Inicio / Notícias / Governo
Notícia
Belivaldo assina ordem de serviço para reforma do Estádio Estadual Adolfo Rollemberg
Terça-Feira, 14 de Janeiro de 2020

Um sonho para os desportistas sergipanos, a reforma do Estádio Estadual Adolfo Rollemberg, agora será uma realidade. Nesta terça-feira, 14, o governador Belivaldo Chagas assinou ordem de serviço de reforma do Estádio. Serão investidos R$ 482.954,09 na obra que será executada pela Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc). O principal equipamento de lazer dos moradores do Conjunto Agamenon Magalhães, e adjacenças, na zona oeste de Aracaju, será devolvido à população em 180 dias. Depois de reformado, o estádio receberá jogos oficiais do futebol profissional e amador.

Para Belivaldo chagas, o resgate do Adolfo Rollemberg contempla não apenas o futebol, mas, sobretudo, preserva um patrimônio. "Essa é uma arena esportiva tradicional. O Adolfo Rollemberg serviu, no passado, como reforço do Batistão, abrigando partidas oficias, e nós, atendendendo a um pedido dos moradores e do pessoal dos esportes, vamos dar uma remodelada para que a comunidade possa praticar sua atvidade fisica. A ideia é entregar para o municipio de Aracaju para que administre esse espaço que é da comunidade," disse o governador.

A obra inclui reforma dos vestiários, bilheterias, banheiros; o plantio do gramado, com plantio de grama especial, idêntica à que existe hoje na Arena Batistão; revisões hidrossanitárias, nas esquadrias (portas, janelas e portões), na cobertura, nos alambrados, na parte elétrica; troca das traves e pintura geral.

De acordo com a superintendente Estadual de Esportes, Mariana Dantas, a população encontrará um espaço muito confortável e seguro. " Essa obra vai trazer muitos benefícios à população do Bugio, do Agamenon Filho, anseio antigo da população, um campo de futebol no coração do bairro, onde o governo do Estado foi sensível, colocando a reforma em prática para que os torcedores, comerciantes e os times possam vir aqui jogar as suas partidas”, comemorou Mariana.

Presente ao ato, o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira, destacou a importância da assinatura da ordem de serviço. "Esta é uma obra fundamental para o esporte e para a juventude desta região da cidade. O Adolfo é um estádio tradicional, com muita história de campeonatos marcantes. Foi um dos primeiros estádios da cidade, de modo que sua reforma é um marco importante. Estou muito feliz com esta obra”, informou o prefeito.

Comunidade

“Jogava bola aqui desde pequeno. Esse estádio tem mais ou menos uns três anos parado. Aqui já teve muitos jogos profissionais. Aqui era um point de descobrir jovens talentos. Daqui saia jogadores para Confiança, Sergipe, Itabaiana, Lagarto”, diz Manoel Silvino, morador.

O Adolfo Rollemberg já foi palco de grandes jogos de futebol.  Há 50 anos, foi a grande alternativa para os jogos oficiais, no momento em que a Arena Batistão estava sendo construída. José Deris Rocha Santos, morador há 30 anos do bairro, lembra bem desse periodo. “A comunidade jogava bola, tinha muitos campeonatos e o bairro era bem movimentado. Nós aqui aproveitávamos bastante. O comércio local era bem movimentado. Era muito bom antes. A gente espera que a reforma possa voltar o que era antes”, disse José Deris.

Notícia
/ Notícias / Governo

Belivaldo assina ordem de serviço para reforma do Estádio Estadual Adolfo Rollemberg
Terça-Feira, 14 de Janeiro de 2020

Um sonho para os desportistas sergipanos, a reforma do Estádio Estadual Adolfo Rollemberg, agora será uma realidade. Nesta terça-feira, 14, o governador Belivaldo Chagas assinou ordem de serviço de reforma do Estádio. Serão investidos R$ 482.954,09 na obra que será executada pela Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc). O principal equipamento de lazer dos moradores do Conjunto Agamenon Magalhães, e adjacenças, na zona oeste de Aracaju, será devolvido à população em 180 dias. Depois de reformado, o estádio receberá jogos oficiais do futebol profissional e amador.

Para Belivaldo chagas, o resgate do Adolfo Rollemberg contempla não apenas o futebol, mas, sobretudo, preserva um patrimônio. "Essa é uma arena esportiva tradicional. O Adolfo Rollemberg serviu, no passado, como reforço do Batistão, abrigando partidas oficias, e nós, atendendendo a um pedido dos moradores e do pessoal dos esportes, vamos dar uma remodelada para que a comunidade possa praticar sua atvidade fisica. A ideia é entregar para o municipio de Aracaju para que administre esse espaço que é da comunidade," disse o governador.

A obra inclui reforma dos vestiários, bilheterias, banheiros; o plantio do gramado, com plantio de grama especial, idêntica à que existe hoje na Arena Batistão; revisões hidrossanitárias, nas esquadrias (portas, janelas e portões), na cobertura, nos alambrados, na parte elétrica; troca das traves e pintura geral.

De acordo com a superintendente Estadual de Esportes, Mariana Dantas, a população encontrará um espaço muito confortável e seguro. " Essa obra vai trazer muitos benefícios à população do Bugio, do Agamenon Filho, anseio antigo da população, um campo de futebol no coração do bairro, onde o governo do Estado foi sensível, colocando a reforma em prática para que os torcedores, comerciantes e os times possam vir aqui jogar as suas partidas”, comemorou Mariana.

Presente ao ato, o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira, destacou a importância da assinatura da ordem de serviço. "Esta é uma obra fundamental para o esporte e para a juventude desta região da cidade. O Adolfo é um estádio tradicional, com muita história de campeonatos marcantes. Foi um dos primeiros estádios da cidade, de modo que sua reforma é um marco importante. Estou muito feliz com esta obra”, informou o prefeito.

Comunidade

“Jogava bola aqui desde pequeno. Esse estádio tem mais ou menos uns três anos parado. Aqui já teve muitos jogos profissionais. Aqui era um point de descobrir jovens talentos. Daqui saia jogadores para Confiança, Sergipe, Itabaiana, Lagarto”, diz Manoel Silvino, morador.

O Adolfo Rollemberg já foi palco de grandes jogos de futebol.  Há 50 anos, foi a grande alternativa para os jogos oficiais, no momento em que a Arena Batistão estava sendo construída. José Deris Rocha Santos, morador há 30 anos do bairro, lembra bem desse periodo. “A comunidade jogava bola, tinha muitos campeonatos e o bairro era bem movimentado. Nós aqui aproveitávamos bastante. O comércio local era bem movimentado. Era muito bom antes. A gente espera que a reforma possa voltar o que era antes”, disse José Deris.