Inicio / Notícias / governo
Notícia
Folha de São Paulo destaca redução da pobreza em Sergipe
Redução da pobreza em Sergipe foi de 8,9 %, bem acima da média nacional que ficou em 1,8%
Segunda-Feira, 10 de Janeiro de 2022

Sergipe, mais uma vez, ganhou destaque nacional pela redução da pobreza no estado entre os anos de 2019 e 2020. No último sábado (08), o jornalista Elio Gaspari, em sua coluna na Folha de São Paulo, ressaltou os dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) que posiciona Sergipe com a maior redução da pobreza do país. “Em Sergipe, governado por Belivaldo Chagas Silva, a queda foi de 8,9 pontos”, publicou o colunista.

De acordo com Belivaldo Chagas, o desempenho é fruto de planejamento que possibilitou a chegada de ajuda aos que mais precisam.  “Alcançamos a redução de 8,9 %, bem acima da média nacional que ficou em 1,8%. Esse resultado mostra a efetividade das nossas políticas sociais de combate à pobreza, implantadas desde o primeiro dia de gestão e que só avançaram apesar da pandemia. Tudo para garantir cidadania, promoção de direitos e comida na mesa de todos os sergipanos”, afirmou o governador.

Em dezembro de 2021, a redução do índice sergipano também foi destaque na coluna Congresso em Foco, do Portal Uol.

 Ações

Nos últimos anos, o Governo do Estado tem promovido diversas ações voltadas ao combate à pobreza, e recebido reconhecimento por elas. No primeiro semestre de 2021, o estado foi citado pelo jornal O Globo como um dos que mais disponibilizaram recursos de auxílio à população durante a pandemia da Covid-19. Dentre os programas destacados, está o Cartão Mais Inclusão, criado para combater a insegurança alimentar e nutricional de famílias em situação de extrema pobreza. O CMais atende a cerca de 20 mil famílias sergipanas, com investimentos de cerca de R$ 40 milhões desde a criação, em abril de 2020.

E o Estado de Sergipe vem ampliando as ações na área. Em outubro de 2021, o governador Belivaldo Chagas sancionou a Lei de número 8.910/21, que cria o ‘Cartão Mais Inclusão – CMais Sergipe Acolhe’. Essa outra vertente do CMais, é destinada aos órfãos da Covid-19 e visa o pagamento mensal de um auxílio de R$ 500, até o alcance da maioridade civil, para crianças e adolescentes em situação de orfandade, bilateral ou de famílias monoparentais, em decorrência da pandemia de Covid-19 em Sergipe. Além do pagamento, serão somadas ações integradas de identificação, acolhimento e amparo. O benefício pode ser requerido através das gestões municipais de Assistência Social e da sociedade em geral, através de link de requerimento disponível no site: www.inclusao.se.gov.br. No site, consta também o Manual que dispõe sobre os requisitos para acesso ao programa.

Ainda em 2021, o Programa Mão Amiga – Pró-Sertão Bacia Leiteira também foi criado com o objetivo de fornecer auxílio às famílias inseridas na cadeia produtiva do leite, prejudicada com os efeitos da seca. O projeto contempla o pagamento de quatro parcelas, no valor de R$ 250 cada, para aproximadamente de 3,7 mil famílias cadastradas.

Já em dezembro do ano passado, o governador Belivaldo Chagas sancionou o Cartão Mais Inclusão Sergipe Pela Infância, destinado às famílias socialmente vulneráveis inseridas no Cadastro Único, que tenham crianças de até três anos e não estejam recebendo outro benefício da mesma fonte. O Governo do Estado já realizou entrega de cartões em 67 municípios sergipanos, concretizando uma das ações estruturantes do Programa Sergipe Pela Infância (PSPI). Mais de 800 famílias já receberam a primeira parcela do benefício no valor de R$ 130.

Notícia
/ Notícias / governo

Folha de São Paulo destaca redução da pobreza em Sergipe
Redução da pobreza em Sergipe foi de 8,9 %, bem acima da média nacional que ficou em 1,8%
Segunda-Feira, 10 de Janeiro de 2022

Sergipe, mais uma vez, ganhou destaque nacional pela redução da pobreza no estado entre os anos de 2019 e 2020. No último sábado (08), o jornalista Elio Gaspari, em sua coluna na Folha de São Paulo, ressaltou os dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) que posiciona Sergipe com a maior redução da pobreza do país. “Em Sergipe, governado por Belivaldo Chagas Silva, a queda foi de 8,9 pontos”, publicou o colunista.

De acordo com Belivaldo Chagas, o desempenho é fruto de planejamento que possibilitou a chegada de ajuda aos que mais precisam.  “Alcançamos a redução de 8,9 %, bem acima da média nacional que ficou em 1,8%. Esse resultado mostra a efetividade das nossas políticas sociais de combate à pobreza, implantadas desde o primeiro dia de gestão e que só avançaram apesar da pandemia. Tudo para garantir cidadania, promoção de direitos e comida na mesa de todos os sergipanos”, afirmou o governador.

Em dezembro de 2021, a redução do índice sergipano também foi destaque na coluna Congresso em Foco, do Portal Uol.

 Ações

Nos últimos anos, o Governo do Estado tem promovido diversas ações voltadas ao combate à pobreza, e recebido reconhecimento por elas. No primeiro semestre de 2021, o estado foi citado pelo jornal O Globo como um dos que mais disponibilizaram recursos de auxílio à população durante a pandemia da Covid-19. Dentre os programas destacados, está o Cartão Mais Inclusão, criado para combater a insegurança alimentar e nutricional de famílias em situação de extrema pobreza. O CMais atende a cerca de 20 mil famílias sergipanas, com investimentos de cerca de R$ 40 milhões desde a criação, em abril de 2020.

E o Estado de Sergipe vem ampliando as ações na área. Em outubro de 2021, o governador Belivaldo Chagas sancionou a Lei de número 8.910/21, que cria o ‘Cartão Mais Inclusão – CMais Sergipe Acolhe’. Essa outra vertente do CMais, é destinada aos órfãos da Covid-19 e visa o pagamento mensal de um auxílio de R$ 500, até o alcance da maioridade civil, para crianças e adolescentes em situação de orfandade, bilateral ou de famílias monoparentais, em decorrência da pandemia de Covid-19 em Sergipe. Além do pagamento, serão somadas ações integradas de identificação, acolhimento e amparo. O benefício pode ser requerido através das gestões municipais de Assistência Social e da sociedade em geral, através de link de requerimento disponível no site: www.inclusao.se.gov.br. No site, consta também o Manual que dispõe sobre os requisitos para acesso ao programa.

Ainda em 2021, o Programa Mão Amiga – Pró-Sertão Bacia Leiteira também foi criado com o objetivo de fornecer auxílio às famílias inseridas na cadeia produtiva do leite, prejudicada com os efeitos da seca. O projeto contempla o pagamento de quatro parcelas, no valor de R$ 250 cada, para aproximadamente de 3,7 mil famílias cadastradas.

Já em dezembro do ano passado, o governador Belivaldo Chagas sancionou o Cartão Mais Inclusão Sergipe Pela Infância, destinado às famílias socialmente vulneráveis inseridas no Cadastro Único, que tenham crianças de até três anos e não estejam recebendo outro benefício da mesma fonte. O Governo do Estado já realizou entrega de cartões em 67 municípios sergipanos, concretizando uma das ações estruturantes do Programa Sergipe Pela Infância (PSPI). Mais de 800 famílias já receberam a primeira parcela do benefício no valor de R$ 130.