Inicio / Notícias / educacao_cultura_esportes
Notícia
Projeto do Colégio Estadual Dom Juvêncio de Britto estimula o conhecimento do Bioma Caatinga
A culminância da iniciativa ocorreu nesta quinta-feira, 10, na Semana do Meio Ambiente, com apresentação dos resultados e impressões dos alunos
Quinta-Feira, 10 de Junho de 2021

Por meio de uma atividade interdisciplinar que envolveu as disciplinas de Arte, Ciência, Português, Geografia, Literatura, Produção de Texto e Ensino Religioso, professores do Colégio Estadual Dom Juvêncio de Brito, unidade que oferta o ensino médio em tempo integral, em Canindé de São Francisco, desenvolveram com seus alunos do 9º ano do Ensino Fundamental o projeto “O homem e o Bioma Caatinga”, que teve como finalidade promover o conhecimento sobre o bioma em seus vários aspectos e assim despertar a corresponsabilidade pela valorização e utilização responsável dos seus recursos.

A atividade foi proposta aos alunos em abril e nesta quinta-feira, 10, aconteceu a culminância, momento em que foram apresentados os resultados. Nesse período, os estudantes se debruçaram na temática e puderam conhecer com mais afinco o tipo de vegetação, vida animal, dentre outras características da caatinga, que compreende o município sergipano de Canindé. De acordo com a professora Veranúbia Avelino, o projeto foi apresentado por grupos de quatro a seis alunos, para ser produzido no formato audiovisual, dividido em subtemas. Ela explica ainda o que fundamentou a iniciativa.

“Não obstante o que nos ensinam anos de docência, a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) vem reforçar que nos anos finais do Ensino Fundamental, a exploração das vivências, saberes, interesses e curiosidades dos alunos sobre o mundo natural e material continua sendo fundamental, e nesse contexto é importante motivá-los com desafios cada vez mais abrangentes, o que permite que os questionamentos apresentados a eles, assim como os que eles próprios formulam, sejam mais complexos e contextualizados”, disse Vera Avelino.

Para que os trabalhos fossem produzidos, direcionando a abordagem de cada vídeo, os professores propuseram os seguintes subtemas: Vida Nordestina (Culinária Caatingueira); Macambira (Área de ocorrência do Bioma Caatinga); Oxente (Arte de Inspiração Caatingueira); S.O.S. Caatinga (O bioma Caatinga e os recursos hídricos); OXE! (A relação do vaqueiro com a caatinga); Flor de Mandacaru (A biodiversidade do Bioma Caatinga: Flora); e Floresta Branca (A Biodiversidade do Bioma Caatinga: Fauna). 

O aluno Rafael José Barbosa Carvalho assegura que pode tirar muitas lições do projeto. Sua equipe trabalhou com o subtema Área de ocorrência do Bioma Caatinga, vídeo que apresenta um resumo da formação do bioma e os estados que o compreendem, características climáticas, além da vegetação. “Eu achei que o tema do projeto foi bem escolhido. É muito importante estudar sobre o local onde vivemos”, disse.

Já o grupo da aluna Letícia Alves dos Santos produziu o trabalho sobre o bioma Caatinga e os recursos hídricos. O vídeo produzido pelos alunos traz o depoimento de cada um apresentando uma especificidade que influencia os rios existentes na caatinga. “A sua preservação é fundamental, principalmente porque esse bioma é berço de diversas nascentes que abastecem o Sertão nordestino”, ressaltou.

Segundo a professora Vera Avelino, além da pontuação nas disciplinas envolvidas, os alunos do grupo que tiverem o vídeo melhor avaliado de acordo com os critérios: organização, criatividade, coerência (tema/ texto/imagens), relevância das informações, linguagem apropriada, quantidade de curtidas (vídeos no canal do YouTube da escola) receberam troféus e medalhas. Os 2º e 3º colocados também receberão medalhas.

Os estudantes contaram com a orientação dos professores Adelvan Dória, da disciplina Geografia; Daniela Freitas, que leciona Língua Portuguesa, Literatura e Produção de Texto e Gicele Alencar, que leciona Língua Portuguesa e Ensino Religioso.

Notícia
/ Notícias / educacao_cultura_esportes

Projeto do Colégio Estadual Dom Juvêncio de Britto estimula o conhecimento do Bioma Caatinga
A culminância da iniciativa ocorreu nesta quinta-feira, 10, na Semana do Meio Ambiente, com apresentação dos resultados e impressões dos alunos
Quinta-Feira, 10 de Junho de 2021

Por meio de uma atividade interdisciplinar que envolveu as disciplinas de Arte, Ciência, Português, Geografia, Literatura, Produção de Texto e Ensino Religioso, professores do Colégio Estadual Dom Juvêncio de Brito, unidade que oferta o ensino médio em tempo integral, em Canindé de São Francisco, desenvolveram com seus alunos do 9º ano do Ensino Fundamental o projeto “O homem e o Bioma Caatinga”, que teve como finalidade promover o conhecimento sobre o bioma em seus vários aspectos e assim despertar a corresponsabilidade pela valorização e utilização responsável dos seus recursos.

A atividade foi proposta aos alunos em abril e nesta quinta-feira, 10, aconteceu a culminância, momento em que foram apresentados os resultados. Nesse período, os estudantes se debruçaram na temática e puderam conhecer com mais afinco o tipo de vegetação, vida animal, dentre outras características da caatinga, que compreende o município sergipano de Canindé. De acordo com a professora Veranúbia Avelino, o projeto foi apresentado por grupos de quatro a seis alunos, para ser produzido no formato audiovisual, dividido em subtemas. Ela explica ainda o que fundamentou a iniciativa.

“Não obstante o que nos ensinam anos de docência, a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) vem reforçar que nos anos finais do Ensino Fundamental, a exploração das vivências, saberes, interesses e curiosidades dos alunos sobre o mundo natural e material continua sendo fundamental, e nesse contexto é importante motivá-los com desafios cada vez mais abrangentes, o que permite que os questionamentos apresentados a eles, assim como os que eles próprios formulam, sejam mais complexos e contextualizados”, disse Vera Avelino.

Para que os trabalhos fossem produzidos, direcionando a abordagem de cada vídeo, os professores propuseram os seguintes subtemas: Vida Nordestina (Culinária Caatingueira); Macambira (Área de ocorrência do Bioma Caatinga); Oxente (Arte de Inspiração Caatingueira); S.O.S. Caatinga (O bioma Caatinga e os recursos hídricos); OXE! (A relação do vaqueiro com a caatinga); Flor de Mandacaru (A biodiversidade do Bioma Caatinga: Flora); e Floresta Branca (A Biodiversidade do Bioma Caatinga: Fauna). 

O aluno Rafael José Barbosa Carvalho assegura que pode tirar muitas lições do projeto. Sua equipe trabalhou com o subtema Área de ocorrência do Bioma Caatinga, vídeo que apresenta um resumo da formação do bioma e os estados que o compreendem, características climáticas, além da vegetação. “Eu achei que o tema do projeto foi bem escolhido. É muito importante estudar sobre o local onde vivemos”, disse.

Já o grupo da aluna Letícia Alves dos Santos produziu o trabalho sobre o bioma Caatinga e os recursos hídricos. O vídeo produzido pelos alunos traz o depoimento de cada um apresentando uma especificidade que influencia os rios existentes na caatinga. “A sua preservação é fundamental, principalmente porque esse bioma é berço de diversas nascentes que abastecem o Sertão nordestino”, ressaltou.

Segundo a professora Vera Avelino, além da pontuação nas disciplinas envolvidas, os alunos do grupo que tiverem o vídeo melhor avaliado de acordo com os critérios: organização, criatividade, coerência (tema/ texto/imagens), relevância das informações, linguagem apropriada, quantidade de curtidas (vídeos no canal do YouTube da escola) receberam troféus e medalhas. Os 2º e 3º colocados também receberão medalhas.

Os estudantes contaram com a orientação dos professores Adelvan Dória, da disciplina Geografia; Daniela Freitas, que leciona Língua Portuguesa, Literatura e Produção de Texto e Gicele Alencar, que leciona Língua Portuguesa e Ensino Religioso.