Inicio / Notícias / desenvolvimento
Notícia
Equipe da Adema resgata raposa atropelada às margens da BR 101
Órgão ambiental foi acionado por trabalhadores
Quarta-Feira, 12 de Janeiro de 2022

Solicitada por trabalhadores que executavam serviços às margens da BR 101, nas imediações do município de Umbaúba, no Território Sul Sergipano, uma equipe de fauna da Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema) efetuou o resgate de uma raposa (Cerdocyon Thous).

Segundo os profissionais, o animal foi encontrado no local onde eles estavam trabalhando entre a mata e a BR 101 e apresentava indícios de que havia sido atropelado, razão que os motivou a fazerem contato com o órgão ambiental.

Feito o recolhimento da raposa, foi constatado que se tratava de uma fêmea jovem, apática, bastante debilitada, desidratada e apresentando lesões nas patas, provavelmente decorrente de atropelamento.

Após a análise clínica, o mamífero foi encaminhado ao Centro de Tratamento de Animais Silvestres (Cetas), situado no Parque da Cidade, na Zona Norte de Aracaju, onde receberá tratamento veterinário adequado, será monitorado, e, quando estiver em perfeitas condições de saúde será reinserido na natureza.

A Adema informa que, caso o cidadão encontre algum animal silvestre fora do seu habitat é importante acionar a equipe especializada para fazer o resgate ou apreensão, por meio do telefone (79) 99191-5535. O mesmo número também serve para agendar a entrega voluntária.

Notícia
/ Notícias / desenvolvimento

Equipe da Adema resgata raposa atropelada às margens da BR 101
Órgão ambiental foi acionado por trabalhadores
Quarta-Feira, 12 de Janeiro de 2022

Solicitada por trabalhadores que executavam serviços às margens da BR 101, nas imediações do município de Umbaúba, no Território Sul Sergipano, uma equipe de fauna da Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema) efetuou o resgate de uma raposa (Cerdocyon Thous).

Segundo os profissionais, o animal foi encontrado no local onde eles estavam trabalhando entre a mata e a BR 101 e apresentava indícios de que havia sido atropelado, razão que os motivou a fazerem contato com o órgão ambiental.

Feito o recolhimento da raposa, foi constatado que se tratava de uma fêmea jovem, apática, bastante debilitada, desidratada e apresentando lesões nas patas, provavelmente decorrente de atropelamento.

Após a análise clínica, o mamífero foi encaminhado ao Centro de Tratamento de Animais Silvestres (Cetas), situado no Parque da Cidade, na Zona Norte de Aracaju, onde receberá tratamento veterinário adequado, será monitorado, e, quando estiver em perfeitas condições de saúde será reinserido na natureza.

A Adema informa que, caso o cidadão encontre algum animal silvestre fora do seu habitat é importante acionar a equipe especializada para fazer o resgate ou apreensão, por meio do telefone (79) 99191-5535. O mesmo número também serve para agendar a entrega voluntária.