Inicio / Notícias / educacao_cultura_esportes
Notícia
Estudantes da rede pública de ensino participam de seletiva para o Jovens Embaixadores 2020
Nesta etapa, os alunos precisam comprovar o conhecimento de fala e escrita na língua inglesa durante prova enviada pela Embaixada dos Estados Unidos
Sexta-Feira, 20 de Setembro de 2019

Dez estudantes da rede pública de ensino realizaram, na tarde desta sexta-feira (20), a terceira etapa da seleção para o Programa Jovens Embaixadores 2020. Nesta etapa, os alunos precisam comprovar o conhecimento de fala e escrita na língua inglesa durante prova enviada pela Embaixada dos Estados Unidos.

A banca examinadora é composta por quatro professores da rede pública, escolas de inglês e Universidade Federal de Sergipe, e ocorreu na Escola do Legislativo Professora Neuzice Barreto Lima, da Câmara Municipal de Aracaju, situada na Galeria Farol Center.

Os quatro melhores alunos selecionados nesta fase terão o material avaliado pela embaixada para a seleção do único estudante que viajará para um intercâmbio de três semanas em Washington DC. Os demais irão para Brasília em julho de 2020 para uma imersão na cultura americana através da Casa Thomas Jeferson.

O programa é uma iniciativa da embaixada americana e busca proporcionar aos estudantes do ensino médio com excelente desempenho escolar, fluência em inglês e engajamento em iniciativas de impacto social a experiência de viagem e estudo de língua estrangeira, além de um mergulho nas rotinas de diferentes estados americanos.

De acordo com a coordenadora estadual do Programa Jovens Embaixadores, Célia Gil, o programa dá a oportunidade para todos os alunos da rede pública de amadurecerem e adquirirem outra visão de mundo e expectativas que só fazem crescer. Os jovens chegam a Washington e depois são acolhidos por famílias americanas em outros estados da federação.

Damily dos Santos estava muito nervosa minutos antes de iniciar a prova. Ela estuda o 1º ano do Ensino Médio no Colégio Estadual Leandro Maciel, localizado no bairro Ponto Novo, em Aracaju. O incentivo da mãe foi primordial para que a jovem pudesse participar da seletiva. Ellen Vitória compartilha do mesmo nervosismo da concorrente Damily. Ela veio de Itabaiana para fazer a prova. A conversa com pessoas que residem fora do país foi a estratégia que Ellen encontrou para garantir um bom resultado na prova. Ela se preparou durante os últimos meses e pretende levantar voo rumo aos Estados Unidos.

Cinco dos jovens embaixadores das edições anteriores estavam na Escola do Legislativo para desejar um bom desempenho e oferecer dicas que são indispensáveis no momento da avaliação. Larissa Pavani, concluinte do Colégio Estadual Murilo Braga, em Itabaiana, voltou de Washington este ano com muito aprendizado na bagagem. Para ela, o enriquecimento pessoal começa ao conhecer 49 jovens brasileiros que também passarão pelo intercâmbio, o que a leva a dizer que tudo deve ser aproveitado, desde as novas amizades até as ações de voluntariado e justiça social que ela conheceu em terras norte-americanas.