Inicio / Notícias / desenvolvimento
Notícia
Governo, prefeitura e Capitania dos Portos dialogam sobre turismo náutico
O diálogo foi o pontapé inicial para viabilizar um trabalho de conscientização e ordenamento das áreas de trânsito de jetski, lanchas e demais esportes aquáticos
Sexta-Feira, 20 de Setembro de 2019

Com o objetivo de realizar um trabalho integrado entre as entidades responsáveis pelo turismo náutico em Sergipe, o secretário de estado da Comunicação e Turismo, Sales Neto, o secretário de Indústria, Comércio e Turismo (Semict) da Prefeitura de Aracaju, Marlysson Magalhães, e o comandante da Capitania dos Portos de Sergipe, capitão de fragata Guilherme Conti Padão, dialogaram na manhã desta sexta-feira (20) sobre o tema. 

O diálogo foi o pontapé inicial para viabilizar um trabalho de conscientização e ordenamento das áreas de trânsito de jetski, lanchas e demais esportes aquáticos em algumas regiões, não só de Aracaju, mas em todo o Estado, harmonizando estes espaços com as áreas reservadas para banhistas. O ideia é iniciar o trabalho ainda no próximo verão. 

De acordo com Sales Neto, o trabalho de ordenação do tráfego de veículos aquáticos, banhistas e praticantes de esportes é fundamental para desenvolver o turismo dessas regiões com responsabilidade. “Viemos estabelecer um primeiro contato, e nele já definimos a criação de um grupo de trabalho para tratar questões relacionadas ao turismo náutico. É preciso que alguns regramentos sejam estabelecidos, para que possa haver uma harmonia entre o desenvolvimento turístico e econômico, aliado a segurança das pessoas”, explica. 

Será criado um grupo de trabalho, com auxílio do Conselho de Assessoramento da Marinha, a fim de discutir a melhor forma de estabelecer o projeto de ordenamento dessas áreas. “Nos reuniremos outras vezes com esse grupo de trabalho, onde serão apresentados alguns projetos que a prefeitura de Aracaju possui, entre outros assuntos que ficaram estabelecidos a partir desse primeiro contato. Vamos dar o encaminhamento, tanto no governo do estado, na prefeitura e também no âmbito da marinha, visando regrar algumas situações no turismo náutico. É preciso que  tenhamos uma maior infraestrutura do que há hoje, visando dar maior comodidade aos banhistas e turistas”, finaliza Sales Neto. 

Entre as áreas discutidas estavam a Orla Pôr do Sol e as regiões turísticas próximas, como a Crôa do Goré, a Praia do Viral, a região da Ilha de Men de Sá, além da Ilha dos Namorados. “Esta região é a menina dos olhos do nosso turismo, por isso precisamos alinhar esse trabalho, afinal, através dele, só temos a crescer e a ganhar”, analisa o secretário de turismo de Aracaju, Marlysson Magalhães. 

Gerenciamento Costeiro

O secretário Sales Neto aproveitou a oportunidade para informar, ao capitão de Fragata Guilherme Conti Padão, que o estado encaminhará à Assembleia Legislativa o Projeto de Lei que trata do gerenciamento costeiro. O comandante Padão afirmou que a marinha entende a importância da elaboração desse projeto de Lei para o sucesso do ordenamento náutico nas regiões turísticas e que, semanalmente, a Capitania realiza inspeção nas águas que tem fluxo turístico.

“Deve ser um plano que abranja todo o estado de Sergipe, e que será fundamental também para o progresso do turismo náutico, da recreação, da pesca, e da exploração comercial no entorno das praias. Com o gerenciamento costeiro feito, será possível ter segurança para que os banhistas possam desfrutar dos pontos turísticos com segurança, de tal forma, que passe a existir uma lei que seja fiscalizada tanto pelo governo federal, através da marinha, quando pelo estado e prefeituras”, pontua.