Inicio / Notícias / governo
Notícia
Pró-Campo: Belivaldo autoriza recuperação da barragem Barra da Onça e implantação de sistemas de abastecimento de água em comunidades rurais
Governador também entregou títulos de posse de terra a famílias da Fazenda Lagoa Nova II, no município de Poço Redondo, e da Fazenda Cangaleixo, do município de Gararu e autorizou a Licitação para o Programa de Recuperação de Barragens 2021/2022
Segunda-Feira, 13 de Dezembro de 2021

Entre as ações do programa Pró-Campo, lançado na manhã desta segunda-feira (13), foram dadas as ordens de serviço para a recuperação estrutural da barragem do povoado Barra da Onça, em Poço Redondo, e para perfuração de poços com a instalação de nove sistemas de abastecimento de água em comunidades rurais em Tomar do Geru, Areia Branca, Canindé do São Francisco, Indiaroba, Itabi, Graccho Cardoso, Monte Alegre, São Cristóvão e Gararu com R$ 402.719,91 investidos. Foi assinada, também, a autorização de Licitação para o Programa de Recuperação de Barragens 2021/2022, atendendo à demanda do combate aos efeitos da estiagem prolongada nos municípios sergipanos em estado de emergência.

“São ações conjuntas que se somam e se complementam para oferecer melhores condições de vida a quem vive no campo, especialmente aos municípios mais atingidos pela estiagem. Trabalhamos para melhorar a vida desses sergipanos e sergipanas que seguem lutando continuamente pela prosperidade das suas terras e dignidade das suas famílias mesmo  diante das adversidades”, pontuou o governador.

A recuperação da barragem do povoado Barra da Onça terá um investimento de R$ 800.213,11, em recursos do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (Funcep), administrado pela Seias e visa atender à demanda emergencial daquele e demais povoados, principalmente na dessedentação animal; ainda mais sendo, a pecuária leiteira, a principal atividade econômica naquela região. Para tanto, o Termo de Cooperação Técnica entre Seias, Seagri e a sua vinculada, Cohidro, vai recuperar a estrutura e aumentar a impermeabilização da barragem.

“Além dessa barragem, a gente vai fazer recuperação de outras. São 1.020 barragens, 1.000 de pequeno porte e 20 de médio porte, que darão também condição em outras regiões, no Alto Sertão, para que as pessoas tenham uma quantidade de água por mais tempo. Isso é fundamental para que o produtor de leite, produtor rural de modo geral, possa ter uma tranquilidade e diminuição de custos" destacou Paulo Sobral, presidente da Companhia de Desenvolvimento de Recursos Hídricos e Irrigação de Sergipe (Cohidro).

Entre 2021 e 2022, o Governo do Estado, através do Termo de Cooperação Técnica entre Seias, Seagri e Cohidro, investirá um montante de R$ 4.910.772,90 para a execução de serviço de limpeza e recuperação de 20 barragens de terra de médio porte e 1.000 de pequeno porte. Ações que serão executadas em duas etapas. Na primeira etapa, autorizada nesta segunda-feira, o Programa de Recuperação de Barragens será responsável pelo processo de contratação de empresa especializada para realizar serviços de limpeza, recuperação e ampliação de 10 barragens de médio porte e 500 barragens de pequeno porte nos municípios de Poço Redondo, Carira, Nossa Senhora da Glória, Poço Verde, Nossa Senhora Aparecida, Gararu, Frei Paulo, Pinhão, Porto da Folha e São Miguel do Aleixo. Um investimento total de R$ 2.455.386,45, através de recursos do Funcep.

Dando sequência às ações em Glória, o governador, o secretário de Estado da Agricultura e o presidente da Cohidro; junto do representante da empresa Hidrosolo Serviços Hidrogeológicos e Geológicos Ltda, responsável pelo lote da perfuração de poços, assinaram ordem de serviço para obras no valor de R$ 124.229,40. E com o representante da empresa Universo Serviços Terceirizados Ltda, responsável pelo lote de instalação dos sistemas simplificados de abastecimento de água, assinam ordem de serviço para obras no valor de R$ 278.490,51, totalizando R$ 402.719,91 em investimentos.

"Levaremos água potável para as comunidades que precisam. São 72 sistemas simplificados de abastecimento, 72 comunidades rurais com água de qualidade para o consumo próprio e também para que o excedente de água possa ser utilizado na produção. É o governo do Estado dando dignidade à população do campo, mostrando que quem vive no campo tem o olhar diferenciado do governo", finalizou o presidente da Cohidro, Paulo Sobral.

Títulos de posse

Na mesma manhã, o governo do Estado realizou a entrega de escrituras aos beneficiários do Programa Nacional de Crédito Fundiário Terra Brasil. Foram 38 famílias beneficiadas, sendo 30 da Fazenda Lagoa Nova II, no município de Poço Redondo, e 08 famílias da Fazenda Cangaleixo, do município de Gararu. O investimento, superior a R$ 3 milhões, é referente a recursos do governo federal/Mapa, através do Fundo de Terra e da Reforma Agrária, em parceria com o Governo do Estado de Sergipe (Seagri)/ Unidade Técnica do Crédito Fundiário Pronese.

Edilene Silva Souza, residente da Fazenda Lagoa, no Assentamento Júlio Soares, em Poço Redondo, foi uma das pessoas beneficiadas com a ação. "É muito importante para a gente, antes a gente não tinha terra e, hoje, estamos com o título em mãos. Foram muitos anos de luta e, hoje, é só vitória. Vamos em busca de coisas melhores para nossa comunidade, para o nosso município. Com o documento, vamos atrás de projetos para trabalhar mais e investir mais no terreno” destacou a produtora rural que já cultiva palma, milho, feijão, além de produzir leite.

Na Fazenda Lagoa Nova II, a área adquirida é de 1.489,22 tarefas sergipanas, correspondente a 451,28 hectares, a partir de um investimento de R$ 2.704.854,99, tendo como agente financeiro o BNB. Já na Fazenda Cangaleixo, a área adquirida é de 403,09 tarefas sergipanas, correspondente a 122,15 hectares, a partir de um investimento de R$ 627.213,88, tendo como agente financeiro o BNB.

 

Notícia
/ Notícias / governo

Pró-Campo: Belivaldo autoriza recuperação da barragem Barra da Onça e implantação de sistemas de abastecimento de água em comunidades rurais
Governador também entregou títulos de posse de terra a famílias da Fazenda Lagoa Nova II, no município de Poço Redondo, e da Fazenda Cangaleixo, do município de Gararu e autorizou a Licitação para o Programa de Recuperação de Barragens 2021/2022
Segunda-Feira, 13 de Dezembro de 2021

Entre as ações do programa Pró-Campo, lançado na manhã desta segunda-feira (13), foram dadas as ordens de serviço para a recuperação estrutural da barragem do povoado Barra da Onça, em Poço Redondo, e para perfuração de poços com a instalação de nove sistemas de abastecimento de água em comunidades rurais em Tomar do Geru, Areia Branca, Canindé do São Francisco, Indiaroba, Itabi, Graccho Cardoso, Monte Alegre, São Cristóvão e Gararu com R$ 402.719,91 investidos. Foi assinada, também, a autorização de Licitação para o Programa de Recuperação de Barragens 2021/2022, atendendo à demanda do combate aos efeitos da estiagem prolongada nos municípios sergipanos em estado de emergência.

“São ações conjuntas que se somam e se complementam para oferecer melhores condições de vida a quem vive no campo, especialmente aos municípios mais atingidos pela estiagem. Trabalhamos para melhorar a vida desses sergipanos e sergipanas que seguem lutando continuamente pela prosperidade das suas terras e dignidade das suas famílias mesmo  diante das adversidades”, pontuou o governador.

A recuperação da barragem do povoado Barra da Onça terá um investimento de R$ 800.213,11, em recursos do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (Funcep), administrado pela Seias e visa atender à demanda emergencial daquele e demais povoados, principalmente na dessedentação animal; ainda mais sendo, a pecuária leiteira, a principal atividade econômica naquela região. Para tanto, o Termo de Cooperação Técnica entre Seias, Seagri e a sua vinculada, Cohidro, vai recuperar a estrutura e aumentar a impermeabilização da barragem.

“Além dessa barragem, a gente vai fazer recuperação de outras. São 1.020 barragens, 1.000 de pequeno porte e 20 de médio porte, que darão também condição em outras regiões, no Alto Sertão, para que as pessoas tenham uma quantidade de água por mais tempo. Isso é fundamental para que o produtor de leite, produtor rural de modo geral, possa ter uma tranquilidade e diminuição de custos" destacou Paulo Sobral, presidente da Companhia de Desenvolvimento de Recursos Hídricos e Irrigação de Sergipe (Cohidro).

Entre 2021 e 2022, o Governo do Estado, através do Termo de Cooperação Técnica entre Seias, Seagri e Cohidro, investirá um montante de R$ 4.910.772,90 para a execução de serviço de limpeza e recuperação de 20 barragens de terra de médio porte e 1.000 de pequeno porte. Ações que serão executadas em duas etapas. Na primeira etapa, autorizada nesta segunda-feira, o Programa de Recuperação de Barragens será responsável pelo processo de contratação de empresa especializada para realizar serviços de limpeza, recuperação e ampliação de 10 barragens de médio porte e 500 barragens de pequeno porte nos municípios de Poço Redondo, Carira, Nossa Senhora da Glória, Poço Verde, Nossa Senhora Aparecida, Gararu, Frei Paulo, Pinhão, Porto da Folha e São Miguel do Aleixo. Um investimento total de R$ 2.455.386,45, através de recursos do Funcep.

Dando sequência às ações em Glória, o governador, o secretário de Estado da Agricultura e o presidente da Cohidro; junto do representante da empresa Hidrosolo Serviços Hidrogeológicos e Geológicos Ltda, responsável pelo lote da perfuração de poços, assinaram ordem de serviço para obras no valor de R$ 124.229,40. E com o representante da empresa Universo Serviços Terceirizados Ltda, responsável pelo lote de instalação dos sistemas simplificados de abastecimento de água, assinam ordem de serviço para obras no valor de R$ 278.490,51, totalizando R$ 402.719,91 em investimentos.

"Levaremos água potável para as comunidades que precisam. São 72 sistemas simplificados de abastecimento, 72 comunidades rurais com água de qualidade para o consumo próprio e também para que o excedente de água possa ser utilizado na produção. É o governo do Estado dando dignidade à população do campo, mostrando que quem vive no campo tem o olhar diferenciado do governo", finalizou o presidente da Cohidro, Paulo Sobral.

Títulos de posse

Na mesma manhã, o governo do Estado realizou a entrega de escrituras aos beneficiários do Programa Nacional de Crédito Fundiário Terra Brasil. Foram 38 famílias beneficiadas, sendo 30 da Fazenda Lagoa Nova II, no município de Poço Redondo, e 08 famílias da Fazenda Cangaleixo, do município de Gararu. O investimento, superior a R$ 3 milhões, é referente a recursos do governo federal/Mapa, através do Fundo de Terra e da Reforma Agrária, em parceria com o Governo do Estado de Sergipe (Seagri)/ Unidade Técnica do Crédito Fundiário Pronese.

Edilene Silva Souza, residente da Fazenda Lagoa, no Assentamento Júlio Soares, em Poço Redondo, foi uma das pessoas beneficiadas com a ação. "É muito importante para a gente, antes a gente não tinha terra e, hoje, estamos com o título em mãos. Foram muitos anos de luta e, hoje, é só vitória. Vamos em busca de coisas melhores para nossa comunidade, para o nosso município. Com o documento, vamos atrás de projetos para trabalhar mais e investir mais no terreno” destacou a produtora rural que já cultiva palma, milho, feijão, além de produzir leite.

Na Fazenda Lagoa Nova II, a área adquirida é de 1.489,22 tarefas sergipanas, correspondente a 451,28 hectares, a partir de um investimento de R$ 2.704.854,99, tendo como agente financeiro o BNB. Já na Fazenda Cangaleixo, a área adquirida é de 403,09 tarefas sergipanas, correspondente a 122,15 hectares, a partir de um investimento de R$ 627.213,88, tendo como agente financeiro o BNB.