Inicio / Notícias / desenvolvimento
Notícia
23ª edição das Olimpíadas Especiais das Apaes tem o apoio do Governo do Estado
Realizado a cada três anos, o evento é promovido pela Apae Brasil, em parceria com a Federação das Apaes do Estado de Sergipe (Feapaes-se), reunindo atletas com deficiência física, intelectual e/ou múltipla assistidos pela rede Apaeana de todo o país
Sexta-Feira, 18 de Novembro de 2022

O estado de Sergipe vai sediar a 23ª edição das Olimpíadas Especiais das Apaes, que acontece entre 5 e 10 de dezembro, em Aracaju. O lançamento do evento foi nesta sexta-feira, 18, em um salão de festas na Orla de Atalaia, ocasião em que o secretário de Estado do Turismo, Sales Neto, representando o governador Belivaldo Chagas, foi prestigiar o lançamento da competição, cuja edição é nacional e acontece pela primeira vez no Estado.

Enfatizando que a inclusão social, assim como o incentivo às práticas esportivas são pilares do Governo de Sergipe, o secretário Sales Neto disse que a realização deste evento reforça esse compromisso. “As Olimpíadas Especiais das Apaes aqui em Sergipe conta com o apoio do Governo de Sergipe, e é um evento de suma importância para o nosso Estado porque movimenta a cadeia do turismo, assim como a hotelaria, bares, restaurantes e as agências de receptivo, pois atletas de todo o país virão com seus familiares passar vários dias aqui e isso é muito bom para nossa economia. Mas um evento como esse não é só um campeonato de movimentação econômica, também tem um aspecto social muito significativo já que ele se transforma numa vitrine importante para demonstrar para toda sociedade a capacidade das pessoas com síndrome de Down em realizar tarefas e atividades esportivas como as demais pessoas, por isso, acaba se tornando também um evento inclusivo, e esta é a sua maior importância”, salientou.

Realizado a cada três anos, o evento é promovido pela Apae Brasil, em parceria com a Federação das Apaes do Estado de Sergipe (Feapaes-se), reunindo atletas com deficiência física, intelectual e/ou múltipla assistidos pela rede Apaeana de todo o país. A expectativa de público para esta edição é cerca de 1.600 pessoas entre atletas, técnicos e comissão esportiva. A equipe que vai representar o estado de Sergipe é composta por 20 atletas, sendo oito da Apae Aracaju e os demais das Apaes de Itabaiana, Lagarto e Nossa Senhora do Socorro. Esses atletas irão competir por medalhas nas seguintes modalidades: capoeira, atletismo (corrida, arremesso de peso, arremesso de dardo, arremesso de disco, salto à distância) e natação.

De acordo com o presidente da Apae Aracaju, Carlos Mariz de Melo, desde o mês de agosto que a seleção sergipana está em preparação para participar destas olimpíadas com treinamentos realizados nos espaços esportivos da Universidade Tiradentes e da Universidade Federal de Sergipe, onde acontecem as competições. “O Governo do Estado cedeu o Ginásio de Esportes Constâncio Vieira onde também sediará algumas competições das Olimpíadas Especiais das Apaes que serão abertas ao público, e trazem 11 modalidades disputadas, sendo quatro coletivas: basquete, handebol, futsal e futebol society; e sete individuais: atletismo, natação, ginásticas rítmica e olímpica, tênis de mesa, capoeira e bocha”, explicou Mariz.

Sobre as Olimpíadas

Promovida desde 1973 pela Federação Nacional das Apaes (Apae Brasil), as Olimpíadas Especiais das Apaes têm como objetivo estimular a ação e participação de atletas e profissionais através do esporte e lazer. A primeira edição nacional aconteceu na cidade do Rio de Janeiro (RJ), e o último estado a sediar o evento foi Rio Grande do Sul, em 2018, na cidade de Canoas.

Notícia
/ Notícias / desenvolvimento

23ª edição das Olimpíadas Especiais das Apaes tem o apoio do Governo do Estado
Realizado a cada três anos, o evento é promovido pela Apae Brasil, em parceria com a Federação das Apaes do Estado de Sergipe (Feapaes-se), reunindo atletas com deficiência física, intelectual e/ou múltipla assistidos pela rede Apaeana de todo o país
Sexta-Feira, 18 de Novembro de 2022

O estado de Sergipe vai sediar a 23ª edição das Olimpíadas Especiais das Apaes, que acontece entre 5 e 10 de dezembro, em Aracaju. O lançamento do evento foi nesta sexta-feira, 18, em um salão de festas na Orla de Atalaia, ocasião em que o secretário de Estado do Turismo, Sales Neto, representando o governador Belivaldo Chagas, foi prestigiar o lançamento da competição, cuja edição é nacional e acontece pela primeira vez no Estado.

Enfatizando que a inclusão social, assim como o incentivo às práticas esportivas são pilares do Governo de Sergipe, o secretário Sales Neto disse que a realização deste evento reforça esse compromisso. “As Olimpíadas Especiais das Apaes aqui em Sergipe conta com o apoio do Governo de Sergipe, e é um evento de suma importância para o nosso Estado porque movimenta a cadeia do turismo, assim como a hotelaria, bares, restaurantes e as agências de receptivo, pois atletas de todo o país virão com seus familiares passar vários dias aqui e isso é muito bom para nossa economia. Mas um evento como esse não é só um campeonato de movimentação econômica, também tem um aspecto social muito significativo já que ele se transforma numa vitrine importante para demonstrar para toda sociedade a capacidade das pessoas com síndrome de Down em realizar tarefas e atividades esportivas como as demais pessoas, por isso, acaba se tornando também um evento inclusivo, e esta é a sua maior importância”, salientou.

Realizado a cada três anos, o evento é promovido pela Apae Brasil, em parceria com a Federação das Apaes do Estado de Sergipe (Feapaes-se), reunindo atletas com deficiência física, intelectual e/ou múltipla assistidos pela rede Apaeana de todo o país. A expectativa de público para esta edição é cerca de 1.600 pessoas entre atletas, técnicos e comissão esportiva. A equipe que vai representar o estado de Sergipe é composta por 20 atletas, sendo oito da Apae Aracaju e os demais das Apaes de Itabaiana, Lagarto e Nossa Senhora do Socorro. Esses atletas irão competir por medalhas nas seguintes modalidades: capoeira, atletismo (corrida, arremesso de peso, arremesso de dardo, arremesso de disco, salto à distância) e natação.

De acordo com o presidente da Apae Aracaju, Carlos Mariz de Melo, desde o mês de agosto que a seleção sergipana está em preparação para participar destas olimpíadas com treinamentos realizados nos espaços esportivos da Universidade Tiradentes e da Universidade Federal de Sergipe, onde acontecem as competições. “O Governo do Estado cedeu o Ginásio de Esportes Constâncio Vieira onde também sediará algumas competições das Olimpíadas Especiais das Apaes que serão abertas ao público, e trazem 11 modalidades disputadas, sendo quatro coletivas: basquete, handebol, futsal e futebol society; e sete individuais: atletismo, natação, ginásticas rítmica e olímpica, tênis de mesa, capoeira e bocha”, explicou Mariz.

Sobre as Olimpíadas

Promovida desde 1973 pela Federação Nacional das Apaes (Apae Brasil), as Olimpíadas Especiais das Apaes têm como objetivo estimular a ação e participação de atletas e profissionais através do esporte e lazer. A primeira edição nacional aconteceu na cidade do Rio de Janeiro (RJ), e o último estado a sediar o evento foi Rio Grande do Sul, em 2018, na cidade de Canoas.