Notícias
Notícias
Terça-Feira, 25 de Junho de 2024 às 15:15:00
SETC integra visita técnica do Governo do Estado e Banco Mundial a comunidades no Baixo São Francisco

O Governo do Estado, por meio da SETC, Seplan, Seasic e Emgetis, realizou uma visita técnica em quatro municípios do Baixo São Francisco para apresentar à equipe do Banco Mundial algumas das necessidades de comunidades do interior do Estado que estão apontadas no projeto de aceleração digital que tem como objetivos melhorar a qualidade do acesso à internet para a população de todo o Estado de Sergipe.

 

A Secretaria de Estado da Transparência e Controle (SETC), por meio da Ouvidoria Geral do Estado, integrou a equipe técnica na visita, em que os integrantes do Banco Mundial foram conhecer em detalhes a realidade das localidades e da população que será beneficiada pelo projeto Conecta-SE, que está em finalização para proposta de financiamento da instituição para transformação digital em todos os territórios sergipanos.

 

Para o ouvidor geral do Estado, Helber Andrade, as visitas foram muito proveitosas. "Foi uma experiência rica. Cada situação de contato pessoal com as comunidades traz uma experiência nova e diferente. Foi bem interessante, especialmente do ponto de vista da ouvidoria, para auxiliar o governo na construção de políticas públicas que atendam em sua totalidade os interesses da população. A visita conjunta traz essa preocupação do governo em criar projetos e levar transformação para comunidades que realmente sejam eficazes, construídos com a percepção concreta da necessidade de quem será beneficiado”, explicou.

 

O grupo percorreu os municípios de Aquidabã, Neópolis, Japoatã e Santana do São Francisco para conhecer a realidade das comunidades e dificuldades na oferta de serviços públicos e iniciar a identificação das necessidades por meio do relato da própria população em aspectos de acessibilidade aos serviços, conectividade digital, fortalecimento da cultura local, fomento à economia e prestação de serviços nas áreas de educação e saúde, especialmente.
 

A visita foi coordenada pela Seplan, com a integração da Seasic e Emgetis. Em uma das localidades visitadas, a comunidade quilombola do povoado Caraíbas, em Aquidabã, a interação produziu um rico levantamento das necessidades.

 

Nessa localidade, por exemplo, sob o aspecto da preservação e fortalecimento da cultura quilombola o projeto Conecta-SE vai fomentar a geração de oportunidade de divulgação, disseminação e venda da produção do artesanato local e soluções para aperfeiçoamento na prestação dos serviços públicos, por meio a conectividade digital, ampliando a estrutura de internet.
 

O Conecta-SE

O Conecta-SE é um projeto de aceleração digital que tem como objetivos melhorar a qualidade do acesso à internet para a população de todo o estado de Sergipe e promover um canal de diálogo mais moderno e eficaz entre o governo e a população. A implantação da iniciativa nos municípios sergipanos será viabilizada por meio de financiamento do Governo do Estado com o Banco Mundial.

Compartilhe            
Notícia
/ Notícias / governo

SETC integra visita técnica do Governo do Estado e Banco Mundial a comunidades no Baixo São Francisco
Terça-Feira, 25 de Junho de 2024 às 15:15:00

O Governo do Estado, por meio da SETC, Seplan, Seasic e Emgetis, realizou uma visita técnica em quatro municípios do Baixo São Francisco para apresentar à equipe do Banco Mundial algumas das necessidades de comunidades do interior do Estado que estão apontadas no projeto de aceleração digital que tem como objetivos melhorar a qualidade do acesso à internet para a população de todo o Estado de Sergipe.

 

A Secretaria de Estado da Transparência e Controle (SETC), por meio da Ouvidoria Geral do Estado, integrou a equipe técnica na visita, em que os integrantes do Banco Mundial foram conhecer em detalhes a realidade das localidades e da população que será beneficiada pelo projeto Conecta-SE, que está em finalização para proposta de financiamento da instituição para transformação digital em todos os territórios sergipanos.

 

Para o ouvidor geral do Estado, Helber Andrade, as visitas foram muito proveitosas. "Foi uma experiência rica. Cada situação de contato pessoal com as comunidades traz uma experiência nova e diferente. Foi bem interessante, especialmente do ponto de vista da ouvidoria, para auxiliar o governo na construção de políticas públicas que atendam em sua totalidade os interesses da população. A visita conjunta traz essa preocupação do governo em criar projetos e levar transformação para comunidades que realmente sejam eficazes, construídos com a percepção concreta da necessidade de quem será beneficiado”, explicou.

 

O grupo percorreu os municípios de Aquidabã, Neópolis, Japoatã e Santana do São Francisco para conhecer a realidade das comunidades e dificuldades na oferta de serviços públicos e iniciar a identificação das necessidades por meio do relato da própria população em aspectos de acessibilidade aos serviços, conectividade digital, fortalecimento da cultura local, fomento à economia e prestação de serviços nas áreas de educação e saúde, especialmente.
 

A visita foi coordenada pela Seplan, com a integração da Seasic e Emgetis. Em uma das localidades visitadas, a comunidade quilombola do povoado Caraíbas, em Aquidabã, a interação produziu um rico levantamento das necessidades.

 

Nessa localidade, por exemplo, sob o aspecto da preservação e fortalecimento da cultura quilombola o projeto Conecta-SE vai fomentar a geração de oportunidade de divulgação, disseminação e venda da produção do artesanato local e soluções para aperfeiçoamento na prestação dos serviços públicos, por meio a conectividade digital, ampliando a estrutura de internet.
 

O Conecta-SE

O Conecta-SE é um projeto de aceleração digital que tem como objetivos melhorar a qualidade do acesso à internet para a população de todo o estado de Sergipe e promover um canal de diálogo mais moderno e eficaz entre o governo e a população. A implantação da iniciativa nos municípios sergipanos será viabilizada por meio de financiamento do Governo do Estado com o Banco Mundial.