Inicio / Notícias / governo
Notícia
Desemprego em Sergipe segue em queda no terceiro trimestre de 2022
Taxa de desocupação caiu 0,6 ponto percentual em relação ao segundo trimestre de 2022 e 4,9% em relação ao mesmo período de 2021
Sexta-Feira, 18 de Novembro de 2022

Os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua Trimestral (Pnad Contínua Trimestral) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), analisados pelo Observatório de Sergipe, apontam redução de 0,6 ponto percentual na taxa de desocupação nos meses de julho, agosto e setembro em relação ao segundo trimestre de 2022. Já em relação ao mesmo período de 2021, o desemprego caiu de 17% para 12,1%.

Segundo o governador Belivaldo Chagas, o resultado “é fruto de um estado equilibrado, preparado para o futuro e que oferece cada vez mais oportunidades”. 

Ainda segundo a pesquisa, as atividades econômicas que registraram aumento de empregados em relação ao trimestre anterior foram: Administração pública, defesa, seguridade social, educação, saúde humana e serviços sociais, com 14 mil; construção com 5 mil ; Transporte, armazenagem e correio, com 3 mil; Alojamento e alimentação, com 2 mil; Outro serviço, com 1 mil novos empregos.

Notícia
/ Notícias / governo

Desemprego em Sergipe segue em queda no terceiro trimestre de 2022
Taxa de desocupação caiu 0,6 ponto percentual em relação ao segundo trimestre de 2022 e 4,9% em relação ao mesmo período de 2021
Sexta-Feira, 18 de Novembro de 2022

Os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua Trimestral (Pnad Contínua Trimestral) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), analisados pelo Observatório de Sergipe, apontam redução de 0,6 ponto percentual na taxa de desocupação nos meses de julho, agosto e setembro em relação ao segundo trimestre de 2022. Já em relação ao mesmo período de 2021, o desemprego caiu de 17% para 12,1%.

Segundo o governador Belivaldo Chagas, o resultado “é fruto de um estado equilibrado, preparado para o futuro e que oferece cada vez mais oportunidades”. 

Ainda segundo a pesquisa, as atividades econômicas que registraram aumento de empregados em relação ao trimestre anterior foram: Administração pública, defesa, seguridade social, educação, saúde humana e serviços sociais, com 14 mil; construção com 5 mil ; Transporte, armazenagem e correio, com 3 mil; Alojamento e alimentação, com 2 mil; Outro serviço, com 1 mil novos empregos.