Notícias
Notícias
Quinta-Feira, 09 de Novembro de 2023 às 15:30:00
Grupo ParlaCênico de teatro apresentará espetáculo 'Sobreviventes de Palmares'
O grupo formado por estudantes do Centro de Excelência Nelson Mandela é fruto do projeto ‘Alma Africana’, desenvolvido ao longo do ano letivo

Em alusão ao período da Consciência Negra, o Centro de Excelência Nelson Mandela, localizado em Aracaju, realizará a culminância do projeto ‘Alma Africana’, nos dias 20 e 21 de novembro, com uma apresentação de teatro e dança do Grupo ParlaCênico. O espetáculo dirigido pelo professor Evanilson de França e protagonizado por alunos do Nelson Mandela tem como temática os ‘Sobreviventes de Palmares’ e acontecerá às 9h30 e às 14h30, no teatro Atheneu. O acesso é gratuito e limitado à quantidade de lugares.

A ação é mais uma iniciativa desenvolvida pelas escolas da rede pública estadual que constroem práticas relacionadas ao  cumprimento da lei 10.639/2003, que trata da inclusão no currículo oficial da rede de ensino e da obrigatoriedade da temática História e Cultura Afro-Brasileira e fomentam a educação antirracista, por meio de rodas de conversa, vivências, apresentações teatrais e a integração entre alunos e a sociedade.

O projeto foi criado em 2005, no Colégio Estadual Professor Benedito Oliveira, também na capital. Em 2022, o projeto foi implementado em outro colégio da rede pública estadual, o John Kennedy. Agora em 2023, foi remanejado para o Colégio Estadual Nelson Mandela, onde é coordenado pelo professor Evanilson de França, um dos criadores do projeto.

São desenvolvidas atividades que se prolongam pelo ano inteiro, visando a celebrar o dia da consciência negra não apenas em 20 de novembro, mas em todo o ano. São ações como oficinas, rodas de conversa e também visitas às mais de trinta comunidades quilombolas de todo o estado, onde são realizadas rodas de conversa, entrevistas e registros fotográficos.

As turmas que realizam essas visitas participam de um intercâmbio cultural com outros alunos, a fim de partilhar as experiências da visita. Além disso, o ‘Alma Africana’ também produz e apresenta um espetáculo teatral dirigido, produzido e interpretado pelos alunos e professores do Nelson Mandela.

O professor organizador do 'Alma Africana', Evanilson de França, conta que esse projeto busca atuar no combate ao racismo e no desenvolvimento do teatro dentro de Sergipe, além de dar ao aluno o papel de protagonista das ações. “Outra coisa que eu acho fundamental é mostrar aos estudantes das escolas públicas que eles são capazes de qualquer coisa; eles podem ser os espectadores, mas também os protagonistas de um espetáculo”, descreve o professor. 

 

Compartilhe            
Notícia
/ Notícias / educacao-cultura

Grupo ParlaCênico de teatro apresentará espetáculo 'Sobreviventes de Palmares'
O grupo formado por estudantes do Centro de Excelência Nelson Mandela é fruto do projeto ‘Alma Africana’, desenvolvido ao longo do ano letivo
Quinta-Feira, 09 de Novembro de 2023 às 15:30:00

Em alusão ao período da Consciência Negra, o Centro de Excelência Nelson Mandela, localizado em Aracaju, realizará a culminância do projeto ‘Alma Africana’, nos dias 20 e 21 de novembro, com uma apresentação de teatro e dança do Grupo ParlaCênico. O espetáculo dirigido pelo professor Evanilson de França e protagonizado por alunos do Nelson Mandela tem como temática os ‘Sobreviventes de Palmares’ e acontecerá às 9h30 e às 14h30, no teatro Atheneu. O acesso é gratuito e limitado à quantidade de lugares.

A ação é mais uma iniciativa desenvolvida pelas escolas da rede pública estadual que constroem práticas relacionadas ao  cumprimento da lei 10.639/2003, que trata da inclusão no currículo oficial da rede de ensino e da obrigatoriedade da temática História e Cultura Afro-Brasileira e fomentam a educação antirracista, por meio de rodas de conversa, vivências, apresentações teatrais e a integração entre alunos e a sociedade.

O projeto foi criado em 2005, no Colégio Estadual Professor Benedito Oliveira, também na capital. Em 2022, o projeto foi implementado em outro colégio da rede pública estadual, o John Kennedy. Agora em 2023, foi remanejado para o Colégio Estadual Nelson Mandela, onde é coordenado pelo professor Evanilson de França, um dos criadores do projeto.

São desenvolvidas atividades que se prolongam pelo ano inteiro, visando a celebrar o dia da consciência negra não apenas em 20 de novembro, mas em todo o ano. São ações como oficinas, rodas de conversa e também visitas às mais de trinta comunidades quilombolas de todo o estado, onde são realizadas rodas de conversa, entrevistas e registros fotográficos.

As turmas que realizam essas visitas participam de um intercâmbio cultural com outros alunos, a fim de partilhar as experiências da visita. Além disso, o ‘Alma Africana’ também produz e apresenta um espetáculo teatral dirigido, produzido e interpretado pelos alunos e professores do Nelson Mandela.

O professor organizador do 'Alma Africana', Evanilson de França, conta que esse projeto busca atuar no combate ao racismo e no desenvolvimento do teatro dentro de Sergipe, além de dar ao aluno o papel de protagonista das ações. “Outra coisa que eu acho fundamental é mostrar aos estudantes das escolas públicas que eles são capazes de qualquer coisa; eles podem ser os espectadores, mas também os protagonistas de um espetáculo”, descreve o professor.