Inicio / Notícias / educacao_cultura_esportes
Notícia
Alunos da rede estadual se destacam em concurso literário do Simpósio de Geologia do Nordeste  
Terça-Feira, 19 de Novembro de 2019

Dentro da programação do Simpósio de Geologia do Nordeste, que aconteceu no período de 9 a 18 de novembro, em Aracaju, três estudantes da rede estadual foram agraciados com prêmio do concurso literário, promovido pela Sociedade Brasileira de Geologia. Os alunos Nayara Ilana Souza Reis, da Escola Estadual Professor Benedito de Oliveira; Maria Sandriele de Oliveira, da Escola Estadual Emb. Bilac Pinto; e Pablo Ravel Moura Cardoso, do Colégio Estadual Francisco Figueiredo, 1º, 2º e 3º lugares, respectivamente, participaram de oficinas que culminaram nas produções textuais submetidas ao concurso.

Com o tema  O Petróleo é Nosso, as redações foram avaliadas por um corpo de jurados formado por pesquisadores e estudiosos da área que participaram do evento. Neste ano, o Simpósio de Geologia do Nordeste completa 54 anos de existência, sendo, portanto, o Simpósio Regional de Geologia mais antigo do país. Durante o encontro, também aconteceu o 4º Simpósio sobre o Cráton do São Francisco e Orógenos Marginais. Antes do evento, 32 professores da educação básica participaram de uma capacitação para debater assuntos de Geologia entre os jovens. Dessa inciativa surgiu o concurso literário.

De acordo com a professora de Geografia, Flávia Costa Rodrigues, que participou do curso promovido pelo simpósio, é de grande valia que temas como esses sejam tratados na escola pública. Ela considera proveitosa sua participação na formação, bem como a orientação que resultou na primeira colocação da aluna Nayara. “É uma aluna muito dedicada, esforçada e não mede esforços para conseguir o que almeja. Sua dedicação é admirável. Acredito que essa conquista não será a primeira”, frisou.

A estudante campeã Nayara Ilana, aluna do 8º ano do ensino fundamental, confessa que não esperava vencer o concurso. Ela considera importante a abordagem de assuntos que, de alguma forma, sensibilizam a sociedade. “Fiquei feliz ao receber o resultado e poder representar minha escola”.

 

Notícia
/ Notícias / educacao_cultura_esportes

Alunos da rede estadual se destacam em concurso literário do Simpósio de Geologia do Nordeste  
Terça-Feira, 19 de Novembro de 2019

Dentro da programação do Simpósio de Geologia do Nordeste, que aconteceu no período de 9 a 18 de novembro, em Aracaju, três estudantes da rede estadual foram agraciados com prêmio do concurso literário, promovido pela Sociedade Brasileira de Geologia. Os alunos Nayara Ilana Souza Reis, da Escola Estadual Professor Benedito de Oliveira; Maria Sandriele de Oliveira, da Escola Estadual Emb. Bilac Pinto; e Pablo Ravel Moura Cardoso, do Colégio Estadual Francisco Figueiredo, 1º, 2º e 3º lugares, respectivamente, participaram de oficinas que culminaram nas produções textuais submetidas ao concurso.

Com o tema  O Petróleo é Nosso, as redações foram avaliadas por um corpo de jurados formado por pesquisadores e estudiosos da área que participaram do evento. Neste ano, o Simpósio de Geologia do Nordeste completa 54 anos de existência, sendo, portanto, o Simpósio Regional de Geologia mais antigo do país. Durante o encontro, também aconteceu o 4º Simpósio sobre o Cráton do São Francisco e Orógenos Marginais. Antes do evento, 32 professores da educação básica participaram de uma capacitação para debater assuntos de Geologia entre os jovens. Dessa inciativa surgiu o concurso literário.

De acordo com a professora de Geografia, Flávia Costa Rodrigues, que participou do curso promovido pelo simpósio, é de grande valia que temas como esses sejam tratados na escola pública. Ela considera proveitosa sua participação na formação, bem como a orientação que resultou na primeira colocação da aluna Nayara. “É uma aluna muito dedicada, esforçada e não mede esforços para conseguir o que almeja. Sua dedicação é admirável. Acredito que essa conquista não será a primeira”, frisou.

A estudante campeã Nayara Ilana, aluna do 8º ano do ensino fundamental, confessa que não esperava vencer o concurso. Ela considera importante a abordagem de assuntos que, de alguma forma, sensibilizam a sociedade. “Fiquei feliz ao receber o resultado e poder representar minha escola”.