Inicio / Notícias / Inclusão Social
Notícia
Defesa Civil Estadual implanta projeto em escolas de três municípios
435 crianças da Barra dos Coqueiros, Nossa Senhora do Socorro e São Cristóvão
Quinta-Feira, 16 de Dezembro de 2021

Em conformidade com a Lei n.º 12.608, de 10 de abril de 2012, que institui a Política Nacional de Proteção e Defesa Civil no Brasil, a qual prevê que os currículos dos ensinos fundamental e médio devem incluir os conteúdos de Defesa Civil e Educação Ambiental de forma integrada aos conteúdos obrigatórios, o Departamento Estadual de Proteção e Defesa Civil (Depec) realizou durante esta semana o projeto Defesa Civil em escolas da rede municipal da Barra dos Coqueiros e São Cristóvão, disseminando esse tipo de conhecimento para 435 crianças.

Segundo o diretor do Depec, tenente-coronel, Luciano Queiroz, a iniciativa é salutar porque tem como foco introduzir os assuntos em questão desde cedo a fim de formar opiniões entre os pequenos. "A implantação do projeto Defesa Civil na Escola tem o objetivo de introduzir e expandir conteúdos educativos sobre ameaças, riscos e ações preventivas, fazendo com que as crianças apresentem um efeito multiplicador do conhecimento entre a população", frisou.

De acordo com a coordenadora pedagógica da Escola Municipal Mariana Prado Vasconcelos no município de Nossa Senhora do Socorro, Aldenira Chagas, o projeto é fundamental para o conhecimento dos alunos sobre o tema. “Moramos em uma comunidade onde muitas vezes tem muitas chuvas que causam alagamentos, então já temos esse costume rotineiro de trabalhar a questão do meio ambiente com os nossos alunos. Então essa ação ajuda a elevar a aprendizagem dele na questão deles de preservar o meio ambiente”, explicou.

Para a gestora da Escola Municipal do Ensino Fundamental Frei Fernando, em São Cristóvão, Cristiane Lima, o resultado foi do projeto atingiu o propósito. "Observamos o entusiasmo das crianças e atenção durante as explicações, pois, algumas delas já vivenciaram as realidades apresentadas pela equipe. Agradecemos ao tempo em que parabenizamos a todos pelo empenho e metodologia aplicada", declarou.

Coordenador da Defesa Civil Municipal de São Cristóvão, Luciano Silva se mostrou bastante satisfeito com a contemplação do município. "Foi muito satisfatório o engajamento da equipe durante a apresentação, pois as crianças se interessaram e assimilaram a maneira didática como o conteúdo foi explanado. Esperamos utilizar o projeto em outras escolas e que mais alunos de outros municípios possam passar por essa experiência", ressaltou.

Ainda segundo Luciano Queiroz, a estratégia se torna ainda mais válida quando aplicada nos primeiros anos escolares. "As crianças são os principais disseminadores de conhecimento, se tornando os agentes mais importantes para a segurança de suas vidas quando bem orientados quanto à importância da prevenção. E o ambiente escolar é o ideal para o desenvolvimento dessa prática, uma vez que aprendendo desde cedo, se tornam cidadãos mais conscientes", enfatizou.

Notícia
/ Notícias / Inclusão Social

Defesa Civil Estadual implanta projeto em escolas de três municípios
435 crianças da Barra dos Coqueiros, Nossa Senhora do Socorro e São Cristóvão
Quinta-Feira, 16 de Dezembro de 2021

Em conformidade com a Lei n.º 12.608, de 10 de abril de 2012, que institui a Política Nacional de Proteção e Defesa Civil no Brasil, a qual prevê que os currículos dos ensinos fundamental e médio devem incluir os conteúdos de Defesa Civil e Educação Ambiental de forma integrada aos conteúdos obrigatórios, o Departamento Estadual de Proteção e Defesa Civil (Depec) realizou durante esta semana o projeto Defesa Civil em escolas da rede municipal da Barra dos Coqueiros e São Cristóvão, disseminando esse tipo de conhecimento para 435 crianças.

Segundo o diretor do Depec, tenente-coronel, Luciano Queiroz, a iniciativa é salutar porque tem como foco introduzir os assuntos em questão desde cedo a fim de formar opiniões entre os pequenos. "A implantação do projeto Defesa Civil na Escola tem o objetivo de introduzir e expandir conteúdos educativos sobre ameaças, riscos e ações preventivas, fazendo com que as crianças apresentem um efeito multiplicador do conhecimento entre a população", frisou.

De acordo com a coordenadora pedagógica da Escola Municipal Mariana Prado Vasconcelos no município de Nossa Senhora do Socorro, Aldenira Chagas, o projeto é fundamental para o conhecimento dos alunos sobre o tema. “Moramos em uma comunidade onde muitas vezes tem muitas chuvas que causam alagamentos, então já temos esse costume rotineiro de trabalhar a questão do meio ambiente com os nossos alunos. Então essa ação ajuda a elevar a aprendizagem dele na questão deles de preservar o meio ambiente”, explicou.

Para a gestora da Escola Municipal do Ensino Fundamental Frei Fernando, em São Cristóvão, Cristiane Lima, o resultado foi do projeto atingiu o propósito. "Observamos o entusiasmo das crianças e atenção durante as explicações, pois, algumas delas já vivenciaram as realidades apresentadas pela equipe. Agradecemos ao tempo em que parabenizamos a todos pelo empenho e metodologia aplicada", declarou.

Coordenador da Defesa Civil Municipal de São Cristóvão, Luciano Silva se mostrou bastante satisfeito com a contemplação do município. "Foi muito satisfatório o engajamento da equipe durante a apresentação, pois as crianças se interessaram e assimilaram a maneira didática como o conteúdo foi explanado. Esperamos utilizar o projeto em outras escolas e que mais alunos de outros municípios possam passar por essa experiência", ressaltou.

Ainda segundo Luciano Queiroz, a estratégia se torna ainda mais válida quando aplicada nos primeiros anos escolares. "As crianças são os principais disseminadores de conhecimento, se tornando os agentes mais importantes para a segurança de suas vidas quando bem orientados quanto à importância da prevenção. E o ambiente escolar é o ideal para o desenvolvimento dessa prática, uma vez que aprendendo desde cedo, se tornam cidadãos mais conscientes", enfatizou.