Inicio / Notícias / governo
Notícia
Governo de Sergipe firma parcerias para potencializar o turismo no estado
O projeto Investe Turismo é uma parceria firmada entre o Sebrae Nacional, o Ministério do Turismo, Embratur e a Secretaria de Estado do Turismo que visa melhorias na oferta de produtos e serviços turísticos, fortalecendo os micros e pequenos empreendedores do setor
Segunda-Feira, 19 de Agosto de 2019

O turismo sergipano ganhou um importante apoio para acelerar o seu desenvolvimento, gerar empregos e aumentar a qualidade e a competividade de seus atrativos. Nesta segunda-feira (19), o governador Belivaldo Chagas, ao lado do secretário de Estado do Turismo e Comunicação, Sales Neto e do secretário executivo adjunto do Ministério do Turismo, Higino Brito Vieira, participou do lançamento do projeto Investe Turismo, que trata de uma parceria firmada entre o Sebrae Nacional, o Ministério do Turismo, a Empresa Brasileira de Turismo (Embratur) e o Governo de Sergipe, por meio da Secretaria de Estado do Turismo (Setur). 

Com foco na oferta turística da Rota Aracaju/Canindé, por meio de investimentos públicos e privados, o projeto visa melhorias na oferta de produtos e serviços turísticos, o que contribui para o fortalecimento de pequenos negócios do setor. Os municípios de Aracaju, São Cristóvão, Laranjeiras, Estância e Itabaiana também foram inseridos no projeto, que deverá, ao longo de sua aplicação, inserir novas rotas.

“O objetivo é de fomentar o turismo, discutir, dialogar, profissionalizar, fazer com que os pequenos empreendedores tenham motivação para continuar. Essa ação chega no momento em que Sergipe estava precisando. É sempre bom ter bons parceiros, é exatamente desta forma, que a gente tem quer trabalhar. Precisamos atuar mais dentro e fora do estado, para atrair os nossos turistas. Para tanto, é preciso profissionalizar toda a cadeia do turismo, e a partir daí, podemos pensar em um novo momento do turismo em Sergipe”, declarou Belivaldo. 

O governador falou ainda das iniciativas que o governo de Sergipe tem investido para favorecer a divulgação do estado e atrair mais visitantes. “Não dá só para só pensar em fazer e não colocar em prática, por isso, eu tenho viajado para fora do estado, inclusive, tive contatos recentes com as empresas Azul e Gol, com o objetivo de atrair mais voos para o estado. Se preciso for, iremos atrás também da Latam para que a gente possa ampliar. Há perspectivas de que, no decorrer desse segundo semestre, tenhamos  boas novidades em relação aos voos para o estado, por isso precisamos preparar o nosso pessoal para receber os nosso turistas”, ressaltou. 

Para o secretário executivo adjunto do Ministério do Turismo, Higino Brito Vieira, a parceria ampliará o potencial turístico do estado, de forma planejada e com foco na melhor destinação dos recursos. "Sergipe é um estado rico, com muitas belezas e peculiaridades e merece ser melhor estruturado, melhor visto e mais bem vendido não apenas no mercado doméstico, mas também no mercado internacional. A ideia é estruturar uma rota para gerar renda. Turismo é emprego, renda, economia. Faremos diagnósticos situacionais para estabelecer um plano de governança para melhor destinar os recursos", disse. 

O presidente da Embratur, Gilson Machado elogiou o trabalho do governo do Estado no que compete à Segurança Pública, com base na redução dos índices de violência, o que reflete positivamente na atração de visitantes de dentro e fora do Brasil. "Precisamos colocar o estado de Sergipe na rota dos turistas estrangeiros. Vamos lutar, juntamente com o secretário Sales, para trazer voos direto da Europa, pois vocês têm um aeroporto excelente, com pista que dá para pousar qualquer avião. Vamos lutar por isso, por esse estado que merece todo protagonismo no turismo", garantiu Machado. 

Cadeia produtiva

Por meio do projeto, em Sergipe, serão beneficiados 120 pequenos negócios ligados à atividade turística (meios de hospedagens, agências de viagens e receptivo, locadoras de veículos, transportadoras turísticas, guias de turismo, empresas de entretenimento e lazer, organizadores de eventos, bares, restaurantes e similares, artesãos e grupos folclóricos) e outros 60 potenciais empreendedores que atuam nos municípios de Aracaju, São Cristóvão, Laranjeiras, Estância, Itabaiana e Canindé de São Francisco.

Todas as ações serão executadas de forma integrada pelo Sebrae e a Setur, tendo as secretarias municipais da área e o trade turístico como entidades parceiras. “Nós queremos aprofundar essas parcerias, e, além disso, fortalecer rotas existentes e criar novas rotas para que nós possamos dar novas opções aos turistas e sergipanos. Além disso, esse projeto visa beneficiar a nossa cultura, o trabalho dos artesãos, dos micros e pequenos empreendedores. O governo do Estado está parceiro e a Secretaria de Estado do Turismo faz questão de estar dentro de um projeto como esse, que só faz crescer e fortalecer as atividades turísticas no nosso estado” enfatizou o secretário de Turismo e Comunicação, Sales Neto. 

De acordo com o diretor técnico do Sebrae em Sergipe, Emanoel Sobral, o convênio entre o Sebrae Nacional, o Ministério do Turismo e a Embratur irá beneficiar mais de 90 empresas, num trabalho de qualificação em diversas áreas, no prazo de um ano de trabalho. 

“Por meio da parceria o Sebrae Nacional disponibilizou para todo o Brasil, através do Ministério do Turismo, R$ 200 milhões, para que esses recursos fossem investidos no turismo em  todo o Brasil. Aqui no nosso estado foi construído o projeto ‘Investe Sergipe’, que é um projeto derivado do programa Investe Turismo, com o qual nós vamos trabalhar aqui em seis municípios, e a gente tem um ano de trabalho pela frente para exatamente capacitar, deixar preparados em inovação, em qualidade na prestação de serviços mais de 90 empresas, pequenos negócios do segmento do turismo. Vamos dar curso de artesanato, oficinas de design, de gestão de como vender os seus produtos, e da mesma forma trabalharemos na área de gastronomia e da cultura”, afirmou Emanoel Sobral. 

Um dos municípios contemplados, São Cristóvão tem no turismo histórico e religioso um potencial a ser ampliado por meio do programa. "A gente vê com muita esperança e expectativa, essa parceria. Já estamos fazendo um trabalho de recuperação do pequeno comerciante que está na cadeia do turismo de São Cristóvão. O Investe Turismo tem a capacidade de potencializar ainda mais esses pequenos investidores da área de hotelaria, e comércio no município. É importante que o Investe Turismo venha com essa perspectiva de capacitar, qualificar e, também, investir, garantir meios de acesso a financiamento para esse tipo de investidores”, destacou o prefeito Marcos Santana, destacando ainda que o município já prevê um projeto de ampliação desse potencial do turismo religioso, através do Memorial de Irmã Dulce, primeira santa brasileira a ser canonizada este ano. 

Segundo o secretário municipal de Turismo de Canindé de São Francisco, Genilson Aragão, a iniciativa se somará a projetos já desenvolvidos pelo Governo do Estado no o município do Alto Sertão sergipano, como a Orla Salomão Porfírio Britto em Canindé. “A expectativa com relação às ações do turismo em Canindé são excelentes, partindo do princípio que, nesse momento, estamos concluindo a obra de reforma da orla, por meio do governo de Sergipe, com recursos do Prodetur [Programa de Desenvolvimento do Turismo] e, agora, em um momento no qual o novo secretário de Turismo, Sales Neto, traz uma proposta que dinamiza o turismo no estado e com o Investe Turismo, tudo isso vai potencializar o setor em Sergipe, no sentido de termos mais investimentos em infraestrutura, captação profissional e promoção nacional e internacional”.

Mais ações do projeto

Aliado à ampliação da presença online, o Investe também vai garantir a realização de caravanas para apresentação do Destino em dez cidades nos estados da Bahia, Alagoas e Pernambuco. Outra iniciativa é a promoção de famtours e press trips com jornalistas e influenciadores digitais nacionais e internacionais.

Outro foco do projeto é facilitar o acesso dos empresários às linhas de financiamento específicas para o turismo. Serão promovidos seminários de divulgação das linhas de crédito do BNDES e do Fundo Geral de Turismo (Fungetur), além da oferta de orientações para elaboração de projetos.