Inicio / Notícias / Segurança
Notícia
Novos agentes penitenciários receberão pistolas e coletes balísticos
Foram investidos mais de R$ 300 mil em equipamentos de segurança individual
Quarta-Feira, 20 de Novembro de 2019

Na manhã desta quarta-feira (20), o secretário da Justiça e Cidadania (Sejuc), Cristiano Barreto, anunciou a aquisição de 100 pistolas e 100 coletes balísticos que serão destinados para os novos servidores que nomeados para atuarem no sistema prisional de Sergipe. No primeiro momento, são 50 agentes prisionais convocados para assumir o cargo e iniciar o curso de formação. As novas armas, pistolas calibre ponto 40 e modelo 904 Taurus, são necessárias para a eficiência do trabalho e segurança dos servidores até no momento de folga.

Como previsto no plano de gestão da Sejuc, foram investidos R$ 300 mil nos kits de armamento para a proteção e segurança individual dos novos agentes penitenciários. A medida é importante, porque valoriza os servidores e sana problemas que a categoria vinha passando nas nomeações anteriores. Muitas munições não letais também foram compradas e serão utilizadas nos treinamentos e no dia a dia de trabalho dos agentes.

Agora, os novos servidores já ingressarão portando sua própria arma para a sua segurança e para o exercício de sua atividade profissional. “Percebemos que era uma situação básica que deveria ser resolvida. Passa pela auto-estima e valorização de um servidor tão importante para a manutenção da ordem no estado”, explicou o secretário Cristiano Barreto.

 

 

Notícia
/ Notícias / Segurança

Novos agentes penitenciários receberão pistolas e coletes balísticos
Foram investidos mais de R$ 300 mil em equipamentos de segurança individual
Quarta-Feira, 20 de Novembro de 2019

Na manhã desta quarta-feira (20), o secretário da Justiça e Cidadania (Sejuc), Cristiano Barreto, anunciou a aquisição de 100 pistolas e 100 coletes balísticos que serão destinados para os novos servidores que nomeados para atuarem no sistema prisional de Sergipe. No primeiro momento, são 50 agentes prisionais convocados para assumir o cargo e iniciar o curso de formação. As novas armas, pistolas calibre ponto 40 e modelo 904 Taurus, são necessárias para a eficiência do trabalho e segurança dos servidores até no momento de folga.

Como previsto no plano de gestão da Sejuc, foram investidos R$ 300 mil nos kits de armamento para a proteção e segurança individual dos novos agentes penitenciários. A medida é importante, porque valoriza os servidores e sana problemas que a categoria vinha passando nas nomeações anteriores. Muitas munições não letais também foram compradas e serão utilizadas nos treinamentos e no dia a dia de trabalho dos agentes.

Agora, os novos servidores já ingressarão portando sua própria arma para a sua segurança e para o exercício de sua atividade profissional. “Percebemos que era uma situação básica que deveria ser resolvida. Passa pela auto-estima e valorização de um servidor tão importante para a manutenção da ordem no estado”, explicou o secretário Cristiano Barreto.