Inicio / Notícias / Segurança
Notícia
Descumprimento do Decreto Governamental: Procons, PM e Defesa Civil fiscalizam lojas no Centro da capital
O enfrentamento à Covid-19 segue e a ação tem como objetivo identificar lojas funcionando em desconformidade com as diretrizes estaduais
Sexta-Feira, 26 de Junho de 2020

O Procon/SE está realizando mais uma ação de fiscalização do cumprimento do Decreto Governamental. A ação, feita em parceria com a Polícia Militar, Procon municipal, Defesa Civil, Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb), ocorre no Centro da capital, nesta sexta-feira, 26.

As fiscalizações seguem desde o início do isolamento social no estado. “Desde o mês de março, o Procon/SE vem realizando diversas fiscalizações com o intuito de cumprir todas determinações do Decreto Governamental”, destacou a diretora do Procon/SE, Tereza Raquel Martins.

As denúncias sobre funcionamento de estabelecimentos comerciais não autorizados, neste momento, estão aumentando. Durante as ações da instituição, as lojas que estão abertas irregularmente são fechadas. Ela explicou que as fiscalizações estão intensificadas. “A demanda está aumentando muito. Estamos recebendo diversas denúncias de que as lojas estão funcionando. Pensando nisso fizemos as parcerias com as instituições”, citou.

As ações têm como objetivo colaborar com o enfrentamento à Covid-19, já que a disseminação do coronavírus tem aumentado no estado. A diretora do Procon/SE pediu a colaboração de todos nesse momento.

“Pedimos a compreensão e paciência de todos. Já existe um plano de reabertura gradual dos estabelecimentos comerciais, e esse plano deve ser seguido. Com isso, nós estamos intensificando as fiscalizações e alertando os comerciantes. Não pode estar com a loja aberta, receber clientes, consumidores, se você não está autorizado pelo decreto”, ressaltou.

Tereza Raquel Martins também fez um alerta aos consumidores. “O consumidor tem que estar consciente de que estamos em um período de isolamento social, e não frequentar essas lojas que estão proibidas de abrir”, reforçou.

Denúncias

A diretora do Procon/SE também reiterou que os comerciantes devem seguir as determinações do Decreto Governamental, que visa manter a saúde de todos e evitar mortes. Denúncias de funcionamento irregular de estabelecimentos comerciais podem ser feitas por meio do telefone (79) 3211-3383, ou pelo e-mail: procon.online@sejuc.se.gov.br

Notícia
/ Notícias / Segurança

Descumprimento do Decreto Governamental: Procons, PM e Defesa Civil fiscalizam lojas no Centro da capital
O enfrentamento à Covid-19 segue e a ação tem como objetivo identificar lojas funcionando em desconformidade com as diretrizes estaduais
Sexta-Feira, 26 de Junho de 2020

O Procon/SE está realizando mais uma ação de fiscalização do cumprimento do Decreto Governamental. A ação, feita em parceria com a Polícia Militar, Procon municipal, Defesa Civil, Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb), ocorre no Centro da capital, nesta sexta-feira, 26.

As fiscalizações seguem desde o início do isolamento social no estado. “Desde o mês de março, o Procon/SE vem realizando diversas fiscalizações com o intuito de cumprir todas determinações do Decreto Governamental”, destacou a diretora do Procon/SE, Tereza Raquel Martins.

As denúncias sobre funcionamento de estabelecimentos comerciais não autorizados, neste momento, estão aumentando. Durante as ações da instituição, as lojas que estão abertas irregularmente são fechadas. Ela explicou que as fiscalizações estão intensificadas. “A demanda está aumentando muito. Estamos recebendo diversas denúncias de que as lojas estão funcionando. Pensando nisso fizemos as parcerias com as instituições”, citou.

As ações têm como objetivo colaborar com o enfrentamento à Covid-19, já que a disseminação do coronavírus tem aumentado no estado. A diretora do Procon/SE pediu a colaboração de todos nesse momento.

“Pedimos a compreensão e paciência de todos. Já existe um plano de reabertura gradual dos estabelecimentos comerciais, e esse plano deve ser seguido. Com isso, nós estamos intensificando as fiscalizações e alertando os comerciantes. Não pode estar com a loja aberta, receber clientes, consumidores, se você não está autorizado pelo decreto”, ressaltou.

Tereza Raquel Martins também fez um alerta aos consumidores. “O consumidor tem que estar consciente de que estamos em um período de isolamento social, e não frequentar essas lojas que estão proibidas de abrir”, reforçou.

Denúncias

A diretora do Procon/SE também reiterou que os comerciantes devem seguir as determinações do Decreto Governamental, que visa manter a saúde de todos e evitar mortes. Denúncias de funcionamento irregular de estabelecimentos comerciais podem ser feitas por meio do telefone (79) 3211-3383, ou pelo e-mail: procon.online@sejuc.se.gov.br