Inicio / Notícias / desenvolvimento
Notícia
Jucese e CRA firmam parceria técnica para fiscalização da atividade administrativa
Proposta que visa garantir a fiscalização das novas empresas que possuem a Classificação Nacional de Atividade Econômica (CNAE) no campo administrativo
Quarta-Feira, 15 de Setembro de 2021

Na última terça-feira, 14, o presidente da Junta Comercial do Estado (Jucese), Marco Freitas, recebeu em seu gabinete o presidente do Conselho Regional de Administração de Sergipe (CRA), Jorge Cabral, e o vice-presidente do CRA, Gildson Farias. Durante a reunião, foi apresentada a proposta que visa garantir a fiscalização das novas empresas que possuem a Classificação Nacional de Atividade Econômica (CNAE) no campo administrativo.

Através do termo de cooperação técnica, a Jucese contribuirá com o compartilhamento de informações sobre os novos escritórios, de acordo com a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais. Desta forma, o CRA poderá fiscalizar as empresas e orientá-las com base na regulação do exercício da profissão.

Para o presidente da Jucese, Marco Freitas, a cooperação entre os dois órgãos será produtiva. “Um trabalho muito importante para o desenvolvimento da área administrativa, principalmente para aqueles que estão começando. Também damos apoio a outras instituições ligadas ao ramo empresarial, visando sempre o progresso do nosso estado”, confessa Freitas.

Segundo o presidente do CRA, Jorge Cabral, quando as empresas são abertas e consolidadas, o Conselho precisa averiguar se existe pertinência no código CNAE, e se está dentro do campo privativo da administração. “Com as informações passadas pela Jucese, conseguiremos fazer o processo de orientação e instruir responsáveis técnicos voltados às áreas específicas da administração”, explica Cabral, que também destaca a importância do registro dessas empresas no Conselho.

Notícia
/ Notícias / desenvolvimento

Jucese e CRA firmam parceria técnica para fiscalização da atividade administrativa
Proposta que visa garantir a fiscalização das novas empresas que possuem a Classificação Nacional de Atividade Econômica (CNAE) no campo administrativo
Quarta-Feira, 15 de Setembro de 2021

Na última terça-feira, 14, o presidente da Junta Comercial do Estado (Jucese), Marco Freitas, recebeu em seu gabinete o presidente do Conselho Regional de Administração de Sergipe (CRA), Jorge Cabral, e o vice-presidente do CRA, Gildson Farias. Durante a reunião, foi apresentada a proposta que visa garantir a fiscalização das novas empresas que possuem a Classificação Nacional de Atividade Econômica (CNAE) no campo administrativo.

Através do termo de cooperação técnica, a Jucese contribuirá com o compartilhamento de informações sobre os novos escritórios, de acordo com a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais. Desta forma, o CRA poderá fiscalizar as empresas e orientá-las com base na regulação do exercício da profissão.

Para o presidente da Jucese, Marco Freitas, a cooperação entre os dois órgãos será produtiva. “Um trabalho muito importante para o desenvolvimento da área administrativa, principalmente para aqueles que estão começando. Também damos apoio a outras instituições ligadas ao ramo empresarial, visando sempre o progresso do nosso estado”, confessa Freitas.

Segundo o presidente do CRA, Jorge Cabral, quando as empresas são abertas e consolidadas, o Conselho precisa averiguar se existe pertinência no código CNAE, e se está dentro do campo privativo da administração. “Com as informações passadas pela Jucese, conseguiremos fazer o processo de orientação e instruir responsáveis técnicos voltados às áreas específicas da administração”, explica Cabral, que também destaca a importância do registro dessas empresas no Conselho.