Inicio / Notícias / desenvolvimento
Notícia
I Seminário para Multiplicadores do Programa Nacional do Turismo Gastronômico é iniciado nesta quinta-feira, 24
Promovido pela Setur, este seminário é voltado às pessoas que atuam no setor de turismo (especialistas ou gestores), da gastronomia, chefes de cozinha ou simplesmente pessoas interessadas pelo assunto
Quinta-Feira, 24 de Novembro de 2022

Foi dado início na manhã desta quinta-feira, 24, no Museu da Gente Sergipana, o I Seminário para Multiplicadores do Programa Nacional do Turismo Gastronômico, promovido pela Secretaria de Estado do Turismo (Setur), Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Sergipe (Sebrae/SE), e o Ministério do Turismo (MTur).

Na abertura do evento o secretário de Estado do Turismo, Sales Neto, deu boas-vindas ao público presente, agradeceu aos parceiros envolvidos na concepção do seminário e destacou que Sergipe tem um potencial na área de gastronomia, enfatizando que a realização deste seminário não apenas identifica a gastronomia sergipana, mas coloca o Estado na vitrine, e potencializa as possibilidades de se criar coisas novas dentro daquilo que Sergipe tem. “Estamos trazendo chefes renomados, estudiosos, pesquisadores, pessoas que entendem do ramo para que possamos dialogar e disso sair coisas importantes para gastronomia, para a cultura para o turismo do nosso Estado. Ele frisou, ainda, que “o turismo é feito de diversos setores, e a gastronomia é um setor muito importante porque envolve questões culturais, o fazer popular do alimento, e segmentos importantes como o agricultor familiar, portanto, é toda uma cadeia de produção de alimentos que chega na mesa dos sergipanos e turistas”.

Por via Skype, o secretário nacional do Desenvolvimento e Competitividade do Turismo, Fábio Pinheiro, não pode estar presente no evento, mas fez questão de parabenizar a iniciativa, e o representando, estava a coordenadora de produção associada ao turismo do MTur, Anna Modesto. “É de suma importância estarmos neste seminário para multiplicadores do Programa Nacional de Turismo Gastronômico porque valoriza cada vez mais esse segmento de turismo gastronômico e fortalece não só em âmbito estadual, regional mas em todo âmbito nacional, e é isso o que a gente quer, cada vez mais: fortalecer o turismo, esse segmento que vem crescendo cada vez mais”, considerou Anna.

Representando o Sebrae Sergipe, o diretor técnico Breno Barreto, expressou a satisfação da entidade estar envolvida na realização deste seminário. “É um grande orgulho estarmos juntos de grandes parceiros como a Setur, que vem fazendo um excelente trabalho ao longo dos últimos anos, e que também tivemos ao seu lado várias outras ações voltadas ao segmento turístico. A realização deste seminário que envolve e trata de forma ativa os atores desse segmento, proporciona um elo com essa cultura empreendedora”, considerou.

Rodas de Conversa e feira de artesanato

A programação do evento contou com a realização de três rodas de conversa: ‘O que é o Programa Nacional do Turismo Gastronômico’, apresentado por Anna Modesto, do MTur, e mediada por Léa Duarte, da Setur. Em seguida, ‘Turismo, Cultura, Patrimônio e Gastronomia Sustentável’, apresentada por Monique Badaró, que é assessora de Inovação, e coordenadora do Observatório do Patrimônio Gastronômico do Nordeste e Espírito Santo, e que foi mediado por Aidê Suzart, da Setur/BA; e por fim, um bate-papo com o chef Zeca Amaral; e o digital influencer do Canal Travel Box, Thiago Paes. Eles abordaram o tema ‘Experimentando e desvendando a história por trás do prato’.

“Estou representando o Projeto das Experiências do Brasil Rural, que é um projeto que já trabalhamos há alguns anos junto com o Ministério do Turismo e a Universidade Federal Fluminense, e o nosso bate-papo é sobre os pilares, na minha concepção, e o que tem por trás do prato, ou seja, a história da comida, da responsabilidade, do conceito e principalmente das pessoas envolvidas em todo processo. Esse é o nosso objetivo, cada vez mais, pedir que as políticas públicas sigam com esse projeto que vem beneficiando do empreendedor ao homem do campo”, explicou o chef Zeca Amaral.

“Precisamos cada vez mais nos dedicarmos a conhecer o Brasil, por isso, o nosso bate-papo foi voltado às experiências que tenho tido ao viajar por tantos lugares, e venho observando que o turismo gastronômico no Brasil novas rotas tem surgido, novos atrativos, novos empreendimentos, e acho que aqui é uma grande oportunidade da gente discutir sobre isso e reconhecer o Brasil que precisa conhecer o Brasil”, enfatizou o digital influencer, Thiago Paes.

Atividades paralelas também integraram a programação do evento, como a realização da feira de artesanato e da economia criativa na área externa do Museu, em que foram expostos produtos para venda e também degustação, dos municípios: Aracaju, Barra dos Coqueiros, Brejo Grande, Campo do Brito, Carmópolis, Canindé de São Francisco, Divina Pastora, Estância, Ilha das Flores, Indiaroba, Itabaiana, Santana do São Francisco e São Cristóvão. E no turno vespertino, a visitação ao Mercado Municipal de Aracaju. 

Público-alvo

Este seminário é voltado às pessoas que atuam no setor de turismo (especialistas ou gestores), da gastronomia, chefes de cozinha ou simplesmente pessoas interessadas pelo assunto, como é o caso do empreendedor Reginaldo Cecílio da Silva. “Vim para este seminário pra conhecer um pouco mais sobre esse programa nacional do turismo gastronômico, assim como o turismo gastronômico de Sergipe, pois pretendo criar uma agência de turismo de experiência voltada para o turismo gastronômico com base comunitária”, disse.

O I Seminário para Multiplicadores do Programa Nacional do Turismo Gastronômico, tem o apoio da Prefeitura de Aracaju, que na oportunidade, representando o prefeito Edvaldo Nogueira, esteve presente o secretário municipal da Indústria Comércio e Turismo, Jorge Fraga. Também apoiam este evento o Instituto BANESE, Museu da Gente Sergipana, Universidade Federal de Sergipe (UFS), EMBRAPA/AL, FECOMÉRCIO e SENAC /SE, SENAC/BA, Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (ABRASEL), Sergipe Trade Tur e DelMar Hotel. O evento tem continuidade amanhã, sexta-feira, 25, a partir das 8h:30min, no auditório do Museu da Gente Sergipana.

Notícia
/ Notícias / desenvolvimento

I Seminário para Multiplicadores do Programa Nacional do Turismo Gastronômico é iniciado nesta quinta-feira, 24
Promovido pela Setur, este seminário é voltado às pessoas que atuam no setor de turismo (especialistas ou gestores), da gastronomia, chefes de cozinha ou simplesmente pessoas interessadas pelo assunto
Quinta-Feira, 24 de Novembro de 2022

Foi dado início na manhã desta quinta-feira, 24, no Museu da Gente Sergipana, o I Seminário para Multiplicadores do Programa Nacional do Turismo Gastronômico, promovido pela Secretaria de Estado do Turismo (Setur), Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Sergipe (Sebrae/SE), e o Ministério do Turismo (MTur).

Na abertura do evento o secretário de Estado do Turismo, Sales Neto, deu boas-vindas ao público presente, agradeceu aos parceiros envolvidos na concepção do seminário e destacou que Sergipe tem um potencial na área de gastronomia, enfatizando que a realização deste seminário não apenas identifica a gastronomia sergipana, mas coloca o Estado na vitrine, e potencializa as possibilidades de se criar coisas novas dentro daquilo que Sergipe tem. “Estamos trazendo chefes renomados, estudiosos, pesquisadores, pessoas que entendem do ramo para que possamos dialogar e disso sair coisas importantes para gastronomia, para a cultura para o turismo do nosso Estado. Ele frisou, ainda, que “o turismo é feito de diversos setores, e a gastronomia é um setor muito importante porque envolve questões culturais, o fazer popular do alimento, e segmentos importantes como o agricultor familiar, portanto, é toda uma cadeia de produção de alimentos que chega na mesa dos sergipanos e turistas”.

Por via Skype, o secretário nacional do Desenvolvimento e Competitividade do Turismo, Fábio Pinheiro, não pode estar presente no evento, mas fez questão de parabenizar a iniciativa, e o representando, estava a coordenadora de produção associada ao turismo do MTur, Anna Modesto. “É de suma importância estarmos neste seminário para multiplicadores do Programa Nacional de Turismo Gastronômico porque valoriza cada vez mais esse segmento de turismo gastronômico e fortalece não só em âmbito estadual, regional mas em todo âmbito nacional, e é isso o que a gente quer, cada vez mais: fortalecer o turismo, esse segmento que vem crescendo cada vez mais”, considerou Anna.

Representando o Sebrae Sergipe, o diretor técnico Breno Barreto, expressou a satisfação da entidade estar envolvida na realização deste seminário. “É um grande orgulho estarmos juntos de grandes parceiros como a Setur, que vem fazendo um excelente trabalho ao longo dos últimos anos, e que também tivemos ao seu lado várias outras ações voltadas ao segmento turístico. A realização deste seminário que envolve e trata de forma ativa os atores desse segmento, proporciona um elo com essa cultura empreendedora”, considerou.

Rodas de Conversa e feira de artesanato

A programação do evento contou com a realização de três rodas de conversa: ‘O que é o Programa Nacional do Turismo Gastronômico’, apresentado por Anna Modesto, do MTur, e mediada por Léa Duarte, da Setur. Em seguida, ‘Turismo, Cultura, Patrimônio e Gastronomia Sustentável’, apresentada por Monique Badaró, que é assessora de Inovação, e coordenadora do Observatório do Patrimônio Gastronômico do Nordeste e Espírito Santo, e que foi mediado por Aidê Suzart, da Setur/BA; e por fim, um bate-papo com o chef Zeca Amaral; e o digital influencer do Canal Travel Box, Thiago Paes. Eles abordaram o tema ‘Experimentando e desvendando a história por trás do prato’.

“Estou representando o Projeto das Experiências do Brasil Rural, que é um projeto que já trabalhamos há alguns anos junto com o Ministério do Turismo e a Universidade Federal Fluminense, e o nosso bate-papo é sobre os pilares, na minha concepção, e o que tem por trás do prato, ou seja, a história da comida, da responsabilidade, do conceito e principalmente das pessoas envolvidas em todo processo. Esse é o nosso objetivo, cada vez mais, pedir que as políticas públicas sigam com esse projeto que vem beneficiando do empreendedor ao homem do campo”, explicou o chef Zeca Amaral.

“Precisamos cada vez mais nos dedicarmos a conhecer o Brasil, por isso, o nosso bate-papo foi voltado às experiências que tenho tido ao viajar por tantos lugares, e venho observando que o turismo gastronômico no Brasil novas rotas tem surgido, novos atrativos, novos empreendimentos, e acho que aqui é uma grande oportunidade da gente discutir sobre isso e reconhecer o Brasil que precisa conhecer o Brasil”, enfatizou o digital influencer, Thiago Paes.

Atividades paralelas também integraram a programação do evento, como a realização da feira de artesanato e da economia criativa na área externa do Museu, em que foram expostos produtos para venda e também degustação, dos municípios: Aracaju, Barra dos Coqueiros, Brejo Grande, Campo do Brito, Carmópolis, Canindé de São Francisco, Divina Pastora, Estância, Ilha das Flores, Indiaroba, Itabaiana, Santana do São Francisco e São Cristóvão. E no turno vespertino, a visitação ao Mercado Municipal de Aracaju. 

Público-alvo

Este seminário é voltado às pessoas que atuam no setor de turismo (especialistas ou gestores), da gastronomia, chefes de cozinha ou simplesmente pessoas interessadas pelo assunto, como é o caso do empreendedor Reginaldo Cecílio da Silva. “Vim para este seminário pra conhecer um pouco mais sobre esse programa nacional do turismo gastronômico, assim como o turismo gastronômico de Sergipe, pois pretendo criar uma agência de turismo de experiência voltada para o turismo gastronômico com base comunitária”, disse.

O I Seminário para Multiplicadores do Programa Nacional do Turismo Gastronômico, tem o apoio da Prefeitura de Aracaju, que na oportunidade, representando o prefeito Edvaldo Nogueira, esteve presente o secretário municipal da Indústria Comércio e Turismo, Jorge Fraga. Também apoiam este evento o Instituto BANESE, Museu da Gente Sergipana, Universidade Federal de Sergipe (UFS), EMBRAPA/AL, FECOMÉRCIO e SENAC /SE, SENAC/BA, Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (ABRASEL), Sergipe Trade Tur e DelMar Hotel. O evento tem continuidade amanhã, sexta-feira, 25, a partir das 8h:30min, no auditório do Museu da Gente Sergipana.