Inicio / Notícias / Saúde
Notícia
Secretaria da Saúde transmite live sobre prevenção de acidentes de trabalho
Com o tema “Prevenção de Acidente de Trabalho e Covid-19: quais ações possíveis? Live acontecerá a partir das 19h, pelo Istagram @saude_sergipe
Segunda-Feira, 27 de Julho de 2020

 Em alusão ao Dia Nacional de Prevenção de Acidentes de Trabalho, celebrado nesta segunda-feira, 27 de julho, a Secretaria de Estado da Saúde (SES), por meio do Centro de Referência Especializado em Saúde do Trabalhador (Cerest) e da Gerência de Vigilância em Saúde do Trabalhador (Visat), transmite a partir das 19h, pelo Istagram @saude_sergipe, live com o tema “Prevenção de Acidente de Trabalho e Covid-19: quais ações possíveis?”.

 A ideia, segundo o coordenador do Cerest, Igor Coelho, é a de promover um diálogo sobre o que se pode fazer em relação à prevenção de acidentes de trabalho em tempo de pandemia. “Na minha fala, vou dar enfoque aos cuidados que precisam ser internalizados e agregados às práticas de proteção contra os acidentes de trabalho. Há profissionais estressados com medo de contrair a Covid-19, vendo pessoas próximas serem infectadas ou perdendo alguém. Então, o foco será a necessidade da utilização dos EPIs e adoção das práticas de proteção”, disse.

O coordenador salientou que os EPIs da Covid são os EPIs da vida.“O profissional não pode deixar de usar o capacete, óculos de segurança, protetores auriculares e botas, nem também a máscara, agregando a essa prática o distanciamento social, o uso do álcool 70% e lavar as mãos com água e sabão”, reforçou, acrescentando que outro aspecto que será coloca no diálogo é a questão da consciência e da educação em saúde que, na opinião de Coelho podem ser os maiores desafios do momento, tendo em vista a insistência da população em promover aglomerações". 

 A gerente da Vigilância em Saúde do Trabalhador, Christiane Silva de Andrade Hora, informou que sua fala estará centrada na importância da prevenção, nas ações realizadas pela SES para proteger a saúde do trabalhador sergipano, nos dados sobre acidentes de trabalho e enfatizar a necessidade de os profissionais de saúde fazerem as notificações dos casos. Segundo ela, uma das dificuldades encontradas pela Gerência são as subnoitificações, que mascaram a realidade dos acidentes de trabalho em Sergipe.

Além da Covid-19, que será o tema mais forte da live, a Visat destaca outros nove agravos que podem afetar a saúde do trabalhador, que são: intoxicação exógena (por produtos químicos), acidente de trabalho, dermatose ocupacional, acidente de trabalho com material biológico, pneumoconiose (doença pulmonar ocupacional), câncer e transtorno mental relacionados ao trabalho, perda auditiva induzida pelo ruído e LER/DORT.     

 

Notícia
/ Notícias / Saúde

Secretaria da Saúde transmite live sobre prevenção de acidentes de trabalho
Com o tema “Prevenção de Acidente de Trabalho e Covid-19: quais ações possíveis? Live acontecerá a partir das 19h, pelo Istagram @saude_sergipe
Segunda-Feira, 27 de Julho de 2020

 Em alusão ao Dia Nacional de Prevenção de Acidentes de Trabalho, celebrado nesta segunda-feira, 27 de julho, a Secretaria de Estado da Saúde (SES), por meio do Centro de Referência Especializado em Saúde do Trabalhador (Cerest) e da Gerência de Vigilância em Saúde do Trabalhador (Visat), transmite a partir das 19h, pelo Istagram @saude_sergipe, live com o tema “Prevenção de Acidente de Trabalho e Covid-19: quais ações possíveis?”.

 A ideia, segundo o coordenador do Cerest, Igor Coelho, é a de promover um diálogo sobre o que se pode fazer em relação à prevenção de acidentes de trabalho em tempo de pandemia. “Na minha fala, vou dar enfoque aos cuidados que precisam ser internalizados e agregados às práticas de proteção contra os acidentes de trabalho. Há profissionais estressados com medo de contrair a Covid-19, vendo pessoas próximas serem infectadas ou perdendo alguém. Então, o foco será a necessidade da utilização dos EPIs e adoção das práticas de proteção”, disse.

O coordenador salientou que os EPIs da Covid são os EPIs da vida.“O profissional não pode deixar de usar o capacete, óculos de segurança, protetores auriculares e botas, nem também a máscara, agregando a essa prática o distanciamento social, o uso do álcool 70% e lavar as mãos com água e sabão”, reforçou, acrescentando que outro aspecto que será coloca no diálogo é a questão da consciência e da educação em saúde que, na opinião de Coelho podem ser os maiores desafios do momento, tendo em vista a insistência da população em promover aglomerações". 

 A gerente da Vigilância em Saúde do Trabalhador, Christiane Silva de Andrade Hora, informou que sua fala estará centrada na importância da prevenção, nas ações realizadas pela SES para proteger a saúde do trabalhador sergipano, nos dados sobre acidentes de trabalho e enfatizar a necessidade de os profissionais de saúde fazerem as notificações dos casos. Segundo ela, uma das dificuldades encontradas pela Gerência são as subnoitificações, que mascaram a realidade dos acidentes de trabalho em Sergipe.

Além da Covid-19, que será o tema mais forte da live, a Visat destaca outros nove agravos que podem afetar a saúde do trabalhador, que são: intoxicação exógena (por produtos químicos), acidente de trabalho, dermatose ocupacional, acidente de trabalho com material biológico, pneumoconiose (doença pulmonar ocupacional), câncer e transtorno mental relacionados ao trabalho, perda auditiva induzida pelo ruído e LER/DORT.