Notícias
Notícias
Segunda-Feira, 01 de Julho de 2024 às 13:45:00
Sergipe obtém atestado de regularidade fiscal dos tributos federais
Governo renova certidão negativa de débito com antecedência por mais 180 dias

O Ministério da Fazenda, por meio da Secretaria da Receita Federal (RFB) e da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN), emitiu a certidão negativa de débitos junto à União que atesta que o Estado de Sergipe não possui pendências financeiras e mantém sua regularidade fiscal, resultado da política de austeridade e cumprimento rigoroso dos compromissos com a União. 

O documento é válido por 180 dias e, de forma antecipada, garante mais tranquilidade para a gestão e evita impedimentos para o Estado na formalização de contratos ou obtenção de financiamentos com organismos externos, assim como assegura a manutenção do recebimento dos recursos da União. Sem a certidão negativa, o Estado fica impedido de realizar a contratação de novas operações de crédito e a assinatura de convênios com a União.

A secretária de Estado da Transparência e Controle, Silvana Lisboa, explica que a certidão negativa é um documento da mais alta importância para Sergipe, pois atesta a confiabilidade da gestão e confirma não haver pendências por parte dos Poderes. “A renovação é resultado do trabalho do Núcleo de Regularidade Fiscal da SETC, que diariamente realiza o acompanhamento permanente em cada órgão ou entidade do Estado, verificando o atendimento de todas as obrigações junto à Receita Federal e à Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional. Esse trabalho é realizado em parceria com a Procuradoria-Geral do Estado (PGE) e os gestores do governo estadual, sempre agindo de forma proativa em defesa dos interesses do Estado de Sergipe perante o Governo Federal", afirmou.

Silvana acrescenta que a obtenção da certidão demonstra o compromisso do Governo de Sergipe em manter a regularidade fiscal do Estado, a fim de manter sua capacidade de investir em projetos de infraestrutura, políticas para a saúde, educação e demais áreas em benefício da sociedade.

Compartilhe            
Notícia
/ Notícias / governo

Sergipe obtém atestado de regularidade fiscal dos tributos federais
Governo renova certidão negativa de débito com antecedência por mais 180 dias
Segunda-Feira, 01 de Julho de 2024 às 13:45:00

O Ministério da Fazenda, por meio da Secretaria da Receita Federal (RFB) e da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN), emitiu a certidão negativa de débitos junto à União que atesta que o Estado de Sergipe não possui pendências financeiras e mantém sua regularidade fiscal, resultado da política de austeridade e cumprimento rigoroso dos compromissos com a União. 

O documento é válido por 180 dias e, de forma antecipada, garante mais tranquilidade para a gestão e evita impedimentos para o Estado na formalização de contratos ou obtenção de financiamentos com organismos externos, assim como assegura a manutenção do recebimento dos recursos da União. Sem a certidão negativa, o Estado fica impedido de realizar a contratação de novas operações de crédito e a assinatura de convênios com a União.

A secretária de Estado da Transparência e Controle, Silvana Lisboa, explica que a certidão negativa é um documento da mais alta importância para Sergipe, pois atesta a confiabilidade da gestão e confirma não haver pendências por parte dos Poderes. “A renovação é resultado do trabalho do Núcleo de Regularidade Fiscal da SETC, que diariamente realiza o acompanhamento permanente em cada órgão ou entidade do Estado, verificando o atendimento de todas as obrigações junto à Receita Federal e à Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional. Esse trabalho é realizado em parceria com a Procuradoria-Geral do Estado (PGE) e os gestores do governo estadual, sempre agindo de forma proativa em defesa dos interesses do Estado de Sergipe perante o Governo Federal", afirmou.

Silvana acrescenta que a obtenção da certidão demonstra o compromisso do Governo de Sergipe em manter a regularidade fiscal do Estado, a fim de manter sua capacidade de investir em projetos de infraestrutura, políticas para a saúde, educação e demais áreas em benefício da sociedade.