que os trabalhadores sejam enquadrados nas escalas. Até o presente momento, todos conseguiram empregos, e cada vez mais a população tem nos procurado para a realização desse serviço. Hoje, 80 pessoas estiveram aqui para se cadastrar, e o nosso objetivo é atendê-las e encaminhá-las ao mercado de trabalho da melhor maneira possível”, disse. 

Para a técnica de enfermagem, Francigleide dos Anjos Silva, a ação auxilia quem está em busca por uma vaga no mercado de trabalho. “É a primeira vez que venho aqui para me inscrever. Estou muito confiante de que serei chamada em breve para trabalhar. Esse tipo de ação é muito importante porque ajuda na hora de buscar emprego, é mais um benefício para auxiliar quem está na luta de procurar trabalho”, pontuou a candidata. 

As colegas e técnicas de enfermagem, Eliana Francisco dos Santos e Cláudia Oliveira Santos, destacaram que a iniciativa é uma forma de estar inserida no mercado de trabalho, mesmo que a contratação não seja imediata. “Essa iniciativa é ótima para nós, que estamos desempregadas, porque é uma oportunidade a mais, principalmente para as mulheres, pois estão abrindo mais vagas para nós no mercado. Para quem está parado precisando trabalhar, é uma forma também de estar em contato com outros colegas, sondar o tipo de profissional que o mercado está buscando”, concluíram.