Inicio / Notícias / educacao_cultura_esportes
Notícia
Enem 2021: professor do Preuni Seduc e da rede estadual acerta tema da Redação
A redação teve como tema “Invisibilidade e registro civil: garantia de acesso à cidadania no Brasil”, trabalhado pelo professor sergipano Emerson Amorim
Segunda-Feira, 22 de Novembro de 2021

O professor de Geografia e Atualidades, Emerson Amorim, foi surpreendido com uma chuva de mensagens de agradecimento dos seus estudantes na noite deste domingo, 21. O motivo para tanta gratidão é que ele havia abordado o tema da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem 2021) em suas aulas do curso Pré-Universitário (Preuni), Polo Abelardo Romero Dantas, e do Colégio Estadual Sílvio Romero, em Lagarto. 

A redação do Enem 2021 teve como tema “Invisibilidade e registro civil: garantia de acesso à cidadania no Brasil”. Os participantes tiveram que escrever um texto dissertativo-argumentativo, com até 30 linhas, a partir da situação-problema proposta na prova, dos textos motivadores e dos conhecimentos construídos ao longo da formação. O tema é o mesmo para as duas versões do Enem: impressa e digital.

Emerson Amorim explicou que sempre priorizou temáticas sociais em suas aulas. “Os brasileiros invisíveis”, assunto abordado por mim nas aulas do Preuni, cuja notícia correu não só o Brasil como o mundo, trazia que cerca de 3 milhões de brasileiros, no ato do cadastramento de um novo benefício social, não tinham nenhum tipo de documento. Nessa perspectiva, eu passei a abordar a questão histórica desse tema, mostrando um país desde a colonização, passando pela promessa de uma boa vida no Brasil República, e desde aquela época nosso país não consegue sanar alguns problemas sociais, justamente porque o conceito de Estado ainda não chegou para todas as pessoas”.

“Eu sempre associei fatos históricos, temas de geografia e sociologia, com os fatos de hoje. E com o advento das tecnologias digitais passei a me aprofundar cada vez mais, principalmente na parte de geopolítica, área que eu amo. Em 2014, quando ingressei na rede estadual, fui convidado a lecionar também no Polo Lagarto. E foi nessa ocasião que sugeri ao coordenador Clécio de Jesus, que enquanto lecionava as aulas de Geografia, no fim de semana, eu reservaria uma hora da aula para tratar de temas da atualidade”, lembrou o professor Emerson Amorim, destacando que sua sugestão foi bem aceita e abraçada pela coordenação do programa.

A coordenadora do Preuni Seduc, professora Gisele Pádua, também celebrou o feito do professor Emerson Amorim, que tem apostado, ao longo do ano “na interdisciplinaridade, que é conexão dos professores de redação e geografia. Na nossa programação tivemos quatro aulões de atualidades, e nos polos, os professores têm essa liberdade de estarem trabalhando os temas atuais. O professor Emerson tem isso muito forte na sua didática. A gente fica muito feliz que o professor tenha abordando esse conteúdo com os nossos alunos”, disse.

Para o estudante Anderson da Silva Alves, do Preuni Polo Lagarto, as aulas do professor Emerson foram essenciais para a fundamentação de sua redação, sobretudo o entendimento de outras questões que tratavam sobre atualidades. “Conteúdos determinantes e que me ajudaram bastante no Enem”, frisou. Além dele, mais estudantes agradeceram ao professor de Lagarto após a prova. 

No Colégio Estadual Sílvio Romero, escola-piloto do Novo Ensino Médio, o professor Emerson Amorim foi um dos pioneiros, juntamente com a gestora Tamires Ribeiro, na implantação da disciplina integradora de Atualidades. “No Silvio Romero trabalho exclusivamente com essa disciplina, que tem feito a diferença na rotina de estudos dos nossos alunos, e vem sendo aplicado em outras unidades de ensino. “Com certeza vamos colher bons frutos no próximo ano. Isso prova que quanto mais o Governo do Estado investe nos Polos do Preuni, além do Novo Ensino Médio, há uma tendência de crescimento gradativo”, concluiu.

Notícia
/ Notícias / educacao_cultura_esportes

Enem 2021: professor do Preuni Seduc e da rede estadual acerta tema da Redação
A redação teve como tema “Invisibilidade e registro civil: garantia de acesso à cidadania no Brasil”, trabalhado pelo professor sergipano Emerson Amorim
Segunda-Feira, 22 de Novembro de 2021

O professor de Geografia e Atualidades, Emerson Amorim, foi surpreendido com uma chuva de mensagens de agradecimento dos seus estudantes na noite deste domingo, 21. O motivo para tanta gratidão é que ele havia abordado o tema da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem 2021) em suas aulas do curso Pré-Universitário (Preuni), Polo Abelardo Romero Dantas, e do Colégio Estadual Sílvio Romero, em Lagarto. 

A redação do Enem 2021 teve como tema “Invisibilidade e registro civil: garantia de acesso à cidadania no Brasil”. Os participantes tiveram que escrever um texto dissertativo-argumentativo, com até 30 linhas, a partir da situação-problema proposta na prova, dos textos motivadores e dos conhecimentos construídos ao longo da formação. O tema é o mesmo para as duas versões do Enem: impressa e digital.

Emerson Amorim explicou que sempre priorizou temáticas sociais em suas aulas. “Os brasileiros invisíveis”, assunto abordado por mim nas aulas do Preuni, cuja notícia correu não só o Brasil como o mundo, trazia que cerca de 3 milhões de brasileiros, no ato do cadastramento de um novo benefício social, não tinham nenhum tipo de documento. Nessa perspectiva, eu passei a abordar a questão histórica desse tema, mostrando um país desde a colonização, passando pela promessa de uma boa vida no Brasil República, e desde aquela época nosso país não consegue sanar alguns problemas sociais, justamente porque o conceito de Estado ainda não chegou para todas as pessoas”.

“Eu sempre associei fatos históricos, temas de geografia e sociologia, com os fatos de hoje. E com o advento das tecnologias digitais passei a me aprofundar cada vez mais, principalmente na parte de geopolítica, área que eu amo. Em 2014, quando ingressei na rede estadual, fui convidado a lecionar também no Polo Lagarto. E foi nessa ocasião que sugeri ao coordenador Clécio de Jesus, que enquanto lecionava as aulas de Geografia, no fim de semana, eu reservaria uma hora da aula para tratar de temas da atualidade”, lembrou o professor Emerson Amorim, destacando que sua sugestão foi bem aceita e abraçada pela coordenação do programa.

A coordenadora do Preuni Seduc, professora Gisele Pádua, também celebrou o feito do professor Emerson Amorim, que tem apostado, ao longo do ano “na interdisciplinaridade, que é conexão dos professores de redação e geografia. Na nossa programação tivemos quatro aulões de atualidades, e nos polos, os professores têm essa liberdade de estarem trabalhando os temas atuais. O professor Emerson tem isso muito forte na sua didática. A gente fica muito feliz que o professor tenha abordando esse conteúdo com os nossos alunos”, disse.

Para o estudante Anderson da Silva Alves, do Preuni Polo Lagarto, as aulas do professor Emerson foram essenciais para a fundamentação de sua redação, sobretudo o entendimento de outras questões que tratavam sobre atualidades. “Conteúdos determinantes e que me ajudaram bastante no Enem”, frisou. Além dele, mais estudantes agradeceram ao professor de Lagarto após a prova. 

No Colégio Estadual Sílvio Romero, escola-piloto do Novo Ensino Médio, o professor Emerson Amorim foi um dos pioneiros, juntamente com a gestora Tamires Ribeiro, na implantação da disciplina integradora de Atualidades. “No Silvio Romero trabalho exclusivamente com essa disciplina, que tem feito a diferença na rotina de estudos dos nossos alunos, e vem sendo aplicado em outras unidades de ensino. “Com certeza vamos colher bons frutos no próximo ano. Isso prova que quanto mais o Governo do Estado investe nos Polos do Preuni, além do Novo Ensino Médio, há uma tendência de crescimento gradativo”, concluiu.