Inicio / Notícias / governo
Notícia
Sergipe tem o melhor desempenho do PIB do Nordeste durante a pandemia da Covid-19
Dados de 2020 divulgados pelo IBGE apontam que o estado obteve também o 5º melhor desempenho do país
Quinta-Feira, 17 de Novembro de 2022

O estado de Sergipe obteve o melhor desempenho em relação ao Produto Interno Bruto (PIB) do Nordeste e o 5º melhor do país, em um estudo divulgado pelo Instituto Nacional de Geografia e Estatística (IBGE), que avaliou dados de 2020 – o ano da pandemia da Covid-19 no Brasil.

Os números foram divulgados pelo Observatório de Sergipe e apontam que, embora todos os estados tenham registrado recuo, em Sergipe a taxa foi de apenas 1%, contra 4,1% de queda na região Nordeste e 3,3% na média nacional. O valor do PIB em 2020 foi de R$ 45,41 bilhões.

A nível nacional, Sergipe ficou atrás apenas do Mato Grosso do Sul, Roraima, Mato Grosso e Pará entre os estados com melhor desempenho. Os números que avaliam o desempenho da economia em 2020 também mantêm o estado com o quarto maior PIB per capita do Nordeste.

O setor mais prejudicado, no principal ano da pandemia, foi o de Serviços, acarretando na queda do PIB sergipano. Em contrapartida, a Agropecuária e a Indústria registraram crescimento, devido, principalmente, ao impacto das condições climáticas favoráveis para a Agricultura, no primeiro, e ao aumento na geração de energia elétrica, no segundo. 

Em termos de participação na economia nacional, o estado representou 0,6% do PIB brasileiro em 2020, mesma participação verificada em 2019. Os números refletem a preparação e a capacidade do Estado de enfrentar efeitos negativos de problemas como a pandemia, por exemplo.

“Todo o nosso esforço em fazer um equilíbrio fiscal nas contas públicas nos possibilitou enfrentar uma pandemia, investir como nunca em Saúde para salvar vidas, e mesmo assim, entregar um estado organizado, com os pagamentos regularizados e a retomada do poder de investimento. Sergipe hoje segue no trilho do desenvolvimento e está preparado para o futuro”, destacou o governador.

Notícia
/ Notícias / governo

Sergipe tem o melhor desempenho do PIB do Nordeste durante a pandemia da Covid-19
Dados de 2020 divulgados pelo IBGE apontam que o estado obteve também o 5º melhor desempenho do país
Quinta-Feira, 17 de Novembro de 2022

O estado de Sergipe obteve o melhor desempenho em relação ao Produto Interno Bruto (PIB) do Nordeste e o 5º melhor do país, em um estudo divulgado pelo Instituto Nacional de Geografia e Estatística (IBGE), que avaliou dados de 2020 – o ano da pandemia da Covid-19 no Brasil.

Os números foram divulgados pelo Observatório de Sergipe e apontam que, embora todos os estados tenham registrado recuo, em Sergipe a taxa foi de apenas 1%, contra 4,1% de queda na região Nordeste e 3,3% na média nacional. O valor do PIB em 2020 foi de R$ 45,41 bilhões.

A nível nacional, Sergipe ficou atrás apenas do Mato Grosso do Sul, Roraima, Mato Grosso e Pará entre os estados com melhor desempenho. Os números que avaliam o desempenho da economia em 2020 também mantêm o estado com o quarto maior PIB per capita do Nordeste.

O setor mais prejudicado, no principal ano da pandemia, foi o de Serviços, acarretando na queda do PIB sergipano. Em contrapartida, a Agropecuária e a Indústria registraram crescimento, devido, principalmente, ao impacto das condições climáticas favoráveis para a Agricultura, no primeiro, e ao aumento na geração de energia elétrica, no segundo. 

Em termos de participação na economia nacional, o estado representou 0,6% do PIB brasileiro em 2020, mesma participação verificada em 2019. Os números refletem a preparação e a capacidade do Estado de enfrentar efeitos negativos de problemas como a pandemia, por exemplo.

“Todo o nosso esforço em fazer um equilíbrio fiscal nas contas públicas nos possibilitou enfrentar uma pandemia, investir como nunca em Saúde para salvar vidas, e mesmo assim, entregar um estado organizado, com os pagamentos regularizados e a retomada do poder de investimento. Sergipe hoje segue no trilho do desenvolvimento e está preparado para o futuro”, destacou o governador.