Inicio / Notícias / Saúde
Notícia
Huse realizou mais de 600 cirurgias oncológicas este ano
A unidade realizou 14.216 sessões de quimioterapia e 612 pessoas concluíram o tratamento de
Quarta-Feira, 27 de Novembro de 2019

O dia 27 de novembro é comemorado o Dia Nacional de Combate ao Câncer. A data serve de alerta para ampliação do conhecimento da população sobre as formas de prevenção e tratamento da doença. De acordo com estatísticas do Centro de Oncologia do Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), unidade gerenciada pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), no período de janeiro a outubro deste ano (2019), foram realizadas 14.216 sessões de quimioterapia. Desse total, 13.359 foram sessões de quimioterapia adulto e 857 sessões de quimioterapia infantil.

Esses dados refletem a preocupação do Governo do Estado quanto aos avanços na assistência dos pacientes oncológicos. No tratamento de radioterapia, 612 pacientes concluíram o tratamento durante esse período e isso também foi possível com a abertura do terceiro turno que continua funcionando há um ano e salvando vidas, como explica a física médica do Huse, Katiúcia Bomfim. “Estamos com dois equipamentos de acelerador linear e que estão tratando os pacientes muito bem e sem atrasos. Com o terceiro turno funcionando há um ano, os pacientes conseguem concluir seu tratamento com sucesso e sem interrupções. Isso é maravilhoso para o paciente que tem suas sessões dentro do prazo estabelecido pelo médico”, explicou.

O Centro de Oncologia do Huse registrou também durante esse período, 646 cirurgias oncológicas nas mais diversas especialidades. Esse feito foi possível, graças ao empenho da gestão do hospital com a abertura das nove salas cirúrgicas, sendo que duas delas são específicas para as cirurgias oncológicas. A coordenadora da Oncologia do Huse, Meire Jane Oliveira, explica que são tratamentos essenciais para aumentarem as possibilidades de cura e melhoria da qualidade de vida do paciente oncológico.

“A detecção precoce do câncer, aliado ao acesso do tratamento são essenciais para aumentarem as possibilidades de cura da pessoa afetadas pela doença. Radioterapia, quimioterapia, cirurgias oncológicas, internamento, diversas especialidades, aquisição de mais medicações são alguns dos avanços no que diz respeito ao tratamento oncológico aqui no Huse”, destacou a coordenadora da Oncologia do Huse.

O aposentado João Francisco Lima, 76, aguardava o tratamento de radioterapia e ressaltou estar satisfeito com o resultado. “Estou concluindo meu tratamento e só faltam três sessões. Não ter o tratamento interrompido é um alívio imenso que nos dar e o carinho com que somos tratados pela equipe da Oncologia nos deixa bastante animados a continuar o tratamento. Eu só tenho que agradecer e ficar bom para aproveitar ainda mais a vida”, enfatizou o aposentado.

O Ministério da Saúde alerta que a ingestão de alimentos saudáveis devem ser incluídos em uma dieta variada e equilibrada, assim como a prática de exercícios físicos, também contribuem para evitar um fator de risco importante para o câncer: a obesidade. Parar de fumar (ou nem começar) é outro fator primordial na prevenção do câncer. Evitar a ingestão de bebidas alcoólicas – o consumo dessas substâncias, em qualquer quantidade, aumenta o risco de desenvolver câncer.  

 

Notícia
/ Notícias / Saúde

Huse realizou mais de 600 cirurgias oncológicas este ano
A unidade realizou 14.216 sessões de quimioterapia e 612 pessoas concluíram o tratamento de
Quarta-Feira, 27 de Novembro de 2019

O dia 27 de novembro é comemorado o Dia Nacional de Combate ao Câncer. A data serve de alerta para ampliação do conhecimento da população sobre as formas de prevenção e tratamento da doença. De acordo com estatísticas do Centro de Oncologia do Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), unidade gerenciada pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), no período de janeiro a outubro deste ano (2019), foram realizadas 14.216 sessões de quimioterapia. Desse total, 13.359 foram sessões de quimioterapia adulto e 857 sessões de quimioterapia infantil.

Esses dados refletem a preocupação do Governo do Estado quanto aos avanços na assistência dos pacientes oncológicos. No tratamento de radioterapia, 612 pacientes concluíram o tratamento durante esse período e isso também foi possível com a abertura do terceiro turno que continua funcionando há um ano e salvando vidas, como explica a física médica do Huse, Katiúcia Bomfim. “Estamos com dois equipamentos de acelerador linear e que estão tratando os pacientes muito bem e sem atrasos. Com o terceiro turno funcionando há um ano, os pacientes conseguem concluir seu tratamento com sucesso e sem interrupções. Isso é maravilhoso para o paciente que tem suas sessões dentro do prazo estabelecido pelo médico”, explicou.

O Centro de Oncologia do Huse registrou também durante esse período, 646 cirurgias oncológicas nas mais diversas especialidades. Esse feito foi possível, graças ao empenho da gestão do hospital com a abertura das nove salas cirúrgicas, sendo que duas delas são específicas para as cirurgias oncológicas. A coordenadora da Oncologia do Huse, Meire Jane Oliveira, explica que são tratamentos essenciais para aumentarem as possibilidades de cura e melhoria da qualidade de vida do paciente oncológico.

“A detecção precoce do câncer, aliado ao acesso do tratamento são essenciais para aumentarem as possibilidades de cura da pessoa afetadas pela doença. Radioterapia, quimioterapia, cirurgias oncológicas, internamento, diversas especialidades, aquisição de mais medicações são alguns dos avanços no que diz respeito ao tratamento oncológico aqui no Huse”, destacou a coordenadora da Oncologia do Huse.

O aposentado João Francisco Lima, 76, aguardava o tratamento de radioterapia e ressaltou estar satisfeito com o resultado. “Estou concluindo meu tratamento e só faltam três sessões. Não ter o tratamento interrompido é um alívio imenso que nos dar e o carinho com que somos tratados pela equipe da Oncologia nos deixa bastante animados a continuar o tratamento. Eu só tenho que agradecer e ficar bom para aproveitar ainda mais a vida”, enfatizou o aposentado.

O Ministério da Saúde alerta que a ingestão de alimentos saudáveis devem ser incluídos em uma dieta variada e equilibrada, assim como a prática de exercícios físicos, também contribuem para evitar um fator de risco importante para o câncer: a obesidade. Parar de fumar (ou nem começar) é outro fator primordial na prevenção do câncer. Evitar a ingestão de bebidas alcoólicas – o consumo dessas substâncias, em qualquer quantidade, aumenta o risco de desenvolver câncer.